Edmundo Tudor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edmundo Tudor
Conde de Richmond
Cônjuge Margarida Beaufort [1]
Descendência
Henrique VII [1]
Nome completo
Maria Henrietta Stuart
Casa Tudor
Pai Owen Tudor [1]
Mãe Catarina de Valois [1]
Nascimento 1430
Hertfordshire ou Bedfordshire, Inglaterra
Morte 1 de novembro de 1456 (26 anos)
Carmarthen, País de Gales

Edmundo Tudor, Conde de Richmond (14301 de Novembro 1456) era filho de Owen Tudor, um nobre galês, e de Catarina de Valois, princesa de França e viúva do rei Henrique V. [1]

Nascimento e primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Edmundo nasceu no Palácio de Much Hadham em Hertfordshire ou em Hadham, Bedfordshire, sendo o filho mais velho de Owen Tudor e Catarina de Valois (viúva do Rei Henrique V de Inglaterra). [1] A condição de Edmundo à data do seu nascimento era incerta, dado que os seus pais ou não eram casados ou o casamento era ilegal, uma vez que rainhas consortes estavam proibidas por lei de voltar a casar.

Em 1436, a sua mãe internou-se na Abadia de Bermondsey onde viria a morrer em 1437. A partir daí, Edmundo e o seu irmão Jasper foram criados por Catarina de la Pole, a Abadessa de Berking, com quem permaneceram até 1442. A Abadessa entregou-os então ao cuidado do Rei Henrique VI que, por sua vez, os enviou para junto de padres para serem educados. Quando Edmundo cresceu, Henrique decidiu recebê-lo na sua corte. Edmundo foi feito cavaleiro no dia 15 de Dezembro de 1449 e chamado ao parlamento com o título de Conde de Richmond no dia 30 de Janeiro de 1452, título que se tornou oficial no dia 6 de Março do mesmo ano. O seu irmão Jasper foi nomeado Conde de Pembroke. Nas sessões parlamentares de 1453, Edmundo foi declarado filho legitimo. O Rei Henrique concedeu-lhe grandes empréstimos, particularmente em 1454.

Casamento com Margarida Beaufort[editar | editar código-fonte]

Em 1452, Lady Margarida Beaufort, a filha de 9 anos do Duque de Somerset, foi chamada à corte do seu primo em segundo-grau, o Rei Henrique, e, no dia 1 de Novembro de 1455, no Castelo de Bletsoe, casou-se com Edmundo. [2] Depois da queda de Somerset, Edmundo e o seu irmão Jasper tinham sido os tutores conjuntos de Margarida. [1] Ela tinha 12 anos quando se casou e ficou grávida no ano seguinte.

Captura, aprisionamento e morte[editar | editar código-fonte]

Contudo, a Guerra das Rosas tinha começado e Edmundo (um Lencastre) foi capturado pelo Iorque William Herbert em meados de 1456. [3] Hebert prendeu-o no Castelo de Carmarthen, no sul do País de Gales, onde acabaria por morrer de praga no dia 3 de Novembro de 1456, sendo enterrado lá. A sua elegia foi escrita por Lewis Glyn Cothi. Com a dissolução dos mosteiros em 1539, os seus restos mortais foram transferidos para o coro da Catedral de São David.

O único filho de Edmundo, o futuro Rei Henrique VII, nasceu no Castelo de Pembroke, quase três meses depois da morte do pai. [1] [4]

Referências

  1. a b c d e f g h Fernando, Luiz (2006). Sagres Senac [S.l.] p. 77. ISBN 9788598694184. 
  2. Officina de Joseph Antonio Da Sylva (1735). Historia Genealogica Da Casa Real Portugueza, Desde A Sua Origem Ate' O Presente, com as Familias illustres, que procedem dos Reys, e dos Serenissimos Duques de Bragança Na Officina de Joseph Antonio Da Sylva, Impressor da Academia Real [S.l.] p. 329. 
  3. Griffiths, Ralph Alan (1993). Sir Rhys Ap Thomas and His Family: A Study in the Wars of the Roses and Early Tudor Politics University of Chicago Press [S.l.] p. 333. ISBN 9780708312186. 
  4. Baumgaertner, Wm. E. (2010). Squires, Knights, Barons, Kings: War and Politics in Fifteenth Century England Trafford Publishing [S.l.] p. 504. ISBN 9781426907692. 
Precedido por
nova criação
Conde de Richmond
23 de Novembro de 14521 de Novembro de 1456
Sucedido por
Henrique Tudor
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.