Desflurano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Desflurano
Alerta sobre risco à saúde
(RS)-Desfluran Structural Formula V1.svg
Desflurane-3D-balls.png
Nome IUPAC 2-(difluoromethoxy)-1,1,1,2-tetrafluoro-ethane
Identificadores
Número CAS 57041-67-5
PubChem 42113
DrugBank APRD00907
ChemSpider 38403
Código ATC N01AB07
SMILES
InChI
InChI=1S/C3H2F6O/c4-1(3(7,8)9)10-2(5)6/h1-2H
Propriedades
Fórmula química C3H2F6O
Massa molar 168.03 g mol-1
Farmacologia
Metabolismo não metabolizado
Compostos relacionados
Compostos relacionados Metoxietano
Sevoflurano (1,1,1,3,3,3-hexafluoro-2-(fluorometoxi)propano)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Desflurano é um fármaco utilizado em medicamentos como anestésico geral.[1] É um anestésico inalatório, á base de éter. No passado, eram utilizados metoxipropano, tricloroetileno, clorofórmio, mas foram substituídos na prática clínica pela série dos ‘’fluranos’’, desflurano, sevoflurano, isoflurano, enflurano pois apresentam menos efeitos adversos e não são inflamáveis [2] Possui potência baixa, em pacientes adultos, de 30 a 60 anos e sua CAM (concentração alveolar mínima) capaz de inibir a resposta de movimento a estímulo nociceptivos é cerca de 6%.

Farmacocinética[editar | editar código-fonte]

A velocidade da indução e da progressão da anestesia são determinadas pelo coeficiente de participação do sangue:gás, ou seja, solubilidade no sangue, e o coeficiente de participação gordura:sangue, que significa solubilidade lipídica. O desflurano é pouco solúvel no sangue e nos tecidos orgânicos, resultando em indução e recuperação da anestesia mais rápidas, devido essa característica está sendo cada vez mais utilizado em procedimentos cirúrgicos pequenos, com alta no mesmo dia. Não é um fármaco muito metabolizado e mais de 99% são eliminados pelo pulmão de forma inalterada.

Farmacodinâmica[editar | editar código-fonte]

Não altera a função renal, é pouco metabolizado, e quase totalmente eliminado por via pulmonar, é considerado um anestésico bem tolerado, com estabilidade considerável. [3]

Ação sobre o sistema cardiovascular: dependendo da dose aumenta a frequência cardíaca e leva a diminuição da pressão arterial média.

Função hepática e função renal: em relação a outros anestésicos é o que oferece menos dados hepáticos e renais, mostrando que pode ser utilizado mesmo na presença de doença hepática ou renal, em decorrência a sua degradação metabólica mínima.

Ação sobre o sistema nervoso:  tem ação imobilizante preferentemente sobre a medula espinhal e ação amnésica e hipnótica sobre o cérebro, o desflurano não provoca convulsões.

Metabolismo e toxicidade: a toxicidade de um anestésico está diretamente relacionada ao metabolismo desses agentes. Os halogênios fluorados quando metabolizados podem produzir o íon flúor (F- ) que em si é tóxico, porém as ligações carbono-fluor do desflurano são bem estáveis, ou seja, sua molécula não é facilmente alterada na presença de agentes físicos.

Sistema respiratório: o desflurano é um broncodilatador, com forte irritabilidade respiratória, devido a essas características não são usados para indução anestésica.

Características gerais[editar | editar código-fonte]

Descrição: Extremamente volátil, não inflamável, e não explosivo em concentrações clínicas.

Solubilidade: Insolúvel em água e solúvel em solventes orgânicos.

Armazenamento: Deve ser armazenado em garrafas rigorosamente herméticas.[4]

Uso clínico[editar | editar código-fonte]

Amplamente utilizado em cirurgias ambulatoriais devido ao rápido início de sua ação e recuperação anestésica. Porém, por irritar as vias respiratórias dos pacientes despertos, a anestesia é induzida com um agente intravenoso, e o desflurano é administrado para mantê-la.[5]

Cuidados necessários[editar | editar código-fonte]

Aumentos rápidos na concentração de desflurano têm efeito significativo na frequência cardíaca, o aumento da concentração de 4% a 8 % em menos de um minuto pode resultar a uma duplicação da frequência cardíaca e da pressão arterial. [6]

Estereoquímica[editar | editar código-fonte]

O desflurano é um racemato, isto é, uma mistura 1: 1 dos dois enantiómeros seguintes:[7]

Enantiômero de Desflurano
Structural Formula of (R)-Desfluran
(R)-Enantiômero
Structural Formula of (S)-Desfluran
(S)-Enantiômero

Notas e referências

  1. P.R.Vade-mécum[ligação inativa] ABIMIP 2006/2007 CD-Rom
  2. Dale, Rang (2007). Farmacologia. Rio de Janeiro: Elsevier. pp. 529 – 530 
  3. Saraiva, Renato Ângelo (Março–Abril, 2003). «Desflurano: Propriedades Físico-Químicas, Farmacologia e Uso Clínico» (PDF). Revista Brasileira de Anestesiologia. Consultado em 27 de junho de 2019 
  4. Gennaro, Alfonso (2004). Remington: A ciência e a prática farmacêutica. Rio de Janeiro: Guanabara koogan S.A. pp. página 1453 
  5. Gilman, Goodman (2006). As Bases Farmacologicas da Terapêutica. Rio de Janeiro: Mc Graw Hill. pp. páginas 315–321 
  6. Eis ; Kramer, Samuel; Jeremy (19 de maio de 2019). «Anesthesia Inhalation Agents Cardiovascular Effects». PubMed. Consultado em 30 de junho de 2019 
  7. Rote Liste Service GmbH (Hrsg.): Rote Liste 2017 - Arzneimittelverzeichnis für Deutschland (einschließlich EU-Zulassungen und bestimmter Medizinprodukte). Rote Liste Service GmbH, Frankfurt/Main, 2017, Aufl. 57, ISBN 978-3-946057-10-9, S. 175.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.