Ex Machina (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ex Machina
Ex Machina[1] (PRT)
Ex Machina: Instinto Artificial[2] (BRA)
 Reino Unido
 Estados Unidos

2015 •  cor •  108[3] min 
Direção Alex Garland
Produção Andrew Macdonald
Allon Reich
Produção executiva Scott Rudin
Eli Bush
Tessa Ross
Roteiro Alex Garland
História Alex Garland
Elenco Domhnall Gleeson
Alicia Vikander
Oscar Isaac
Gênero filme de drama
filme de ficção científica
Música Ben Salisbury
Geoff Barrow
Direção de arte Katrina Mackay
Direção de fotografia Rob Hardy
Figurino Sammy Sheldon Differ
Edição Mark Day
Companhia(s) produtora(s) DNA Films
Film4
Scott Rudin Productions
Distribuição Estados Unidos A24
Mundo Universal Pictures
Lançamento Reino Unido 21 de janeiro de 2015
Estados Unidos 10 de abril de 2015
Portugal 23 de abril de 2015
Idioma língua inglesa
Orçamento US$ 15 milhões[4]
Receita US$ 37 milhões[5]
Site oficial

Ex Machina (estilizado como ex_machina ou EX_MACHINA) é um filme de ficção científica e drama de 2015 sobre uma androide. Foi escrito e dirigido por Alex Garland, tendo sido a sua estreia como diretor. O filme é estrelado por Domhnall Gleeson, Alicia Vikander e Oscar Isaac.[6][7] O filme venceu o Oscar de Melhores Efeitos Visuais e também foi indicado para o Oscar de Melhor Roteiro Original em 2016.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Caleb Smith (Domhnall Gleeson) é um programador que trabalha no Bluebook, o motor de busca mais usado no mundo. Ele é escolhido para visitar a casa do excêntrico CEO da empresa, Nathan Bateman (Oscar Isaac), um gênio que mora e trabalha isolado numa casa nas montanhas. A única pessoa que mora com ele é Kyoko, uma governanta que não entende a língua deles.

Nathan revela que está trabalhando em projeto secreto e que Caleb foi recrutado para aplicar o Teste de Turing a uma robô humanoide dotada de inteligência artificial chamada "Ava". Caleb avisa que não é um teste justo, visto que que ele já sabe de antemão que trata-se de uma inteligência artificial, e não real; Nathan retruca dizendo que espera uma avaliação de relacionamento.

Nathan revela que usou informações pessoais de bilhões de usuários do Bluebook, gravando as buscas que eles faziam como indicadores de pensamento. Ele também se infiltrou em bilhões de celulares para gravar expressões e linguagens corporais das pessoas, para dar a Ava um comportamento mais realista.

À medida em que os dias passam, Caleb vai se afeiçoando a Ava, com quem ele conversa através de uma parede de vidro, uma vez que Ava encontra-se confinada. Ava usa seu sistema de recarga intencionalmente para provocar blecautes e anular o sistema de monitoramento. Durante um desses blecautes, ela diz a Caleb que Nathan é um mentiroso e que não merece confiança. O comportamento de Ava parece cada vez mais real, e Caleb se convence de que Nathan abusa de Ava. Ele conta a Ava que ela será reprogramada em breve, o que significa que sua personalidade atual efetivamente morrerá.

Uma noite, após Nathan pegar no sono depois de beber, Caleb assiste gravações de robôs previamente construídos e descobre que Kyoko é um deles. No dia seguinte, durante um blecaute, Caleb diz a Ava que embriagará Nathan, e pede que ela provoque um blecaute às 22 horas para que ele reprograme o sistema de segurança e ela possa fugir com ele. No dia seguinte, entretanto, Nathan se recusa a beber e revela que gravou a conversa deles do dia anterior através de uma câmera que funcionava com uma bateria. Ele diz a Caleb que Ava não está apaixonada por ele, e que está deliberadamente manipulando-o para fugir. Nathan revela então o motivo real pelo qual escolheu Caleb: ele era um jovem solitário, sem família e namorada, e ele queria ver se Ava conseguiria manipular os sentimentos de alguém em interesse próprio.

Quando Ava provoca o blecaute às 22 horas, Caleb revela que já havia reprogramado o sistema de segurança na noite anterior enquanto Nathan estava bêbado. Ava tenta fugir após conversar brevemente com Kyoko. Nathan dá um soco em Caleb, que cai inconsciente. Nathan, após ser atacado por Ava, arranca um braço dela, mas é esfaqueado pelas costas por Kyoko e em seguida por Ava, ambas sem demonstrar remorso. Nathan morre e Ava usa pedaços de outros robôs para adquirir uma aparência de uma mulher real.

Ava ignora os gritos de Caleb e o deixa preso, novamente sem qualquer remorso, e convence o piloto de helicóptero que veio buscar Caleb a levá-la no lugar dele, e foge, misturando-se à sociedade dos seres humanos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «Ex Machina». Portugal: CineCartaz. Consultado em 17 de agosto de 2019 
  2. «Ex Machina: Instinto Artificial». Brasil: CinePlayers. Consultado em 17 de agosto de 2019 
  3. «EX MACHINA (15)». British Board of Film Classification. 26 novembro de 2014. Consultado em 8 de junho de 2015 
  4. «Ex Machina's Alex Garland and Oscar Isaac Discuss Artificial Intelligence - Consequence of Sound». Consequence of Sound 
  5. «Ex Machina (2015) - Box Office Mojo». Consultado em 8 de junho de 2015 
  6. Murphy, Mekado (2 de abril de 2015). «'Ex Machina' Features a New Robot for the Screen». New York Times. Consultado em 8 de junho de 2015 
  7. Dowd, Maureen (25 de abril de 2015). «Beware Our Mind Children». New York Times. Consultado em 8 de junho de 2015 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme britânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.