Browning Hi-Power

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Browning Hi-Power
High power Inglis (6971784217).jpg
Browning Hi-Power
Local de origem Bélgica
Estados Unidos
História operacional
Em serviço 1935–presente[1]
Guerras Segunda Guerra Mundial[1]
Guerra da Coreia
Guerra do Vietnã
Guerra Civil da Rodésia
Guerra das Malvinas
Conflito na Irlanda do Norte
Guerra ao Terror
Histórico de produção
Criador John Browning
Dieudonné Saive
Data de criação 1914–35[1]
Fabricante Fabrique Nationale (FN)
Período de
produção
1935–presente[1]
Quantidade
produzida
1.000.000+[2]
Especificações
Peso 1 kg (2.2 lb)[1]
Comprimento 197 mm (7.8 in)[1]
Comprimento 
do cano
119 mm (4.7 in)[1]
Cartucho
Cadência de tiro Semiautomática
Velocidade de saída 335 m/s (1,100 ft/s) (9mm)[1]
Alcance efetivo 50 m (54.7 yd)
Sistema de suprimento Carregador caixa destacável; capacidades:
  • 13 rounds (9mm)[1]
  • 10 rounds (.40 S&W)

O Browning Hi Power é uma pistola semiautomática de ação simples disponível em calibres 9mm e .40 S&W. Baseia-se em um projeto do americano John Browning inventor de armas de fogo, e completado por Dieudonné Saive na Fabrique Nationale (FN) da Herstal, Bélgica. Browning morreu em 1926, vários anos antes do projeto ser finalizado. O Hi-Power é uma das pistolas militares mais amplamente utilizadas na história,[3] tendo sido utilizado pelas forças armadas de mais de 50 países.[1]

A Hi-Power nome alude à capacidade de 13 tiros no carregador, quase o dobro dos projetos contemporâneos como o Luger ou Colt M1911. A pistola é muitas vezes referida como um HP (para "Hi-Power" ou "High-Power"),[4] ou como um GP (para o termo francês, "Grande Puissance"). Os termos P-35 e HP-35 também são usados, com base na introdução da pistola em 1935. É mais frequentemente chamado de "Hi Power", mesmo na Bélgica. Outros nomes incluem BAP (Browning Automatic Pistol), particularmente no serviço do Exército irlandês, ou BHP (Browning High-Power).

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Uma FN Browning High Power, pertencente ao Marinir da Indonésia (Corpo de Fuzileiros Navais)

O Browning Hi-Power foi projetado em resposta a uma exigência militar francesa para uma nova pistola de serviço, o "Grand Rendement" (francês para "Alto Rendimento" (High Yield)), ou em alternativa, Grande Puissance (literalmente "alto poder" (high power)). Os militares franceses exigiram que:

  • a arma seja compacta
  • O carregador deve ter uma capacidade de pelo menos 10 tiros
  • A arma deve ter um dispositivo de desconexão do carregador, um martelo externo, e um positivo
  • A arma ser robusta e simples de desmontar e remontar
  • A arma ser capaz de atingir alvos a 50 metros

Este último critério foi considerado exigir um calibre de 9 mm ou maior, uma bala de cerca de 8 gramas (123.5 grãos), e um velocidade de saída do cano de 350 m/s (1148 ft/s). Foi para realizar tudo isso com um peso inferior a 1 kg (2.2 lb).

Características do projeto[editar | editar código-fonte]

O Browning Hi-Power sofreu um aperfeiçoamento contínuo pela FN desde a sua introdução. As pistolas foram feitas originalmente em dois modelos: um "Modelo Ordinário", com vistas fixas e um "Modelo traseiro ajustável" com uma mira traseira tipo tangente e um punho ranhurado para anexar um estoque de ombro de madeira. Os pontos de mira ajustáveis ainda estão disponíveis em versões comerciais do Hi-Power, embora as montagens de estoque de ombro foram interrompidas durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1962, o projeto foi modificado para substituir o Extractor interno (extrator de fogo) com um extrator externo, melhorando a confiabilidade.

