Era da informação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Era da Informação)


Era da informação (também conhecida como era digital ou era tecnológica) é o período que vem após a era industrial, mais especificamente após a década de 1980, embora suas bases tenham começado no princípio do século XX e particularmente, na década de 1970, com invenções tais como o microprocessador, a rede de computadores, a fibra óptica e o computador pessoal. Segundo Sendov (idem pag. 29),[1] computadores são instrumentos básicos que processam certo dado para gerar um tipo de comunicação, fornecendo dessa forma, o que conhecemos como informação. A palavra em si, segundo o autor, possui diversos significados em diversos contextos diferentes, mas que no geral, é algo que, ao ser armazenado, precisa ser processado para que então seja transmitido. Com o avanço da tecnologia, o autor acredita que haja cada vez mais um desenvolvimento de equipamentos que aumentem a capacidade de armazenamento, processamento e transmissão de informação. Rezende em "A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos[2]" diz que o "processamento de dados" era utilizado pelas empresas na década de 1960, onde os recursos eram processados em grandes computadores e que aos poucos as empresas começaram a dar certa importância para a "informática". Com o avançar dos anos, a "informática" se transforma no termo comumente conhecido de "Tecnologia de Informação", que pode ser considerada, segundo o autor, como um conjunto de recursos tecnológicos e computacionais, sendo destinados para armazenar dados, gerar informação e transmitir conhecimento. De acordo com o autor, o dado é considerado como um elemento da informação, seja ele formando por letras, números, dígitos, que, isoladamente, não trazer nenhum tipo de conhecimento. Surge então a informação, que se trata de um dado trabalho, tornando-o útil e com um valor significativo. Quando essa informação é trabalhada, é chamada de conhecimento. Para Sendov, (Entrando na era da informação. Estudos Avançados, v. 8, p. 28-32, 1994.) "Novas tecnologias de informação são decisivas para o desenvolvimento de qualquer país ou região. Para beneficiar-se das tecnologias de informação de ponta, envolvendo os mais avançados sistemas computacionais interconectados por redes de alta velocidade, é necessário um imenso investimento na construção de infraestrutura". O autor também complementa que um dos mais importantes investimentos é na área da educação, em todos os níveis, e na da pesquisa de alta qualidade em informática. Mesmo que o objetivo das novas tecnologias da informação seja construir computadores que possam competir com a mente humana, o fator humano nessa era será decisivo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  1. Sendov, Blagovest (abril de 1994). «Entrando na era da informação». Estudos Avançados: 28–32. ISSN 0103-4014. doi:10.1590/S0103-40141994000100008. Consultado em 25 de julho de 2021 
  2. Santana, Paula; Freitas, Ângela; Almendra, Ricardo (1 de dezembro de 2015). «Índice de Saúde da População nos últimos 20 anos». Centro de Estudos em Geografia e Ordenamento do Território (CEGOT): 80–105. ISBN 978-989-20-6012-5. Consultado em 25 de julho de 2021