Garotas do ABC

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Garotas do ABC
 Brasil
2003 •  cor •  130 min 
Direção Carlos Reichenbach
Roteiro Fernando Bonassi
Carlos Reichenbach
Elenco Michelle Valle
Vanessa Alves
Selton Mello
Luciele di Camargo
Vanessa Goulart
Género drama
aventura
Lançamento 27 de agosto de 2004[1]
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Garotas do ABC é um filme brasileiro de 2003, dirigido por Carlos Reichenbach.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em São Bernardo, cidade do ABC paulista, região de fábricas têxteis e metalúrgicas, um grupo de operárias vive seu cotidiano de intenso trabalho, sonhos e ilusões. A principal delas, Aurélia, é fã do ator Arnold Schwarzeneger e adora homens fortes e musculosos. Seus problemas começam quando ela se apaixona por Fábio, um musculoso neonazista que integra uma gangue que vive praticando atentados contra negros e nordestinos.

Entre as demais personagens femininas, algumas se destacam: a operária Paula Nélson, que é assediada por um líder sindical, ao mesmo tempo em que tenta manter a harmonia entre as meninas da fábrica; Antuérpia, que aos 38 anos tenta iniciar-se na profissão de tecelã; e a casta Suzana, apaixonada pelo patrão. Ela parece sentir prazer com os pequenos acidentes de trabalho que sofre e deixam marcas em seu corpo, além de garantir um bom dinheiro a título de indenização. Entre os protagonistas masculinos o mais desprezível é Salesiano de Carvalho, o líder dos neonazistas e mentor intelectual da série de atentados que eles praticam contra nordestinos e negros.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «"Garotas do ABC" faz retrato humano de operárias». Uol Cinema. 26 de agosto de 2004. Consultado em 23 de setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.