Disgrace and Terror

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Disgrace and Terror é uma banda brasileira de thrash e death metal formada em 2001 em Belém.

História[editar | editar código-fonte]

A banda foi formada em agosto de 2001 com a proposta de tentar resgatar a qualidade e agressividade do thrash e death metal da década de 1980.[1]

A primeira apresentação da banda nos palcos de Belém ocorreu em fevereiro de 2002 na segunda versão do festival Barulho Brutal. Após isso, a banda se apresentou nos principais festivais de metal realizados no mesmo ano no Pará, sendo eles o World Cremation, Xtreme War Lust, Belém Underground II e Kaverna Fest Rock. Fez ainda shows fora do estado, como na primeira edição do São Luís Rock Festival ao lado de bandas de todo o Brasil.[2]

Apresentando um crescimento no cenário local, a Disgrace and Terror passou a abrir shows em Belém de bandas conceituadas no cenário brasileiro como Krisiun,[3] Funeratus, Torture Squad, Nervo Chaos, Andralls, Claustrofobia e Executer, além das bandas estadunidenses Malevolent Creation[4] e Cannibal Corpse.[5]

Em julho de 2003 a banda gravou o CD-demo "The War", no estúdio Audio Mix em Belém, obtendo boa repercussão e elogios da crítica especializada.[6][7] Em setembro de 2004 foi gravado em sistema analógico o álbum "Shadows of Violence", no estúdio Da Tribo, em São Paulo,[8] onde já gravaram conceituadas bandas do estilo no Brasil. O álbum contém 12 faixas e foi lançado de forma independente em agosto de 2005. Ainda no mesmo ano a banda participou da 6ª edição do Brutal Devastation, um dos maiores festivais do underground brasileiro, realizado em Belo Horizonte, Minas Gerais.[9][10]

Em 2006 a banda foi incluída em uma coletânea lançada pelo selo Ná Figueredo Records com 15 bandas do Pará, entre elas o Stress,[11] chamada Peso Pesado – Açaí Pirão Metal, para comemorar os 15 anos de existência do programa de rádio local Peso Pesado[12][13][14] e na coletânea "Metal Sangrento" da edição 17 da Metal Blood Magazine.[15] A banda também iniciou a primeira parte da turnê de divulgação do álbum "Shadows of Violence". Essa turnê passou por dez cidades em seis estados do norte e nordeste do Brasil, com destaque para a participação no tradicional Festival Forcaos realizado em Fortaleza, Ceará.[16] A boa repercussão do álbum "Shadows of Violence" fez com que a banda começasse a ser entrevistada por meios de comunicação social internacionais, como a revista neerlandesa Archaic Magazine.[17] No final do mesmo ano a banda participou do III Fuckin' Chistmas, que foi filmado para ser lançado em DVD.[18] No início de 2007 a banda muda a formação com a entrada do guitarrista Sérgio Inferno e continuou com a sua turnê, vindo a somar mais de vinte shows em nove estados diferentes do Brasil. Em 2008 foi dada continuação à divulgação do álbum no interior do Pará com shows em mais seis cidades. Em 2009 a banda completou oito anos de existência anunciando mais uma turnê chamada "Nordeste of Violence", passando por nove cidades em mais seis estados do nordeste, carregando na bagagem o álbum split com a banda Inferno Nuclear chamado "Terror Nuclear",[19] que conta com quatro canções inéditas da Disgrace and Terror e que foi lançado em parceria com os selos Distro Rock e Freemind.[20][21][22] Encerrando o ano de 2009, a banda fez o show de abertura para a banda inglesa Onslaught[23] em sua "South of Hell Tour" em Belém e, na data em que é comemorado o natal pelos cristãos, realizou o show Christmas in Hell.[24]

No início de 2010, juntando-se aos antigos integrantes Rot (vocais), Aldyr Rod (bateria) e Rômulo Machado (contrabaixo), Renato Costa assume o posto de novo guitarrista da banda. No ano de 2010 a banda foi objeto do trabalho acadêmico "Do fanzine ao ciberespaço: a evolução da divulgação musical através da plataforma myspace" de Marcelo Barros Araújo, que foi apresentado no X Encontro Humanístico da UFMA realizado em São Luís, Maranhão, de 22 a 26 de novembro de 2010.[25]

Em 2011 a banda completou 10 anos de estrada e, para comemorar em grande estilo, fez uma turnê por seis países da Europa (Alemanha, Bélgica, Espanha, Países Baixos, Polônia e Portugal), entre outubro e novembro, para onde foi convidada a fazer apresentações em meio a festivais e eventos de rock em aproximadamente vinte apresentações.[26][27] Durante a turnê, fecharam com três gravadoras, da Alemanha, de Portugal e da Espanha para, ao longo de 2012, gravar trabalhos.[28][29]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de Estudio[editar | editar código-fonte]

