Germán Riesco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Germán Riesco
Germán Riesco
Presidente do  Chile
Período 18 de setembro de 1901 - 18 de setembro de 1906
Antecessor(a) Aníbal Zañartu
Sucessor(a) Pedro Montt
Dados pessoais
Nascimento 28 de maio de 1854
Rancagua, Chile
Morte 8 de dezembro de 1916 (62 anos)
Santiago, Chile
Primeira-dama María Errázuriz
Profissão Político
Assinatura Assinatura de Germán Riesco

Germán Riesco Errázuriz (Rancagua, 28 de maio de 1854Santiago, 8 de dezembro de 1916) foi um advogado e político chileno.[1] Ocupou o cargo de presidente de seu país entre 18 de setembro de 1901 e 18 de setembro de 1906.[2]

Teve uma longa carreira no Poder Judiciário, obtendo seu primeiro cargo público em 1900, quando foi eleito senador. Um ano depois, foi candidato à presidência pela Aliança Liberal. Durante seu mandato, foi elaborado o Código de Procedimento Civil e Penal e também se iniciou um processo de saneamento de Santiago, capital do país, e uma ferrovia em Uspallata. No âmbito internacional, estabeleceu acordo de paz definitiva com Bolívia e os Pactos de Mayo com a Argentina.[3]

Referências

  1. «Escritores de Chile» (em espanhol). Escritores. Consultado em 17 de junho de 2016. 
  2. «Familia Riesco» (em espanhol). Genealog. Consultado em 22 de julho de 2016. 
  3. Riesco, Germán Ignacio, Presidencia de Riesco: 1901-1906 , Ediciones Universidade Católica do Chile (Santiago), 1950, p. 59
Precedido por
Aníbal Zañartu
Presidente do Chile
19011906
Sucedido por
Pedro Montt
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.