Capela de São Jorge (Aljubarrota)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ermida de São Jorge)
Ir para: navegação, pesquisa
Capela de São Jorge, Centro de Interpretação Batalha de Aljubarrota.
Capela de São Jorge (Aljubarrota): porta norte, em arco quebrado.
Capela de São Jorge (Aljubarrota): gárgula zoomórfica.

A Capela de São Jorge localiza-se na freguesia de Calvaria de Cima, concelho de Porto de Mós, distrito de Leiria, em Portugal. Situada na área envolvente do Campo Militar de São Jorge, onde se feriu a Batalha de Aljubarrota (1385), está hoje integrada no Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota (CIBA), mantido pela Fundação Batalha de Aljubarrota.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Foi primitivamente referida como Ermida de São Jorge, uma vez que aqui existiu um ermitão. Este tinha o cuidado de manter à porta do templo uma bilha de água para satisfazer os peregrinos que ali passavam.[2]

A história da capela está intimamente ligada à afirmação da dinastia de Avis e à figura do condestável D. Nuno Álvares Pereira, que a mandou erguer em agradecimento pela vitória tão relevante para si e para a história do Reino de Portugal. De acordo com a inscrição epigráfica em seu interior, ergue-se onde, no dia da batalha (14 de agosto de 1385), o condestável havia depositado o seu estandarte. Esse local não foi escolhido por mero acaso, uma vez que nas manobras de posicionamento dos exércitos, a hoste sob o seu comando havia encontrado esta "pequena elevação com visibilidade técnica sobre o campo de batalha".

As obras iniciaram-se em 1393, sete anos após a batalha, e na sua origem, a capela não foi de invocação de São Jorge, mas sim da Virgem Maria.

Encontra-se classificada como Monumento Nacional por Decreto de 16 de junho de 1910.

Em 1928 o arquiteto suíço Ernesto Korrodi construiu um alpendre de planta retangular adossado à sua fachada principal.

Nos trabalhos de 1940, tentando evidenciar o seu primitivo aspecto, colocou-se a descoberto a porta lateral norte, em arco quebrado, que se presume ser um dos poucos elementos originais do conjunto.

Em 2004 sofreu nova intervenção de conservação e restauro.

Características[editar | editar código-fonte]

Exemplar de arquitetura religiosa.

Acredita-se que o templo conserva o essencial da sua primitiva traça, com uma nave única de planta retangular e capela-mor de planta quadrangular. Foi primitivamente edificada certamente de acordo com o estilo tardo-Gótico que então despontava no país. No entanto, durante o século XV e, presumivelmente, nas primeiras décadas do século XVI, o templo foi intervencionado.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Capela de São Jorge (Aljubarrota)