  • Shadows of Violence (2005)
  • The Final Sentence (2013)
  • El Papa Negro (2015)

Demos[editar | editar código-fonte]

  • The War (demo, 2003)

Split[editar | editar código-fonte]

  • Terror Nuclear (split, 2009)

Coletânea[editar | editar código-fonte]

Special Edition European Tour (2011)

Referências

  1. Thundergodzine. «Entrevista: Disgrace and Terror». Consultado em 14 de junho de 2011 
  2. Cifra Club News (11 de julho de 2003). «Ainda dá tempo de conferir o 1º São Luís Rock Festival». Consultado em 14 de junho de 2011 
  3. Whiplash.net (11 de maio de 2003). «Krisiun (Complexo São Braz, Belém, 11/05/03)». Consultado em 14 de junho de 2011 
  4. Whiplash.net (18 de setembro de 2003). «Malevolent Creation (Cazuza's, Belém, 18/09/03)». Consultado em 14 de junho de 2011 
  5. Whiplash.net (20 de maio de 2004). «Maranhão Metal Fest leva Cannibal Corpse ao Nordeste». Consultado em 14 de junho de 2011 
  6. Roadie Crew (Edição #65 de 2004). «Garage Demos». Consultado em 18 de junho de 2011  Verifique data em: |data= (ajuda)
  7. Heavy Metal Brasil. «Disgrace and Terror - The War». Consultado em 18 de junho de 2011 
  8. Whiplash.net (2 de março de 2005). «Novo cd da banda Disgrace and Terror». Consultado em 14 de junho de 2011 
  9. Stay Heavy (21 de setembro de 2005). «Brutal Devastation atinge 70 bandas diferentes em 7 edições». Consultado em 14 de junho de 2011 
  10. Whiplash.net (19 de agosto de 2005). «6º Brutal Devastation Festival em Belo Horizonte, MG». Consultado em 14 de junho de 2011 
  11. Stay Heavy (24 de fevereiro de 2006). «Ná Figueredo Lança Coletânea com bandas de Metal paraenses». Consultado em 14 de junho de 2011 
  12. Stay Heavy (13 de janeiro de 2006). «Peso Pesado e Ná Figueredo Rec. lançam coletânea de Metal paraense». Consultado em 14 de junho de 2011 
  13. Rock Land (27 de janeiro de 2006). «Coletânea de rádio reúne metal da Amazônia». Consultado em 14 de junho de 2011 
  14. Whiplash.net (27 de janeiro de 2006). «Coletânea de rádio reúne metal da Amazônia». Consultado em 14 de junho de 2011 
  15. Whiplash.net (24 de fevereiro de 2006). «Lançada a 17ª edição do Metal Blood Magazine». Consultado em 14 de junho de 2011 
  16. Diário do Nordeste (14 de julho de 2006). «Rock & reflexão». Consultado em 14 de junho de 2011 
  17. Archaic Magazine (3 de maio de 2006). «Disgrace and Terror (BRA)» (em inglês). Consultado em 14 de junho de 2011 
  18. Whiplash.net (14 de dezembro de 2006). «Festival do Pará será filmado para DVD». Consultado em 14 de junho de 2011 
  19. Stay Heavy (2 de setembro de 2009). «Nova parceira Distro Rock + Free Mind Records». Consultado em 14 de junho de 2011 
  20. Diário do Pará (22 de fevereiro de 2010). «Heavy paraense no 6º Fireball Rock Fest». Consultado em 14 de junho de 2011 
  21. Novo Metal (13 de julho de 2010). «Disgrace and Terror e Inferno Nuclear - Terror Nuclear (Split)». Consultado em 14 de junho de 2011 
  22. Roadie Crew (1 de setembro de 2009). «Split com Inferno Nuclear e Disgrace And Terror lançado pela parceira Distro Rock/Free Mind». Consultado em 14 de junho de 2011 
  23. A Ilha do Metal (23 de junho de 2010). «Bandas Nacionais: Disgrace and Terror». Consultado em 14 de junho de 2011 
  24. Diário do Pará (24 de dezembro de 2009). «Você não sabe cadê o espírito natalino?». Consultado em 14 de junho de 2011 
  25. UFMA (2010). «X Encontro Humanístico - Caderno de programação e resumo» (PDF). Consultado em 14 de junho de 2011 
  26. O Liberal (4 de outubro de 2011). «Banda paraense faz turnê pela Europa». Consultado em 19 de junho de 2012 
  27. Diário do Pará (1º de setembro de 2011). «Banda paraense de rock faz turnê pela Europa». Consultado em 19 de junho de 2012 
  28. O Liberal (4 de janeiro de 2012). «Metal com sotaque do Pará». Consultado em 19 de junho de 2012 
  29. InterJornal (4 de janeiro de 2012). «O mundo como palco do metal». Consultado em 19 de junho de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]