Discussão:América Central

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Tem alguma coisa estranha aqui[editar código-fonte]

O artigo em português define a América Central como a região da América entre a América do Sul e a América do Norte (continental e insular). Porém, sempre aprendi no colégio que América Central é o istmo, e que as ilhas formam o Caribe.

As Wikipédias mais importantes confirmam isso:

Será que se trata de um erro, ou a cultura lusófona define a América Central com um significado diferente do resto do mundo?

Percebam que até mesmo a Wikipédia em espanhol define América Central como sendo apenas o istmo.

Outra coisa, mesmo se a cultura lusófona (ou brasileira) definir América Central de modo diferente, os artigos América Central Insular e Caribe cobrem o mesmo assunto e devem ser fundidos.

Portanto, a coisa aqui está mais "peluda" do que muita gente pensa. -Ramissés DC 15h26min de 8 de agosto de 2009 (UTC)

Dando continuidade, a es.wiki diz a respeito da América Central: "América Central, também chamada de Centroamérica, é um subcontinente que conecta a América do Norte com a América do Sul. Geograficamente, se localiza entre os istmos de Tehuantepec e do Panamá." - Não diz nada a respeito do Caribe.

A fr.wiki diz "A América Central é a parte do continente americano situado entre a fronteira sul do México, na América do Norte, e a fronteira noroeste da Colômbia, na América do Sul". - Também não diz nada sobre o Caribe.

A en.wiki diz "A América Central é a região geográfica central das Américas. É a região mais ao sul da América do Norte, que se conecta à América do Sul ao sudeste.". - Nada também sobre o Caribe.

Outras wikipédias trazem o mapa da América Central mostrando apenas o istmo, sem o Caribe.

Conclusão: Somente os países lusófonos consideram o Caribe como parte da América Central, pelo o que o artigo mostra. -Ramissés DC 15h23min de 8 de janeiro de 2010 (UTC)

