Torture Squad

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Torture Squad
Informação geral
Origem São Paulo,  São Paulo
País  Brasil
Gênero(s) Death metal, Thrash metal
Período em atividade 1990 - atualmente
Gravadora(s) Secret Seevice Records
Afiliação(ões) Metal
Integrantes Amilcar Christófaro
Castor
Mayara Puertas
Rene Simionato
Ex-integrantes Cristiano Fusco
Marcelo Fusco
Marcelo Dirceu
Fúlvio Pelli
Mauricio Nogueira
Augusto Lopes
Vitor Rodrigues
André Evaristo
Página oficial [1]

Torture Squad é uma banda de thrash/death metal de São Paulo, fundada em 1990. Hoje, é formada por Amilcar Christófaro (bateria), Castor (baixo e vocal), Rene Simionato (guitarra) e Mayara "Undead" Puertas (vocal).

História[editar | editar código-fonte]

O Torture Squad começou em 1990 na Zonal Sul da cidade de São Paulo, tendo Cristiano Fusco como guitarrista e fundador, Marcelo Fusco na bateria e Marcelo Dirceu no baixo e voz. Tocando no underground da cena metal paulistana e com nenhum trabalho gravado até o começo da década de 90, a banda se dissolve ficando somente o guitarrista.

Em 1993, recrutando novos integrantes, Fusco convida para se juntar a banda o baterista Amilcar Christófaro (RTH), o baixista Castor (Toxic Stage), o vocalista Vitor Rodrigues (RTH) e o guitarrista base Fulvio Pelli (RTH), dando a banda um novo recomeço. No mesmo ano a banda grava sua primeira demo chamada A Soul in Hell, e em seguida, Fúlvio Pelli a deixa.

Com quatro integrantes no line-up, a banda grava seu primeiro álbum, Shivering, (1995), mas só o lançam em março de 1998, de forma independente. Quando a primeira edição estava por esgotar, um novo selo brasileiro, chamado Destroyer Records, se interessa em relançá-lo, e a partir de então, Torture Squad e Destroyer Records começam a trabalhar juntos.

A gravadora se mostra interessada em lançar o próximo álbum do Torture Squad e a partir daí, a banda começa a compor para o segundo álbum que viria a ser o Asylum of Shadows. Em dezembro de 1999, o novo álbum é lançado, rendendo uma pequena turnê na Alemanha em 2000 e em dezembro de 2001 lançam The Unholy Spell.

Em 2002 Cristiano Fusco, o último membro original, deixa a banda[1]. Para seu lugar é chamado Maurício Nogueira, ex-guitarrista do Krisiun. Com a formação estabilizada, entram em estúdio para gravar seu quarto álbum e em 2003 lançam Pandemonium. O álbum foi gravado nos Estúdios Mr. Som, e produzido pelos integrantes do Korzus, Marcello Pompeu e Heros Trench. As faixas "Horror and Torture" e "Pandemonium" ganharam videoclipes.

Na metade do ano de 2004, o Torture Squad lança seu quinto álbum Death, Chaos and Torture Alive juntamente com o DVD homônimo, gravado na casa de shows Led Slay, em São Paulo, em abertura ao show do Desaster[2].

Em 2006 eles realizam uma turnê de dois meses tocando em cidades na Alemanha e Áustria e lançam seu primeiro EP Chaos Corporation como uma prévia para o próximo álbum chamado Hellbound.

A banda é escolhida em maio de 2007 para representar o Brasil no "Metal Battle" do festival Wacken Open Air.[3] Após três meses o Torture Squad vence a competição rendendo um contrato com a gravadora Wacken Records e a garantia de retornar aos palcos do festival em 2008.[4]

Este resultado também permitiu ao Torture Squad o lançamento do álbum Hellbound na Europa e no Brasil. Porém, no começo do ano de 2008, Maurício Nogueira deixa a banda por motivos particulares. Para substituí-lo é chamado Augusto Lopes, da banda Eternal Malediction.[5]

Com este line-up, o Torture Squad retorna à Europa para realizar a maior turnê até então, tocando em 20 países e fazendo mais de 70 shows, incluindo o show no festival Wacken Open Air.

Em 2009, depois do lançamento de Hellbound, a banda realiza mais uma turnê europeia ao lado de duas lendas do thrash metal mundial, Overkill e Exodus. A turnê começa na metade de fevereiro em Londres, onde o grupo brasileiro se apresenta pela primeira vez, e conta com mais 12 shows em países como Espanha, Alemanha, Itália, Holanda, Suíça e República Tcheca.

