Fagus sylvatica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Faia-europeia)
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaFagus sylvatica
faia-europeia
Grib skov.jpg

Estado de conservação
Status iucn2.3 LC pt.svg
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fagales
Família: Fagaceae
Género: Fagus
Espécie: F. sylvatica
Nome binomial
Fagus sylvatica
L.

A faia-europeia (Fagus sylvatica L.) ou faia[1] é uma espécie do género Fagus, árvore de folha caduca pertencente à família Fagaceae.

Nativa do sul e do centro da Europa, é cultivada por seu valor como planta ornamental. Possui folhas ovais, com margens dentadas e coloração prateada na face inferior. As flores são unissexuais, em glomérulos. O fruto é uma noz com semente oleaginosa comestível.[1]

Utilização[editar | editar código-fonte]

Móvel de compensado de faia vergado

A árvore fornce madeira utilizada na fabricação de numerosos objetos, notadamente móveis, sobretudo na forma de compensado vergado. A madeira é usada também como combustível, para aquecimento, principalmente na Europa Central. É também fonte de fibras para indústria papeleira.

A faia, que apresenta grande número de variedades, é igualmente apreciada como espécie ornamental. Todavia a espécie não suporta as podas severas nem os solos compactados, sendo o seu uso reservado principalmente aos parques. A árvore também se presta à arte do bonsai.

É usada na formação de sebes e pequenos bosques unicamente em regiões de clima temperado e úmido. Historicamente, a faia foi empregada para a extração de diversas substâncias, como o creosoto.

Além disso, a árvore produz frutos comestíveis, para consumo animal (sobretudo por roedores e pássaros) ou, em pequenas quantidades, também humano. São nozes levemente tóxicas, se ingeridas em grande quantidade, por conterem taninos e alcaloides. Até o século XIX, eram usadas para a produção de óleo para alimentação e iluminação. Também eram moídas para fazer farinha, que podia ser ingerida após os taninos serem lixiviados por imersão.[2][3][4]

Faia-europeia no outono
Fagus sylvatica no Bosque de Soignes, Bélgica
Fagus sylvatica (Museu de Toulouse)
Fagus sylvatica (frutos e sementes)

Referências

  1. a b FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 752.
  2. Fergus, Charles; Hansen, Amelia (2005). Trees of New England: A Natural History (em inglês) Globe Pequot [S.l.] ISBN 9780762737956. 
  3. Fergus, Charles (2002). Trees of Pennsylvania and the Northeast (em inglês) Stackpole Books [S.l.] ISBN 9780811720922. 
  4. Lyle, Susanna (2006). Fruit & nuts: a comprehensive guide to the cultivation, uses and health benefits of over 300 food-producing plants (em inglês) Timber Press [S.l.] 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Fagus sylvatica
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Fagus sylvatica


Ícone de esboço Este artigo sobre plantas é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.