Felix Reda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Felix Reda
Nascimento 30 de novembro de 1986 (36 anos)
Bona
Cidadania Alemanha
Alma mater
Ocupação político, graduate student, gerente de projetos
Prêmios
  • Shuttleworth Foundation Flash Grant (2019)
Empregador Gesellschaft für Freiheitsrechte
Página oficial
https://felixreda.eu/en/, https://felixreda.eu/de/

Felix Reda[1] (Bonn, 30 de novembro de 1986) é um político alemão e antigo membro do Parlamento Europeu (MEP) da Alemanha (serviu de 2014 a 2019). É membro do Partido Pirata da Alemanha, parte do grupo Verdes– Aliança Livre Europeia. Foi vice-presidente do grupo Verdes / ALE desde 2014.[2] Também foi anteriormente o presidente da Juventude Pirata da Europa.[3]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Reda tornou-se membro do Partido Social-Democrata da Alemanha, de centro-esquerda, quando tinha 16 anos.[4] Ele estudou política e ciências da publicidade na Universidade de Mainz.[3] Em 2009, Reda começou a se tornar ativo no Partido Pirata nacional e de 2010 a 2012 foi presidente dos Jovens Piratas (Junge Piraten). Em 2013, foi um dos co-fundadores dos Jovens Piratas da Europa. Em janeiro de 2014, foi escolhido para liderar a lista de candidatos para as eleições europeias do Partido Pirata da Alemanha , que posteriormente ganhou uma vaga.[5]

No Parlamento Europeu , Reda juntou-se ao grupo dos Verdes / ALE. É membro da Comissão dos Assuntos Jurídicos, bem como membro suplente das comissões do Mercado Interno e da Protecção dos Consumidores e das Petições .[6] É membro do Comité Directivo do intergrupo da Agenda Digital, um fórum de deputados interessados em questões digitais.[7]

Reforma dos direitos autorais[editar | editar código-fonte]

O MEP Reda em reunião informal em Washington, DC, sobre questões de direitos autorais nos Estados Unidos.

Reda declarou que a reforma dos direitos autorais será seu foco para o mandato legislativo.[8]

Em novembro de 2014, Reda foi nomeado relator da revisão do Parlamento da Diretiva de Direitos Autorais de 2001.[9] O seu projecto de relatório [10] recomendava a harmonização à escala da UE das excepções aos direitos de autor, uma redução da duração dos mandatos , amplas excepções para fins educativos [11] e um reforço da posição de negociação dos autores em relação aos editores, entre outras medidas.[12]

A reação das partes interessadas foi variada: a coalizão de artistas alemães Urheberrecht, de um modo geral, congratulou-se com o projecto [13] enquanto a sociedade de arrecadação francesa SACD disse que era "inaceitável";[14] o autor e ativista dos direitos autorais Cory Doctorow condiderou as propostas "incrivelmente sensatas",[15] enquanto a ex -pirata sueca MEP Amelia Andersdotter as criticou por serem muito conservadoras.[16]

Em 2015, o relatório de Reda foi aprovado pelo comitê de assuntos legais, mas com uma emenda que recomendava restringir a liberdade de panorama na Europa.[17] Reda se opôs fortemente a essa emenda e fez campanha contra ela.[18] A emenda foi posteriormente rejeitada pelo plenário do Parlamento Europeu.[19]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 26 de janeiro de 2022 Reda anunciou que é uma pessoa transgênero e passou a autodenominar-se Félix Reda.[20][21]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Löffler, Juliane (26 de janeiro de 2022). «Exklusiv: Der ehemalige EU-Abgeordnete und Digitalexperte Felix Reda outet sich als trans». BuzzFeed News. Consultado em 26 de janeiro de 2022 
  2. «Bureau». Consultado em 13 de março de 2019. Arquivado do original em 23 de maio de 2013 
  3. a b «Julia Reda» (em alemão) 
  4. «Gebürtige Bonnerin ist Spitzenkandidatin der Piraten für Europawahlen». General-Anzeiger Bonn (em alemão) 
  5. «Pirate Party runs aground in European Parliamentary elections» 
  6. «Member profile» 
  7. «Steering Committee». Consultado em 13 de março de 2019. Arquivado do original em 3 de julho de 2015 
  8. «I will continue the cooperation with Greens/EFA» 
  9. «In Europe, Pirates Are Writing The Copyright Law». TorrentFreak 
  10. «Draft Report on the implementation of Directive 2001/29/EC of the European Parliament and of the Council of 22 May 2001 on the harmonisation of certain aspects of copyright and related rights in the information society - PE 546.580v02-00» 
  11. «The Pirate Party's lone MEP might just fix copyright across the EU» 
  12. «Major copyright law reform on the EU agenda» 
  13. «EU-Urheberrecht: Oettinger und Reda auf der Suche». Initiative Urheberrecht (em alemão) 
  14. «Copyright: an unacceptable draft report at the European Parliament» (em francês). Consultado em 13 de março de 2019. Arquivado do original em 3 de julho de 2015 
  15. «They put a Pirate Party MEP in charge of EU copyright reform: you won't believe awesomesauce that followed». Boing Boing 
  16. «Pirate Party MEP fails to deliver true copyright reform». TorrentFreak 
  17. «Freedom of panorama: EU proposal could mean holiday snaps breach copyright» 
  18. «Freedom of Panorama under threat» 
  19. «European Parliament as it happened: 9 July 2015». BBC News Online 
  20. «Exklusiv: Ehemaliger EU-Abgeordneter Felix Reda outet sich als trans». www.buzzfeed.de (em alemão). Consultado em 27 de janeiro de 2022 
  21. Klein, Jeja. «Ehemaliger EU-Abgeordneter Felix Reda kommt als trans raus». queer.de (em alemão). Consultado em 27 de janeiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]