O álbum Aequilibrium foi lançado na Europa em agosto de 2010 pela junção Wacken Records / H’art / Zebralution / SAOL. A banda gravou uma nova versão para a faixa título de seu terceiro álbum The Unholy Spell que foi incluída como bônus com o título de "The Unholy Spell 2010". O álbum foi gravado no Norcal Studios em São Paulo/Brasil com os produtores Brendan Duffey e Adriano Daga.

Em janeiro de 2011, o guitarrista Augusto Lopes deixa o Torture Squad e André Evaristo Magister / Sounder o substitui. Em Abril de 2012, o vocal Vitor Rodrigues deixa o Torture Squad. O guitarrista André Evaristo assume os vocais dividindo-os em algumas partes com Castor.

No ano de 2013, a banda comemora 20 anos do lançamento do primeiro registro em estúdio, a demo-tape A Soul in Hell, celebrados na turnê Twenty Years Torturing People Tour 1993-2013, iniciada em maio na Europa ao lado do Artillery, Gama Bomb e Tantarana, com 18 shows em 20 dias.

De abril a agosto de 2013 a banda escolhe novamente o Norcal Studios para gravar seu sétimo álbum de estúdio intitulado Esquadrão de Tortura, repetindo a parceria de Brendan Duffey e Adriano Daga na produção. Esquadrão de Tortura é o primeiro álbum da banda com título em português, gravado como um trio e o primeiro conceitual lírico, contando em ordem cronológica, o período em que o Brasil foi governado por um regime militar (1964 a 1985).

Esquadrão de Tortura foi lançado oficialmente no Brasil no dia 15 de novembro, dia da Proclamação da República do Brasil.

Em 2014, nos meses de Julho /Agosto, a banda faz sua segunda turnê sul americana com 13 shows em quatro países; Chile, Peru, Equador e Paraguai. Finalizam o ano gravando no dia 20 de dezembro em São Paulo, o show para ser lançado em DVD intitulado Coud d´État Live, previsto para ser lançado no segundo semestre de 2015.

Torture Squad

Em setembro de 2015, o vocalista/guitarrista André Evaristo deixa o Torture Squad pra seguir outros projetos pessoais, sendo assim a banda volta ao seu line-up tradicional como quarteto trazendo Mayara “Undead” Puertas (Ex-Necromesis) nos vocais e Rene Simionato (Ex-IN RUÍNAS e GUILLOTINE) na guitarra, dando continuidade a tour do cd e dvd ao vivo “Coup D´État Live”.

Já com a nova formação, a banda apresenta o EP “Return of Evil”, que conta com quatro músicas; as inéditas “Return of Evil” e “Swallow Your Reality”, “Iron Squad” e a regravação de “Dreadful Lies”, música originalmente lançada no primeiro álbum Shivering de 1998. O EP também tem como faixa multimídia o vídeo clipe de “Return of Evil” e um mini documentário da gravação, contendo vídeos de “Dreadful Lies” e “Iron Squad” feitos exclusivamente para o EP, que foi lançado em março de 2016 e posteriormente em Lp com dois bônus ao vivo da Return of Evil World Tour 2016 ,numeradas e com somente 300 cópias . Uma curiosidade sobre a capa do EP é que a arte da capa é assinada por um dos mais renomados desenhistas brasileiros, o mestre Eugênio Colonnese (1929 – 2008), avõ do guitarrista da banda, Rene Simionato.

Em Setembro de 2016, a banda faz uma turnê histórica no Brasil com 28 datas em 32 dias cruzando o país de norte a sul[6]. Logo após a turnê brasileira, a banda embarca pra mais uma turnê europeia com 19 datas em 7 países. A turnê do Ep Return of Evil finaliza em fevereiro de 2017 com 13 shows em 16 dias, passando pelas cidades do interior de São Paulo e Paraná. Em Abril do mesmo ano a banda inicia as gravações do oitavo álbum intitulado "Far Beyond Existence", lançado em 13 de Julho[7], dia "Dia Mundial do Rock".

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Atuais[editar | editar código-fonte]

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Cristiano Fusco - Guitarra (1990-2002)
  • Marcelo Fusco - Bateria (1990-1993)
  • Marcelo Dirceu - Baixo e Vocal (1990-1993)
  • Vitor Rodrigues - Vocal (1993-2012)
  • Fúlvio Pelli - Guitarra (1993)
  • Mauricio Nogueira - Guitarra (2002-2008)
  • Augusto Lopes - Guitarra (2008-2011)
  • André Evaristo - Guitarra (2011-2015), Vocal (2012-2015)

Timeline[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Álbuns Ao Vivo[editar | editar código-fonte]

EPs[editar | editar código-fonte]

Demos[editar | editar código-fonte]

  • A Soul in Hell - 1993

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Torture Squad