Concordo plenamente Ramisses, porém, infelizmente, usuários como o Luan D​ C​ E​ F​ B preferem apenas reverter edições válidas sem antes discutir os motivos da mudança. Heitor discussão 04h47min de 9 de janeiro de 2010 (UTC)
Que bom que você, Heitor, veio aqui só para me atacar. E, ao contrário do que você faz, eu já tinha conversado sobre isso com o Ramissés.
Ramissés, lembre-se das traduções feitas pelos editores. Muitas vezes elas não refletem o uso cultural/técnico/histórico/etc. (desconhecido pelo tradutor em alguns muitos casos) próprio do seu país ou de seu idioma -- é por isso que temos Seychelles, Santo Domingo, San Marino, Leipzig, Sint Maarten, Kyoto, Saint-Martin, Åland, Shanghai; e não Seicheles, São Domingos, São Marinho/São Marino, Lípsia, São Martinho, Quioto, São Martinho, Alanda, Xangai. Lembre-se também que no Commons predomina a língua inglesa, daí ao se achar Central America (orthographic projection).svg, colaboradores leigos inserem logo esse mapa, sem ver/pesquisar a nossa visão lusófona.
Agora vamos às fontes. Uol Educação, Sua Pesquisa.com, Guia Geográfico Américas, Brasil Escola (vtb aqui), InfoEscola. Esses foram a primeira página de resultados no Google. Outras fontes: Só Geografia, Portal Educacional (Atlas Geográfico>América Central - Político), Portal Educacional (Atlas Geográfico>América - Divisão geográfica), Portal Educacional (Atlas Geográfico>América - Divisão fisiográfica), Girafamania.
Łυαη fala! 04h32min de 11 de janeiro de 2010 (UTC)
Não preciso te atacar Luan, seus atos falam por si só. Wink.png Heitor discussão 07h39min de 11 de janeiro de 2010 (UTC)
Luan, sabe me dizer o porquê da visão lusófona (acho que somente é a visão brasileira, e não a portuguesa, mas isso teria que ser esclarecido por um português) diferencia-se de todo o resto do mundo. Afinal, um dado não deve ter apenas um ponto de vista (Wikipedia:Princípio da imparcialidade) e acho tudo isso muito estranho. Será um erro histórico ou será uma nova tentativa de manipulação de informações. Não concordo absolutamente com a "visão lusófona", pois além de tornar o artigo parcial, cheira a informação manipulada historicamente, como tantos outros que já vi no Brasil. A Wikipédia deve zelar pela busca da informação verdadeira, mesmo que isso suprere "definições locais" parciais. É claro que é muito fácil conseguir fontes que corroborem a "visão lusófona", mas o que questiono é exatamente esta visão lusófona. Mesmo a Wikipédia Lusófona não pertence somente aos povos lusófonos, mas é de todo mundo que aprecia a língua portuguesa. -Ramissés DC 15h07min de 11 de janeiro de 2010 (UTC)
Ramissés, não estamos aqui para discutir veracidades, mas a verificabilidade das informações presentes nos artigos da Wikipédia lusófona. Se quiser discutir sobre isso, um outro local seria mais interessante: um fórum de discussões na internet, ou um congresso de geografia, ou escreva um livro/tese, ou sei lá o que mais. Por favor, não interprete isso mal. Podemos resolver a parcialidade/controvérsia existente no artigo. No artigo Central America, há a seção Usage (tradução adaptada: Outros usos) que indica outros usos do termo "América Central" no mundo. Algo bastante semelhante ocorre na Wikipédia francófona, o artigo Amérique centrale contém a seção Définitions (Definições, em português).
Ah, veja gl:América Central (galego -- Ten 758.000 quilómetros cadrados e comprende as grandes e pequenas antillas e ós países centroamericanos), ca:Amèrica Central (catalão -- Inclou, d'oest a est, Guatemala, Belize, El Salvador, Hondures, Nicaragua, Costa Rica i Panamà, a més de les Antilles), fr:Amérique centrale (francês -- On peut dans certains cas ajouter à ces pays les Antilles), oc:America Centrala (ocitano -- Se pòt dins d'unes cas ajustar a aqueles païses las Antilhas), scn:Amèrica cintrali (siciliano -- ver predefinição), ro:America Centrală (romeno -- ver mapa), bs:Srednja Amerika (bósnio -- ver mapa), hr:Srednja Amerika (croata -- ver mapa), ku:Amerîkaya Navîn (curdo -- ver mapa), lt:Centrinė Amerika (lituano -- ver mapa), sw:Amerika ya Kati (suaíli -- ver mapa), tet:Template:Amérika Sentru (tétum -- ver mapa), zh-min-nan:Tiong Bí-chiu (min nan -- ver mapa). Łυαη fala! 18h38min de 11 de janeiro de 2010 (UTC)

Luan, você chegou exatamente onde eu queria, reconheceu a necessidade de analisar o que o mundo pensa sobre a Am. Central, e não apenas a lusofonia. No entanto, precisamos especificar o que escrever no artigo sem ser parcial (infelizmente a maioria das Wikipédias tratam a América Central com parcialidade, principalmente a em espanhol) e deixá-lo mais global possível. Para mim, se o artigo começasse assim já bastaria:

"A América Central é a região da América compreendida entre os istmos de Tehuantepec e do Panamá. Os países lusófonos e algumas outras nações costumam incluir o Caribe como parte da América Central."

Ainda será necessário diferenciar outroa aspectos regionais, mas é claro que será necessário uma revisão no restante do artigo. Sobre o mapa, se for mantida a versão da América Central e Caribe juntos, deve-se indicar na legenda que essa definição não é válida globalmente. Ah, só uma coisinha, Wikipédias menores às vezes dão informações imprecisas. A Wikipédia em romeno confunde tudo, a Wikipédia em Francês só traz as definições geográficas, históricas e políticas na seção Définitions e o trecho On peut dans certains cas ajouter à ces pays les Antilles está servindo apenas para deixar o artigo imparcial, e não está afirmando nada. Além disso, as Nações Unidas, de âmbito internacional, costumam se referir a América Central e o Caribe como regiões distintas (fonte). -Ramissés DC 23h32min de 11 de janeiro de 2010 (UTC)

