Francesco Hayez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Francesco Hayez
Nascimento 10 de fevereiro de 1791
Veneza
Morte 12 de fevereiro de 1882 (91 anos)
Milão
Nacionalidade Sereníssima República de Veneza

Francesco Hayez (AFI: [franˈtʃesko ˈaːjets]; Veneza, 10 de fevereiro de 1791Milão, 12 de fevereiro de 1882)[1] foi um pintor italiano, considerado o máximo expoente do romanticismo histórico.[2] Originário de uma família humilde, o pai, Giovanni, era de origem francesa, enquanto a sua mãe, Chiara Torcella, era natural de Murano.

O pequeno Francesco, último de cinco filhos, foi apoiado por uma tia materna que havia casado com Giovanni Binasco, armador e comerciante de arte, proprietário de uma discreta colecção de pintura.[3] Já de pequeno mostrou predisposição pelo desenho, por isso seu tio confiou a um restaurador para que lhe ensinasse o ofício. Posteriormente foi discípulo do pintor Francisco Magiotto, com quem permaneceu durante três anos.[4] Fez o seu primeiro curso de nu artístico em 1803 e em 1806 foi admitido nos cursos de pintura da Nova Academia de Belas Artes, onde foi discípulo de Theodore Matteini. [3]

Em 1809 ganhou um concurso da Academia de Veneza para ser aluno da Academia de San Luca próxima de Roma. Por isso, mudou-se para a capital italiana onde passou a ser discípulo de Canova que foi seu guia e protector durante os anos que passou em Roma.[5]

Ele permaneceu em Roma até 1814, quando mudou-se para Nápoles onde foi encarregado por Joachim Murat de pintar "Ulisses no tribunal de Alcinous".[4][3]

Em 1850 foi designado para diretor da Academia di Brera.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Pietro Rossi empresionado pelos Scaligeri (1820)
  • As Tardes sicilianas (1822)
  • O concílio da Vingança (1851)
  • Destruição do templo de Jerusalém (1867)
  • Retrato de Marin Faliero (1867)
  • Jarro de flores sobre a janela de um harém (1881)
  • O Beijo (1859) - Pinacoteca de Brera, Milão

Imagens[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Obras de Francesco Hayez

Referências

  1. «Hayez, Francesco». Saber Cultural. Consultado em 6 de agosto de 2019 
  2. Tsaneva, Maria (2014). Francesco Hayez: 85 Paintings (em inglês). [S.l.]: Lulu Press, p. 1805. ISBN 9781304779069 
  3. a b c Tsaneva (2014). Francesco Hayez:. [S.l.]: p. 1808 
  4. a b Contilli, Cristina (2013). Un amore nella Milano Romantica (em italiano). [S.l.]: Lulu, p. 17. ISBN 9781447593508 
  5. Johns, Christopher M. S. (1 de janeiro de 1998). Antonio Canova and the Politics of Patronage in Revolutionary and Napoleonic Europe (em inglês). [S.l.]: University of California Press, p. 140. ISBN 9780520212015