Frank Schaeffer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Frank Schaeffer (Belo Horizonte, 27 de maio de 1917Rio de Janeiro, 05 de julho de 2008) foi um pintor, desenhista, gravador, ilustrador e professor brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Recebeu sua primeira formação em arte estudando pintura com Wlazek, no Rio de Janeiro. Em seguida partiu para Viena, onde cursou desenho com Grom-Rottmeier. Nos anos 40 estava de volta ao Brasil, formando-se engenheiro em 1943 pela Escola Nacional de Engenharia da antiga Universidade do Brasil.

Nos anos seguintes se aperfeiçoou em pintura e explorou a gravura respectivamente com Arpad Szenes e Hans Steiner. Voltando à Europa entre 1948 e 1949, realizou estudos com Fernand Léger, André Lhote, Robert Cami e Ducos de la Haille.

Depois, desenvolveu ativa carreira no país e no exterior. Ilustrou os livros Guerra e Paz, de Leon Tolstoi, Contos Russos e São Jorge de Ilhéus, de Jorge Amado, e Antologia Poética, de Augusto Frederico Schmidt. Em 1960 recebeu o Prêmio Jabuti como melhor ilustrador nacional. Também possui extensa obra em pintura, de cunho expressionista, transitando da abstração à figuração, e presente em diversos acervos nacionais e estrangeiros, com destaque para as paisagens e retratos.

“Frank Schaeffer é pintor de cunho expressionista, praticando uma arte de natureza figurativa que, a despeito das variações obviamente determinadas pela passagem dos anos, em essência tem permanecido sempre fiel a si mesma.”[1]

Foi convidado pelo Ministério das Relações Exteriores da Noruega para realizar diversas exposições naquele país e pronunciar palestras sobre as artes do Brasil. Foi professor, ilustrou capas de livros de escritores famosos, criou painéis para instituições e foi agraciado com vários prêmios. Viajou por toda a Europa e diversos países americanos.

Frank Shaeffer ocupa um lugar todo especial na arte brasileira, sem se filiar a correntes ou tendências, sem pertencer a grupos, ele é respeitado por todos, por sua integridade, competência e suas atividades de verdadeiro profissional.
Quirino Campofiorito, 1971

Sua obra Ressaca, de 1959, pertence ao acervo do Museu Nacional de Belas-Artes, no Rio. Recebeu sua primeira formação em arte estudando pintura com Wlazek, no Rio de Janeiro. Em seguida partiu para Viena, onde cursou desenho com Grom-Rottmeier. Nos anos 40 estava de volta ao Brasil, formando-se engenheiro em 1943 pela Escola Nacional de Engenharia da antiga Universidade do Brasil. Nos anos seguintes se aperfeiçoou em pintura e explorou a gravura respectivamente com Arpad Szenes e Hans Steiner. Voltando à Europa entre 1948 e 1949, realizou estudos com Fernand Léger, André Lhote, Robert Cami e Ducos de la Haille. Depois, desenvolveu ativa carreira no país e no exterior. Ilustrou os livros Guerra e Paz, de Leon Tolstoi, Contos Russos e São Jorge de Ilhéus, de Jorge Amado, e Antologia Poética, de Augusto Frederico Schmidt.

Realizou exposições individuais e participou de coletivas em Salões desde 1941 no Brasil, França, Inglaterra, Noruega, estados Unidos, Áustria, Peru e Argentina.

Participou das Bienais de São Paulo, Barcelona e México.

Participou dos Salões de Belas Artes e de Arte Moderna no Rio e outros Estados.

Possui extensa obra em pintura, de cunho expressionista, transitando da abstração à figuração, e presente em diversos acervos nacionais e estrangeiros, com destaque para as paisagens e retratos.

Exposições[editar | editar código-fonte]

Individuais
  • 1950 – Rio de Janeiro.
  • 1954 – Maison L´Amérique Latine, Paris; São Paulo e Belo Horizonte.
  • 1968 – São Paulo.
  • 1972 – Belo Horizonte.
  • 1985 – Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro.
  • 1987 – Belo Horizonte.
  • 1990 – Galeria Solo Espaço Arte, Rio de Janeiro.
  • 1998 – Galeria Sesc Copacabana, no Rio de Janeiro.
  • 1999 – Espaço Cultural da Marinha, no Rio de Janeiro.
  • 2001 – Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro.
Coletivas
  • 1940 –2º Salão do Instituto de Belas Artes, Porto Alegre, RS, menção honrosa.
  • 1942, 43 e 51 – Salão Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro (menção honrosa na edição de 1942, medalha de prata em desenho na de 1943 e medalha de prata em pintura na de 1951).
  • 1951 – 1ª Bienal de São Paulo, São Paulo.
  • 1957 – Arte Moderna no Brasil, mostra itinerante em Buenos Aires e Rosário, na Argentina; Lima, no Peru e Santiago, no Chile.
  • 1958 – 1ª Bienal Interamericana do México, Cidade do México, México.
  • 1965 – Arte Brasil Hoje, em Bonn, Alemanha; Bruxelas, Bélgica; Londres, Inglaterra e Viena, Áustria; 3ª Resumo de Arte JB, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro; 8ª Bienal Internacional de São Paulo, Fundação Bienal, São Paulo.
  • 1974 – Galeria San Diego, Bogotá, Colômbia.
  • 1997 – Two Artists from Rio, Galeria Calligrammes, Ottawa, Canadá.

