Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Strom Thurmond"

sem resumo de edição
(Correção da URL e alongamento da informação.)
Serviu no [[Senado dos Estados Unidos]] entre 1954 e 1956 e entre 1956 até 2003. Ao deixar o cargo, era o senador com mais tempo de mandado da história norte-americana, embora mais tarde foi superado por [[Robert Byrd]] e [[Daniel Inouye]] em tempo de serviço. Deixou o cargo de senador aos cem anos, tornando-se também a pessoa mais velha a exercer um mandato no senado. Até os dias atuais, é o único membro de uma das casas do [[Congresso dos Estados Unidos]] a chegar aos cem anos de idade.<ref name="Strom Thurmond-2">{{Citar web |url=http://www.biography.com/people/strom-thurmond-9507157 |título=Strom Thurmond Biography |publicado=Bio |autor= |data= |acessodata=10 de maio de 2015}}</ref>
 
Conhecido por suas defesas a políticas [[Segregação racial nos Estados Unidos|segregacionistas]], foi descoberto em 2003 que ele tinha uma filha birracial, Essie Mae Washington-Williams, nascida em 1925 da [[empregado doméstico|trabalhadora doméstica]] [[afro-americanos|afro-estadunidense]] Carrie Butler.<ref name="Strom Thurmond-2"></ref><ref>{{Citar web |url=https://edition.cnn.com/2013/02/05/us/south-carolina-thurmond-daughter-obit/index.html |título=Strom Thurmond's secret biracial daughter dies at 87 |publicado=CNN |autor=Alan Duke |data=6 de fevereiro de 2013 |acessodata=10 de maio de 2015}}</ref> Nunca demonstrou publicamente, contudo, arrependimento por suas pautas segregacionistas, ainda que sua campanha contra a dessegregação tenha sido sua principal contribuição para a história política dos Estados Unidos.<ref>{{citar publicação|url=https://slate.com/news-and-politics/2002/12/the-legend-of-strom-s-remorse.html|primeiro=Timothy|último=Noah|título=The Legend of Strom’s Remorse|data=16 de dezembro de 2002|publicação=Slate|idioma=inglês}}</ref>
 
{{Referências}}