George Shearing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
George Shearing
Informação geral
Nascimento 13 de agosto de 1919 Battersea, Londres, Reino Unido
Data de morte 14 de fevereiro de 2011 (91 anos) Nova Iorque, Estados Unidos
Gênero(s) Jazz
bebop
swing
Cool jazz
Instrumento(s) Piano
Período em atividade 1950s — atualmente
Gravadora(s) MGM Records
Capitol Records
Concord Records
Savoy Records

Sir George Shearing, Kt, OBE (Londres, 13 de agosto de 1919 - 14 de fevereiro de 2011) foi um pianista britânico de jazz, considerado uma "lenda do jazz" e reconhecido pelo clássico "Lullaby of Birdland".[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cego de nascença, George começou a tocar piano aos três anos de idade. Foi influenciado por jazzistas como Teddy Wilson e Fats Waller.

São perceptíveis as suas influências pelos grandes pianistas de boogie-woogie e de clássicos como Fats Waller, Earl Hines, Teddy Wilson, Erroll Garner, Art Tatum e Bud Powell.

Ao final dos anos 30, começou a tocar profissionalmente com a 'Ambrose Dance Band' e fez a sua primeira gravação em 1937, sob a supervisão do então jovem Leonard Feather.

Influenciado por este último, emigrou em 1947 para Nova Iorque.[2]

Uma vez ali, absorveu o bebop e substituiu Errol Garner no trio de Oscar Pettiford e liderou um quarteto juntamente com Buddy DeFranco.

Como líder de um quinteto (piano, guitarra, baixo, bateria e vibrafone) do qual participaram nomes como Cal Tjader, Margie Hyams, Denzil Best, Israel Crosby, Joe Pass e Gary Burton, Shearing gravou inúmeros discos de sucesso, entre eles "September In The Rain" e "Lullaby of Birdland".

Shearing contribuiu também como pioneiro dos pequenos combos de jazz afro-cubano nos anos 50. Desta forma, Cal Tjader se iniciou no jazz latino, o qual também contava com Mongo Santamaria, Willie Bobo e Armando Peraza entre seus músicos.

Como compositor, Shearing é conhecido principalmente pelos standards Lullaby of Birdland, Conception e Consternation.

Mais tarde, se apresentou nas formações em trio, duo ou solo, tocando com Montgomery Brothers, Marian McPartland, Brian Torff, Jim Hall, Hank Jones e Kenny Davern.

Também trabalhou com os cantores Nat King Cole, Peggy Lee, Ernestine Anderson, Carmen McRae e Mel Tormé.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1951 An Evening comGeorge Shearing Quintet
  • 1952 I Hear Music
  • 1955 The Shearing Spell
  • 1956 Black Satin
  • 1958 In the Night
  • 1960 The Swing's Mutual
  • 1961 Nat King Cole Sings/George Shearing Plays
  • 1962 Jazz Moments
  • 1962 Shearing Bossa Nova
  • 1974 My Ship
  • 1976 The Reunion
  • 1979 Blues Alley Jazz (live)
  • 1979 Concerto for Classic Guitar and Jazz Piano
  • 1980 On a Clear Day
  • 1982 George Shearing & Mel Tormé
  • 1986 More Grand Piano
  • 1980 On a Clear Day
  • 1992 Walkin': Live at Blue Note
  • 1994 Great Britain's Marian McPartland & George Shearing
  • 2001 Back to Birdland

Referências

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.