Fausto Lopo de Carvalho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Fausto Patrício Lopo de Carvalho (Guarda, 15 de Maio de 1890Lisboa, 23 de Maio de 1970) foi um médico e professor português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho do tisiologista Lopo José de Figueiredo de Carvalho (Sátão, Sátão, 3 de Maio de 1857 - Guarda, , 6 de Julho de 1922), director do Sanatório Sousa Martins na Guarda, e de sua mulher Leopoldina dos Anjos Ribas Patricio (Guarda, , 12 de Março de 1868 - Guarda, , 29 de Outubro de 1953).

Estudou na Universidade de Coimbra, onde terminou o curso de Medicina, em 1916.

Casou a 14 de Outubro de 1917 com Fernanda de Abreu Caroça (Lisboa, Encarnação, 4 de Junho de 1900 - 1 de Agosto de 1987), com geração.

Iniciou a carreira docente na Faculdade de Medicina daquela Universidade, mas mudar-se-ia para a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, em 1927, leccionando a disciplina de Propedêutica Médica.

Em 1931, comunicou à Academia das Ciências de Lisboa os resultados dos trabalhos que o levaram à descoberta da Angiopneumografia, juntamente com Egas Moniz e Almeida Lima. Foi presidente da Comissão Executiva da Assistência Nacional aos Tuberculosos, de 1931 até 1938. A partir de 1934 passou a dirigir a Clínica de Doenças Infecciosas do Hospital Escolar de Santa Marta, nesse tempo pertencente à Faculdade de Medicina de Lisboa, onde se manteve até atingir o limite de idade. Em Maio de 1934 foi eleito sócio correspondente da Academia das Ciências de Lisboa, passando a sócio efectivo em 1956, ocupando a cadeira que ficara vaga com a morte de Egas Moniz. Em 1937 dirigiu a organização do X Congresso da União Internacional contra a Tuberculose, que teve lugar em Lisboa. Foi então eleito presitente dessa União, cargo onde se manteve até 1950. Jubilou-se na Faculdade de Medicina de Lisboa[1] a 15 de Maio de 1960.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Anónimo. Fausto Lopo Patrício de Carvalho - Bibliografia. Anuário Académico de 1943 (1943) 264-67;
  • Binet, L. Professor Lopo de Carvalho. Gazeta Médica Portuguesa. 13:3 (1960) 231-32;
  • Cardia, M. Lopo de Carvalho na Escola Portuguesa de Angiografia. Porto: s.n., 1970 (Sep. O Médico, 996);
  • Fontes, Vítor H. M. Elogio académico do Prof. Lopo de Carvalho. Memórias da Academia das Ciências de Lisboa. 14 (1970) 201-17;
  • Vilar, T. George. Professor Doutor Lopo de Carvalho. Lisboa: Universidade de Lisboa, 1970 (Sep. Anuário da Universidade de Lisboa, 1969/1970).
Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.

Referências