FN P90

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
FN P90
P90--.png
Tipo Submetralhadora de defesa pessoal
Local de origem Bélgica
História operacional
Em serviço 1990–presente
Guerras Guerra do Afeganistão
Guerra do Iraque
Guerra às drogas no México
Guerra Civil Líbia
Histórico de produção
Fabricante FN Herstal
Período de
produção
1986–90
Variantes
  • P90
  • PS90
Especificações
Comprimento 50 cm
Comprimento  11 1/2 polegadas

A FN P90 (também conhecido como FN Project 1990 PDWS) é uma submetralhadora de defesa pessoal compacta de 5,7×28mm, projetada e fabricada pela FN Herstal, na Bélgica.[1] Criado em resposta aos pedidos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) para a substituição de armas de fogo 9x19mm Parabellum, a P90 foi projetado como uma arma de fogo compacta, mas poderosa para tripulações de veículos, operadores de armas servidas pela tripulação, pessoal de apoio, forças especiais e grupos antiterrorismo.

Projetada em conjunto com a pistola FN Five-seven e a munição FN 5.7x28mm da OTAN,[2] o desenvolvimento da arma começou em 1986 e a produção começou em 1990 (derivando o "90" em sua identificação), após o que a munição de 5,7 × 28 mm foi reprojetada e encurtada.[3] Uma versão modificada do P90 com um carregador adaptado para usar a nova munição foi introduzida em 1993, e a pistola Five-seven foi posteriormente introduzida como uma arma de companhia usando a mesma munição de 5,7 × 28 mm.[4]

Apresentando um design bullpup compacto com uma visão reflexa integrada e controles totalmente ambidestros, a P90 é uma arma não convencional com uma aparência futurista.[5] Seu design incorpora várias inovações, como um carregador exclusivo montado no topo e a munição FN de pequeno calibre e alta velocidade de 5,7 × 28 mm.[5] Recursos integrados adicionais incluem mira laser visível ou infravermelho intercambiável e fonte de luz de trítio.

Está atualmente em serviço com forças militares e policiais em mais de 40 países, como Áustria, Brasil, Canadá, França, Grécia, Índia, Malásia, Polônia e Estados Unidos.[6] Nos Estados Unidos, está em uso por mais de 200 agências de aplicação da lei, incluindo o Serviço Secreto Americano (USSS).[7] Embora desenvolvido e inicialmente comercializado como uma PDW, também pode ser considerado uma submetralhadora ou um fuzil de assalto compacto.[5] Nos Estados Unidos, o fogo seletivo padrão P90 é restrito a militares, policiais ou detentores de certas Licenças de Armas de Fogo Federais (FFL) com o Imposto Ocupacional Especial (SOT). Desde 2005, uma versão semi-automática foi oferecida a usuários civis como o PS90.[8]

Referências

  1. Miller, David (2001). The Illustrated Directory of 20th Century Guns. London: Salamander Books Ltd. ISBN 9781840652451 
  2. Francotte, Auguste; Claude, Gaier; Robert, Karlshausen, eds. (janeiro de 2008). Ars Mechanica – The Ultimate FN Book. Vottem: Herstal Group. ISBN 9782874158773 
  3. Díez, Octavio (2000). Armament and Technology: Handguns. Barcelona: Lema Publications, S.L. ISBN 9788484630135 
  4. Watters, Daniel E. «The 5.56 × 45mm Timeline: 1990–1994». The Gun Zone. Consultado em 24 de outubro de 2021. Arquivado do original em 4 de janeiro de 2010 
  5. a b c Kevin, Dockery (2007). Future Weapons. New York: Berkley Trade. ISBN 9780425217504 
  6. Tirans, Ivars (2009). "Baltic Defence Research and Technology 2009 Conference Proceedings". Military Review: Scientific Journal for Security and Defence (ISSN 1407-1746), Nr. 3/4 (132/133), p 103.
  7. White, Tim (2009). FN PS90 Product Video. FNH USA. Arquivado do original (f4v) em 27 de setembro de 2011 
  8. Detty, Mike (outubro de 2008). «FNH 5.7×28mm Dynamic Duo». Special Weapons For Military & Police. Consultado em 24 de outubro de 2021. Arquivado do original em 17 de julho de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre FN P90