Browning M1919

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Machine Gun, Caliber .30, Browning, M1919
Browning M1919a.png
Tipo Metralhadora média
Local de origem  Estados Unidos
História operacional
Em serviço 1919 - presente
Utilizadores Ver texto
Guerras Segunda Guerra Mundial
Guerra da Coreia
Primeira Guerra da Indochina
Crise do Congo
Guerra do Vietnã
Guerra Civil da Rodésia
Histórico de produção
Data de criação 1919
Fabricante Buffalo Arms Corporation
Rock Island Arsenal
Saginaw Steering Gear divisão da General Motors
Período de
produção
1919 - 1945
Variantes A1 - A6; M37
Especificações
Peso 14 kg (30,9 lb) (M1919A4)
Comprimento 964 mm (38 in) (M1919A4)
1 346 mm (53 in) (M1919A6)
Cartucho
Calibre Vários
Ação Recuo refrigerado a ar/recuo curto
Cadência de tiro 400 - 600 disparos/minuto
Velocidade de saída 850 m/s
Alcance máximo 1,400 m
Sistema de suprimento Fita de pano ou metal com 250 cartuchos

A Browning M1919 é uma metralhadora de fabricação americana, calibre .30, que foi muito utilizada durante o século XX, especialmente durante a Segunda Guerra Mundial, a Guerra da Coreia e a Guerra do Vietnã. O M1919 serve como uma metralhadora leve de infantaria, coaxial, montada, aeronave e antiaérea pelos EUA e por muitos outros países.

O surgimento de metralhadoras de uso geral na década de 1950 levou o M1919 a papéis secundários em muitos casos, especialmente após a chegada da M60 ao serviço do Exército dos EUA. A Marinha dos Estados Unidos também converteu muitos para 7,62 mm NATO, e designou-os Mk 21 Mod 0; eles eram comumente usados ​​em embarcações fluviais nas décadas de 1960 e 1970 no Vietnã. Muitos países da OTAN também converteram seus exemplares para 7,62, e estes permaneceram em serviço até os anos 90, e até os dias atuais em alguns países.

Uma conversão similar da M1917 também produziu a maior metralhadora M2, usando os mesmos princípios e disposição básicos de operação, mas disparando a muito mais poderosa munição de calibre .50 (12,7 mm).

Operação[editar | editar código-fonte]

Soldados dos EUA disparam um M1919A4 em Aachen

A M1919 era refrigerada a ar, pois era uma evolução da Browning M917, que era refrigerada a água e por isso muito pesada.

A M1919 é uma arma de múltiplas utilidades, usada tanto como metralhadora pesada padrão pela infantaria (muito usada pelo Exercito Americano), como no armamento de tanques e da aviação. Houve uma versão fuzil-metralhadora, que não foi tão bem sucedida.

A M1919 foi usada na maioria das guerras envolvendo os Estados Unidos no século XX e XXI como:

Uso operacional[editar | editar código-fonte]

Infantaria[editar | editar código-fonte]

Um soldado americano armado com um a metralhadora M1919A4 na Coreia, 1953.

Como arma de apoio da companhia, o M1919 exigia uma tripulação de cinco homens: o líder do esquadrão; o artilheiro (quem disparou a arma, e quando avançava, carregava o tripé e a caixa de munição); o artilheiro assistente (que ajudou a alimentar a arma e a carregava, e uma caixa de peças de reposição e ferramentas); dois portadores de munição.[1] A ideia original do M1919 era permitir que ele fosse mais facilmente embalado para transporte, e apresentava um cano leve e um bipé quando introduzido pela primeira vez como M1919A1. Infelizmente, rapidamente ficou claro que a arma era pesada demais para ser movida com facilidade e, ao mesmo tempo, leve demais para fogo contínuo. Isso levou ao M1919A2, que incluía um cano e um tripé mais pesados, e poderia ser continuamente disparada por períodos mais longos.

A Browning M1919 ou Calibre .30 é usado a cada três soldados em um grupo de batalhão de armas pesadas.

  • Um soldado manuseia a Calibre .30.
  • Outro com o tripé para a apoio da arma.
  • E o outro ajuda com a munição.

Usuários[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Garrison, Gene, Unless Victory Comes, NAI Press (2004), ISBN 978-0-451-22224-4, ISBN 1-932033-30-0, p. 8
  2. Goldsmith, Dolf L., The Browning Machine Gun, Volume I: Rifle Caliber Brownings in U.S. Service, Collector Grade Publications, 1st ed. (2005)
  3. Rottman 2014, p. 67.
  4. «Rearming Austria: WWII weapons». wwiiafterwwii.wordpress.com. 14 de Junho de 2015 
  5. «Arms for freedom». 29 de dezembro de 2017. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  6. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y Jones, Richard D.; Ness, Leland S., eds. (27 de janeiro de 2009). Jane's Infantry Weapons 2009/2010 35th ed. Coulsdon: Jane's Information Group. ISBN 978-0-7106-2869-5 
  7. Gander, Terry J.; Hogg, Ian V. Jane's Infantry Weapons 1995/1996. Jane's Information Group; 21 edition (May 1995). ISBN 978-0-7106-1241-0.
  8. Jordon, David (2005). The History of the French Foreign Legion: From 1831 to Present Day. [S.l.]: The Lyons Press. p. 170. ISBN 1-59228-768-9 
  9. Karl Martin, Irish Army Vehicles, Transport & Armour Since 1922, Karl Martin 2002.
  10. Laffin, John (1982). The Israeli Army in the Middle East Wars 1948-73. [S.l.]: Osprey Publishing. p. 15. ISBN 0-85045-450-6 
  11. [1]
  12. Portuguese Army Afghanistan
  13. britain-smallwars.com
  14. [2]
  15. Hogg, Ian (1989). Jane's Infantry Weapons 1989-90, 15th Edition. [S.l.]: Jane's Information Group. p. 341. ISBN 0-7106-0889-6 
  16. [3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Browning M1919