Emily Fields

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Emily Fields-DiLaurentis
Personagem fictícia de Pretty Little Liars
Emily Fields.png
Dados de produção
Primeira aparição Livros:
Maldosas
Série de TV:
"Piloto" (1.01)
Última aparição Livros:
Vicious
Criador(es) Sara Shepard
Intérprete Shay Mitchell
Características
Nascimento 19 de novembro de 1993

(25 anos)

Apelido(s) Emmy
Em
Sereia (por Alison em seu diário)
Girl Crush (por Alison em seu diário)
Americana (por CeCe Drake)
Pseudônimo(s) Heather Murphy
Gênero Feminino
Ocupação(ões) Estudante (anteriormente)
Nadadora (anteriormente)
Barista no The Brew (anteriormente)
Técnica de natação em Rosewood High
Residência(s) Rosewood, Pensilvânia
Relacionamentos
Família Pam Fields (mãe)
Wayne Fields (pai)
Carolyn Fields (irmã; apenas nos livros)
Alison DiLaurentis- Fields (esposa)/ Lily Dilaurentis - Fields ( filha ) Grace Dilaurentis - Fields ( filha)

Emily Fields é uma personagem fictícia da série de TV e livros Pretty Little Liars. Ela é interpretada por Shay Mitchell. Ela é uma sênior na escola e está querendo frequentar a faculdade para a natação.

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

Emily é descrita como tendo cabelo castanho escuro. Ela tem ombros largos e pernas finas, mas musculares, e na maioria das vezes usa jeans e camisetas de natação. Durante anos, ela usou a pulseira da amizade Alison fez para ela. Emily também é supersticiosa e embora a maioria de suas superstições sejam exclusivas apenas para ela; por exemplo, fazendo um desejo em "4:56" em vez de "11:11".[1]

Adaptação para televisão[editar | editar código-fonte]

Na adaptação para a TV, a personalidade de Emily é geralmente a mesma que em seu homólogo nos livros. Ela é a atleta do grupo e participa na natação competitiva. No show, ela é de ascendência irlandesa-escocesa, coreana e filipina, com cabelos escuros e olhos castanhos, e seu estilo de vestir-se é mais extrovertido. Além disso, ela também é lésbica, não bissexual, (apesar de ter se relacionado com homens antes de descobrir a sua verdadeira identidade) e não tem sido demonstrado que é supersticiosa. Ela finalmente tirou a pulseira da amizade que Alison deu a ela em uma tentativa de deixar ir os seus sentimentos por Alison. Demonstrou-se no primeiro episódio que Emily tinha sentimentos por Alison.

Emily é a fiel no grupo de Alison DiLaurentis. Ela sempre vira um "cachorro valente"–como suas próprias amigas dizem–quando falam mal de Alison. Durante sua convivência com Alison, Emily mostrou-se apaixonada e até a beijou algumas vezes. Alison deixou bem claro que não queria nenhum ligamento com Emily senão amizade. Isso machucou muito os sentimentos de Emily.

Um ano após o desaparecimento de Alison, a família de Maya St. Germain mudou-se para a antiga casa em que os DiLaurentis viviam. Como um presente de boas-vindas, a mãe de Emily, Pam Fields, mandou a filha entregar uma cesta com alimentos para a família. Eventualmente, Emily e Maya foram se aproximando e o amor estre elas já estava visível. Emily tinha dificuldades em ser quem ela realmente era, pensando que isso a machucaria. No final da segunda temporada, Maya foi assassinada por um ex-namorado detento, deixando Emily devastada.

Além de Maya, Emily já foi romanticamente ligada à Paige McCullers–uma das vítimas do bullying de Alison—, Samara Cook, Talia Sandoval e Sara Harvey — que, mais tarde, revelou-se ser uma das ajudantes de "A".

Emily prestou todo seu apoio na volta da Alison para casa na 5° temporada. Em uma noite que Alison foi ameaçada por ''A'' elas decidiram que seria melhor a Alison dormir na casa dos Fields e ao dormirem na mesma cama Alison revela que os beijos dados a Emily não eram só para ajudar a revelar a sua opção sexual e sim que havia sentimentos e tinha medo de demonstrar e por fim se beijam.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Drusilla Moorhouse da E! Online notou que a personagem "transformou-se de uma menina confusa para um bebê durão." A Associação da Família da Flórida condenou o caráter de sua sexualidade, e a General Motors, posteriormente, puxou sua publicidade. No entanto, a GM negou o que eles fizeram em torno da identidade sexual do personagem.[2] A personagem estreou na sétima posição do Hot 100 da AfterEllen.com.[3]

Referências

  1. «Meet Emily Fields» (em inglês). Alloy Entertainment. Consultado em 18 de outubro de 2015 
  2. Fowler, Brandi (20 de agosto de 2011). «Are Advertisers Quitting Pretty Little Liars Because of Lesbian Character?». E! Online (em inglês). Consultado em 18 de outubro de 2015 
  3. Ebner, Juliette (11 de julho de 2011). «Drama Queen». Washington Blade (em inglês). Consultado em 18 de outubro de 2015