O Museu Nacional de Belas Artes possui obra do artista em seu acervo.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

1917 – Nascimento em Belo Horizonte 1927 – Fixou-se no Rio de Janeiro.

1933/1935 - Rio de Janeiro RJ - Estuda Pintura com Wlazek

1938/1939 - Viena (Áustria) - Cursa o primeiro ano de Engenharia Mecânica na Escola Politécnica e cursa desenho com Grom-Rottmeier, gravura com Hans Steiner e pintura com Arpad Szenes já no Rio de Janeiro.

1943 - Rio de Janeiro RJ - Forma-se em Engenharia pela Escola Nacional de Engenharia da antiga Universidade do Brasil. 1945 - Rio de Janeiro RJ - Estuda Gravura em Metal com Hans Steiner, e no Rio de Janeiro executa um mural de 52m2 no auditório do Clube de Engenharia. Tornou-se professor de desenho técnico no Instituto Militar de Engenharia.

1947 - Rio de Janeiro RJ - Estuda pintura com Arpad Szenes (1897-1985)

1948/1949 - Paris (França) - Após obter uma bolsa do governo francês, viaja para Paris, onde aperfeiçoa-se com Fernand Léger (1881-1955) e André Lhote (1885-1962). É ainda discípulo de Robert Cami (1900-1973), em gravura em metal e de Ducos de la Haille (1889-1972) em pintura mural, na École de Beaux-Arts

1953/1954 - Europa - Viaja pela Europa sendo que, na Noruega, a convite do Ministério de Relações Exteriores, realiza exposições e profere palestras sobre as artes no Brasil.

1957 – Viagem ao Peru para Exposição no Instituto de Arte Contemporânea

1960 - São Paulo SP - Recebe, da Câmara Brasileira do Livro, o Prêmio Jabuti de melhor ilustrador pela Câmara Brasileira do Livro.

1960-63 – Fez parte da Comissão Nacional de Belas Artes.

1965 - Lima (Peru) – Enviado pelo Itamarati para Exposição no centro de Estudos Brasileiros e ministrar curso na Escola de Belas Artes

1974 – Patrocinado pela Divisão Cultural do Itamarati, expõe na Galeria San Diego, em Bogotá.

1979 – Exposição de Estudos para Murais e Painéis e de ilustrações.

1980 – Realiza Exposição e curso de pintura a guache no Centro de Estudos Brasileiros em Assunção (Paraguai) . Ofereceu curso de pintura a guache no Centro de Estudos Brasileiros, em Assunção, Paraguai.

1985 – Exposição retrospectiva – 1938 – 1985, Museu Nacional de Belas Artes, segundo mais três exposições no Rio e uma em Belo Horizonte e uma em Porto Alegre

1987 - Belo Horizonte - Ofereceu curso de pintura na Escola Guignard, em Belo Horizonte.

1990 - Porto Alegre RS - Dá cursos de Pintura a Guache no Instituto de Belas Artes e no Ateliê Livre da Secretaria Municipal de Cultura

1994 – Exposição Viagem de Inverno – em conjunto com a artista Maria Veronica Martins no Museu Nacional de Belas Artes

1996 – Exposição no Museu de Arte do Rio Grande do Sul

1997 – Exposição Viagem de Inverno em conjunto com a artista plástica Maria Veronica na Universidade Federal de Santa Catarina em Florianópolis.

A convite da Embaixada do Brasil no Canadá, é realizada a Exposição "Two Artists from Rio" com Maria Veronica Martins na Galeria Galligrammes em Otawa.

1998 - Exposição Paisagens (individuais simultâneas) – Sesc Copacabana . Neste ano também é realizada exposição em sua homenagem composta de trabalhos e seus pertences a colecionadores locais, na Casa de Cultura de Paraty.

2008 – Em 5 de julho, morre no Rio de Janeiro

Seu ultimo ateliê : Rua Monte Alegre, 356 - Santa Tereza - RJ

Referências

  1. (LEITE, José Roberto Teixeira (org.), 1988:464)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.