Usuários[editar | editar código-fonte]

Um Browning Hi-Power desgastado, fabricado na Argentina em meados dos anos 70..
Soldados canadenses inspecionam uma pistola Hi-Power durante um exercício de treinamento em abril de 2009.
Um fuzileiro naval uruguaio, armado com um Hi-Power durante um exercício de treinamento em abril de 2009.
Uma Browning Hi-Power 10 de 1971.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f g h i j k l Miller, David (2001). The Illustrated Directory of 20th Century Guns. Salamander Books Ltd. ISBN 1-84065-245-4.
  2. «FN Herstal – Major Product Achievements». FN Herstal. Consultado em 24 de junho de 2010. Arquivado do original em 27 de setembro de 2011 
  3. a b c d e f g h i j k Arnold, David W. (24 de setembro de 2010). «Classic Handguns of the 20th Century: The Browning HI-Power». Handguns Magazine. Consultado em 19 de janeiro de 2010  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "arnolddw" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  4. «Browning Catalog». Browning.com. Consultado em 3 de novembro de 2012 
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at au av aw ax ay az ba bb bc bd be bf bg bh bi bj bk bl bm Jones, Richard D. Jane's Infantry Weapons 2009/2010. Jane's Information Group; 35 edition (January 27, 2009). ISBN 978-0-7106-2869-5.
  6. a b c d e f g h i Valpolini, Paolo (junho de 2009). «There are Two Types of Men in this World...» (PDF). armadainternational.com – Armada International (Online). Consultado em 13 de fevereiro de 2010 [ligação inativa] 
  7. http://www.defence.gov.au/army
  8. http://www.mil.be/armycomp/subject/index.asp?LAN=nl&FILE=&ID=1680&MENU=2182&PAGE=1
  9. «Browning 9mm Pistol». Forças Canadenses. 13 de maio de 2009. Consultado em 27 de junho de 2009 
  10. a b Gander, Terry J.; Hogg, Ian V. Jane's Infantry Weapons 1995/1996. Jane's Information Group; 21 edition (May 1995). ISBN 978-0-7106-1241-0.
  11. a b c http://www.smallarmssurvey.org/fileadmin/docs/A-Yearbook/2007/en/Small-Arms-Survey-2007-Chapter-01-O-EN.pdf
  12. a b Meyr, Eitan (6 de janeiro de 1999). «Special Weapons for Counter-terrorist Units». Jane's — Law Enforcement. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  13. Ministry of Defence, Royal Netherlands Army (1991). Handboek voor de Soldaat 1991 (Soldier's Handbook) VS 2-1350 ed. [S.l.]: Ministry of Defence. p. 22-1 
  14. Bishop, Chris (1998). Guns in Combat. Chartwell Books, Inc. ISBN 0-7858-0844-2.
  15. «Kopassus & Kopaska – Specijalne Postrojbe Republike Indonezije» (em croata). Hrvatski Vojnik Magazine. Consultado em 12 de junho de 2010 
  16. «Un repaso a las armas ligeras de Pindad» (em Castelhana). ARMAS. Consultado em 5 de julho de 2010 
  17. Lavery, Don (2 de setembro de 2006). «Defence Forces to turn 'tomb raiders'». Irish Independent 
  18. http://www.jdfmil.org/equipment/weapons/weapons_home.php
  19. Thompson, Leroy (dezembro de 2008). «Malaysian Special Forces». Special Weapons. Consultado em 30 de novembro de 2009 
  20. http://www.iansa.org/regions/asiapacific/documents/SASPNGBackgroundPaper.doc
  21. http://www.grom.mil.pl/uzbrojenie_pliki/UZBROJENIE.HTM
  22. http://www.gnr.pt/portal/internet/gabinete_imprensa/revista_gnr/edicoes/2006/n4/historias/Hist%C3%B3ria%20armamento.pdf
  23. «The state of the Union - Brendan O’Neill». Consultado em 16 de março de 2012 
  24. Stevens, R. Blake The Browning High Power Automatic Pistol. Collector Grade Publications (1990). ISBN 978-0-88935-089-2.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Browning Hi-Power

(em inglês)

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Browning Hi-Power
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.