Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Economia da Bósnia e Herzegovina"

Sem alteração do tamanho ,  17h41min de 26 de julho de 2015
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 131.100.131.14 (usando Huggle))
| Despesas = 8 521 milhões ([[2012]])
}}
A par da [[República da Macedónia|Macedónia]], a '''[[Bósnia e Herzegovina]]''' era a mais pobre das repúblicas da antiga I[[República Socialista Federal da Jugoslávia|Jugosláviaugoslávia]]. A [[agricultura]] esteve sempre principalmente em mãos privadas, mas as quintas costumam ser pequenas e ineficientes e os bens alimentares são habitualmente uma das importações da república. A economia planificada deixou alguns legados na economia. Segundo as teorias económicas em voga, a indústria tem um grande excesso de pessoal. Sob a liderança do [[Josip Broz Tito|Marechal Tito]], a indústria militar foi colocada na república, e a Bósnia albergava uma grande porção das indústrias de defesa da Jugoslávia.
 
Três anos de guerras interétnicas destruíram a economia e as infraestruturas da Bósnia, causando um aumento exponencial do [[desemprego]] e uma queda na produção de 80%, já para não falar da morte de entre 60 e 200 mil pessoas e do deslocamento forçado de metade da população. Com uma paz instável no país, a produção recuperou entre [[1996]] e [[1998]] em grandes percentagens anuais, mas o crescimento abrandou consideravelmente em [[1999]] e o [[PIB]] permanece bem abaixo dos níveis de 1990.
Utilizador anónimo