Embaixada do Brasil em Tegucigalpa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Embaixada do Brasil em Tegucigalpa
Brasil
Brasil
Honduras
Honduras
Prédio da embaixada brasileira em Tegucigalpa.
Prédio da embaixada brasileira em Tegucigalpa.
Localização
Endereço Calle Republica del Brasil, 2301
Tegucigalpa
Embaixada de Honduras em Brasília • Lista de embaixadores

A Embaixada do Brasil em Tegucigalpa é a missão diplomática brasileira em Honduras. Está localizada na Calle Republica del Brasil, 2301.

Refúgio para Manuel Zelaya[editar | editar código-fonte]

Na manhã do dia 28 de junho de 2009, ocorreu um golpe militar, desencadeado quando o Exército, em cumprimento a um mandado de prisão emitido pelo Poder Judiciário, prendeu o então presidente hondurenho Manuel Zelaya. Os militares e tropas da polícia federal o colocaram em um avião, com destino à Costa Rica,[1]

Em 21 de setembro de 2009, Zelaya retornou a Honduras escondido, refugiando-se na embaixada brasileira em Tegucigalpa.[2] Segundo ele, a decisão pela embaixada brasileira foi "por causa da vocação democrática do Brasil, do presidente Lula e de Marco Aurélio Garcia [assessor internacional da Presidência]. E também pelo peso internacional que eles têm".[3] No dia 22, uma manifestação pró-Zelaya em frente à Embaixada do Brasil em Honduras acabou em confrontos. Soldados lançaram gás lacrimogêneo e balas de borracha contra a multidão, que se dispersou.[4] Em 10 de dezembro de 2009, a diplomacia brasileira deu um ultimato para Zelaya deixar a embaixada até o dia 27 de janeiro de 2010, que é quando termina o seu mandato.[5] De fato, nessa data, depois de passar mais de quatro meses refugiado na embaixada brasileira, Manuel Zelaya embarcou para o exílio.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências