Elói Pietá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Elói Pietá
Elói Pietá, professor, advogado e ex-prefeito de Guarulhos
36° Prefeito de Guarulhos
Período 1º de janeiro de 2001
até 31 de dezembro de 2008
Antecessor Jovino Cândido
Sucessor Sebastião Almeida
Deputado Estadual de São Paulo
Período 15 de março de 1991
até 31 de dezembro de 2000
Vereador de Guarulhos
Período 1º de janeiro de 1983
até 31 de dezembro de 1990
Dados pessoais
Nome completo Elói Alfredo Pietá
Nascimento 10 de agosto de 1944 (75 anos)
Gaurama, RS, Brasil
Cônjuge Janete Pietá
Partido PT
Profissão Professor e advogado

Elói Alfredo Pietá (Gaurama, 10 de agosto de 1944) é um professor, advogado e político brasileiro, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT). Foi vereador, deputado estadual e prefeito de Guarulhos de 2001 até 2008.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido no Rio Grande do Sul e morador de Guarulhos desde 1980, foi vereador na cidade entre 1983 e 1990, chegando a ser presidente da Casa. Na Assembleia Legislativa de São Paulo, chegou em 1990, sendo reeleito duas vezes: em 1994 e 1998, tendo sido líder do PT na Casa, dedicando-se principalmente ao tema da segurança pública e ao combate ao crime organizado.

Em 2000, foi eleito pela primeira vez prefeito de Guarulhos, no segundo turno,[1] com 213.838 votos (50,13% dos votos válidos). Em 2004 foi reeleito com 278.555 votos (53,58% dos votos válidos) no primeiro turno,[2] superando Jovino Cândido, que terminou em segundo, com 30,63%.

Atualmente Elói Pietá faz parte do conselho curador[3] da Fundação Perseu Abramo, instituição onde exerceu o cargo de vice-presidente de 2009 a 2012.

Em 2016 se candidatou novamente para o cargo de prefeito tentando emplacar uma quinta gestão petista consecutiva à frente do segundo município mais populoso do estado de São Paulo, mas obteve 116.676 votos (19,32% dos votos válidos) ficando em terceiro lugar na disputa.[4]

Em janeiro de 2018, teve o apoio de quase 7.500 filiados conseguindo registrar a sua pré-candidatura a governador do Estado de São Paulo[5], porém, em 24 de março, nas prévias para candidato ao governo de São Paulo, recebeu apenas 175 votos dos 850 delegados que compareceram ao 19º Encontro Estadual do PT, perdendo, portanto, a vaga para o candidato Luiz Marinho.[6]

Em outubro do mesmo ano, concorreu a uma cadeira na Câmara Federal, como deputado federal, mas com 52.773 mil votos não conseguiu se eleger.[7]

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Jovino Cândido
Prefeito de Guarulhos
20012008
Sucedido por
Sebastião Almeida