FN Minimi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
FN Minimi
M249 FN MINIMI DA-SC-85-11586 c1.jpg
Uma versão M249 do Minimi
Tipo Metralhadora leve
Local de origem Bélgica
História operacional
Em serviço 1982–presente
Guerras
Histórico de produção
Criador Ernest Vervier
Data de criação Final dos anos 70
Fabricante FN Herstal
FNH USA
Thales Australia
Beretta
Bofors Carl Gustav
Pindad
Período de
produção
1977–presente
Especificações
Cartucho Minimi: 5,56×45mm NATO
Maximi: 7,62×51mm NATO
Ação Gás operado, parafuso aberto
Sistema de suprimento 200 tiros carregador caixa ou 200-tiros e 100-tiros carregador bolsa ou 30-tiros M16-tipo STANAG carregador
Mira Abertura traseira, poste frontal
Um soldado canadense com a metralhadora FN Minimi.

A FN Minimi (abreviatura em francês: Mini Mitrailleuse; "mini metralhadora") é uma metralhadora leve 5,56mm desenvolvido pela empresa belga Fabrique Nationale (FN) em Herstal por Ernest Vervier. Introduzido pela primeira vez no final dos anos 70, está agora em serviço em mais de 75 países.[1] A arma é fabricada atualmente na fábrica da FN em Herstal e sua subsidiária FN Manufacturing LLC nos EUA. A arma é fabricada sob licença na Austrália, Canadá (C9), e EUA (M249 SAW).

A Minimi é uma metralhadora leve disparando de um parafuso aberto. É uma arma refrigerada a ar, capaz de ser apenas fogo totalmente automático. Pode ser alimentado por correia ou alimentado a partir de uma carregador. A Minimi é configurada em várias variantes: o modelo Padrão como uma arma de pelotão ou de apoio de pelotão, a versão Para para paraquedistas e o modelo de Veículo como armamento secundário para veículos de combate.

Detalhes do projeto[editar | editar código-fonte]

Mecanismo de operação[editar | editar código-fonte]

O que é surpreendente na Minimi é de conseguir aproveitar ao máximo a munição 5.56mm NATO de maneira a ser considerada uma GPMG (General Purpose Machine Gun) ou SAW (Squad Automatic Weapon), algo incomum para uma arma de calibre 5.56mm. Só possui modo automático, operada a gás, consegue usar carregadores de 30 munições STANAG, para além do cinto de munições solto ou vindo de caixas de 100 ou 200 munições sendo uma vantagem logística importante. Tem um regulador para a cadência de tiro para as posições normal e adverse, esta última só usada quando a arma tem demasiada sujidade ou sobre condições atmosféricas extremas. A arma usa o sistema de culatra aberta. Os canos têm uma capacidade de troca rápida, apesar de eles terem uma boa resistência ao aquecimento. O cano é arrefecido por ar e tem uma pega para o seu transporte ou para ajudar à troca de um cano quente. A Minimi tem como variante a versão PARA, com cano mais curto e coronha retráctil. Tem outras variantes como a C9 do Canadá e a M249 SAW dos EUA. Devido a todas estas características e mais algumas, é favorecida pelos exércitos e forças especiais de muitos países que apreciam as suas qualidades. Consegue ser apenas 40mm mais longa que a M16, não muito mais pesada e dar um muito bom suporte de fogo que vai até aos 1.100 tiros por minuto.

Características gerais[editar | editar código-fonte]

  • Calibre: 5.56mm NATO
  • Cano: 466mm, 6 raias à direita
  • Comprimento: 1040mm
  • Peso: 6.83 kg
  • Alimentação: cinto de balas, caixa de 100 ou 200 munições ou carregador de 30 munições
  • Operação: Gás, arrefecimento por ar
  • Ritmo de fogo: entre 750 e 1.100 tiros por minuto
  • Velocidade à boca: 915 m/s

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «IDEX 2015». fnherstal.com (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre FN Minimi