A divisão da ONU não é lá essas coisas todas, afinal costuma representar a anglofonia, mas tudo bem. Devia ter aqui um artigo sobre a divisão do mundo feita pela ONU ou artigos especificamente sobre a definição dada por ela. Sem querer entrar muito em detalhes e discussões geográficas inapropriadas para aqui, mas ela inclui o Irã [e o Afeganistão] na Ásia Meridional.
Sobre os problemas das Wikipédias pequenas não concordo. Esses defeitos não acontecem só nelas, mas nas grandes também, inclusive aqui. Muitas vezes, como já disse, copia-se [traduzindo ao pé da letra] o conteúdo da wp.en para as outras. Daí o erro vem da Wikipédia em inglês.
Agora, minha opinião sobre o que fazer com o artigo é fazê-lo todo partindo da definição lusófona (istmo e antilhas) e reservar uma seção para as outras definições e usos do termo "América Central" pelos países, culturas e línguas. Łυαη fala! 17h04min de 18 de janeiro de 2010 (UTC)


Luan, respeito sua opinião, mas penso que qualquer artigo deve cobrir um assunto o mais globalmente possível, exatamente por não entrar em contradição com Wikipedia:Princípio da imparcialidade. Entretanto, isto não significa radicalizar com o artigo. Como já escrevi mais acima, basta escrever o artigo realçando o ponto de vista lusófono, mas mostrando as principais correntes utilizadas pelo restante do mundo no interior do texto quando necessário, coisa fácil para um bom editor. Outras correntes podem ser sim estar numa seção separada. -Ramissés DC 00h47min de 19 de janeiro de 2010 (UTC)
Ramisses, se o artigo for sempre levar suas informações com todas as definições/conceitos/visões/etc., ele ficará enfadonho de tão longo, e não terá uma clareza ou objetividade de qualidade. Pense assim, na parte de geografia, na hora de tratar dos pontos culminantes: "O ponto culminante da América Central é o Morro_A, mas se for excluídas as Antilhas da definição, passa a ser o Monte_B. A Montancha_C é o ponto mais alto da região caso foi incluído nela o México, mas se considerar América Média e Central como sinônimas, ele será o Pico_D." Já pensou? e na hora dos lagos, da área, das organizações existentes, dos dados econômicos, sociais? Serão inúmeras versões para cada informação dada. É por isso que defendo que o artigo seja baseado na visão lusófona predominante (América Central=istmo+antilhas), e seja reservado um espaço (um seção) para tratar das outras visões, definições e conceitos para o termo "América Central". Łυαη fala! 00h52min de 23 de janeiro de 2010 (UTC)

Luan, você entendeu errado. Veja no meu comentário mais acima, onde eu disse que não é necessário "radicalizar" com o artigo, e que um bom editor sabe deixar um artigo o mais imparcial possivel sem entrar em delongas desnecessárias. -Ramissés DC 01h18min de 23 de janeiro de 2010 (UTC)

As vezes, acho que a Wikipédia foi feita para emburrecer as pessoas. Enquanto a wiki-pt diz que América Central é apenas a parte ístimica (quando qualquer todo e qualquer Atlas, os quais desenvolvidos por geógrafos, não por wikipedistas palpiteiros, inclui as ilhas do Caribe) e que a parte insular forma uma região à parte (nunca vi em lugar algum as Américas sendo divididas em quatro regiões), a wiki-en diz na predefinição que o Panamá pode ser considerado parte da América do Sul: [1]. Robertogilnei (discussão) 13h07min de 20 de abril de 2010 (UTC)




Sei que a discussão é muito velha, queria apenas adicionar algo: o próprio conceito de "continente", varia de lugar para lugar. Recentemente passei a perceber que países anglófonos (e outros, talvez por influência daqueles) pensam em "continent" como apenas a parte de terra firme contínua, excluindo ilhas (a Grã-Bretanha seria uma ilha associada à Europa, ou que margeia a Europa, mas não do continente Europeu propriamente dito, segundo este pensamento). Enquanto isso, outras culturas (como as nossas) associam a palavra "continente" a "parte do mundo", uma região, que pode incluir ilhas e regiões marítimas costeiras.