Fúria (1936)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fury
Fúria (PRT/BRA)
 Estados Unidos
1936 •  p&b •  92 min 
Direção Fritz Lang
Roteiro Bartlett Cormack (roteiro)
Fritz Lang
Norman Krasna (história)
Elenco Sylvia Sidney
Spencer Tracy
Género drama policial
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Fury (Fúria[1][2] no Brasil e em Portugal) é um filme estadunidense de 1936, do gênero policial, dirigido por Fritz Lang.

É o primeiro filme estadunidense de Lang, que foi criticado por ter aceito a imposição do estúdio e inocentado o protagonista.[3]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Sylvia Sidney.... Katherine Grant
  • Spencer Tracy.... Joe Wilson
  • Walter Abel.... promotor
  • Bruce Cabot.... Kirby Dawson
  • Edward Ellis.... xerife
  • Walter Brennan.... 'Bugs' Meyers
  • Frank Albertson.... Charlie
  • George Walcott.... Tom
  • Arthur Stone.... Durkin
  • Morgan Wallace.... Fred Garrett
  • George Chandler.... Milton Jackson

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Spencer Tracy como Joe Wilson

Katherine Grant e Joe Wilson querem casar mas para isso precisam de dinheiro. Katherine aceita um emprego no Oeste, enquanto Joe continua em Chicago. Quando melhora de situação, ele compra um carro e vai ao encontro de Katherine. No meio do caminho, no entanto, ele é preso e confundido com um raptor de crianças, crime que enfurece a população local. Quando sabem da prisão de Joe, uma multidão raivosa invade a delegacia e ao não conseguir entrar na cadeia, a incendeia e Joe é dado como morto. Logo a seguir, o FBI prende os verdadeiros culpados pelo rapto e é iniciado o julgamento dos linchadores de Joe. Mas, contra as expectativas, Joe ainda está vivo. E não quer se revelar pois deseja se vingar de todos os que tentaram linchá-lo e espera que sejam condenados à morte.

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1937 (EUA)

  • Indicado na categoria de melhor roteiro original (Norman Krasna).

Referências

  1. Fúria (em português) no AdoroCinema (Brasil)
  2. Fúria (em português) no CineCartaz (Portugal)
  3. Peter Bogdanovich, audio commentary for Fury, Warners Home Video, 2005.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.