Get the Gringo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Get the Gringo
Plano de Fuga (BRA)
 Estados Unidos
2012 •  cor •  96[1] min 
Direção Adrian Grunberg
Produção Mel Gibson
Bruce Davey
Stacy Perskie
Roteiro Mel Gibson
Stacy Perskie
Adrian Grunberg
Elenco Mel Gibson
Kevin Hernandez
Género ação
Companhia(s) produtora(s) Icon Productions
Airborne Productions
Distribuição 20th Century Fox Home Entertainment[2]
Lançamento 1 de maio de 2012
Idioma inglês, espanhol
Receita US$5,793,167[3]
Página no IMDb (em inglês)

Get the Gringo (bra: Plano de Fuga , também conhecido como How I Spent My Summer Vacation[1] (Como eu Passei Minhas Férias de Verão, em tradução livre)) é um filme de ação estadunidense de 2012 dirigido por Adrian Grunberg e produzido, coescrito e estrelado por Mel Gibson. O filme recebeu críticas favoráveis, com 81% das análises do Rotten Tomatoes sendo classificadas como positivas.[4]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O filme começa com um piloto de fugas não-identificado (Mel Gibson) e seu comparsa ferido fugindo da polícia estadunidense em direção à fronteira com o México. Eles tentam atravessar a cerca à força, mas terminam presos pelos policiais mexicanos corruptos Vasquez (Mario Zaragoza) e Romero (Gerardo Teracena). Quando eles encontram mais de US$ 2 milhões no carro, eles enviam o motorista à prisão El Pueblito sob falsas acusações, tomam o dinheiro e queimam o corpo do comparsa, já morto àquela altura.

Chegando à prisão, o motorista é submetido a um exame de sangue e acaba apelidado de "o Gringo" por ser um dos poucos estadunidenses presos lá. El Pueblito mais parece uma favela do que uma prisão e o Gringo logo começa a trabalhar para criminosos pequenos e realiza pequenos roubos e furtos. Um desses roubos é testemunhado por um garoto não-identificado (Kevin Hernandez) que mora no local com sua mãe (Dolores Heredia) e é protegido pelos criminosos da área. O Gringo pergunta ao garoto o porquê da proteção, mas ele não responde.

Posteriormente, o Gringo impede que o garoto tente assassinar Javi (Daniel Giménez Cacho), líder de uma família criminosa que comanda El Pueblito. Após uma discussão, o Gringo descobre que Javi tem problemas no fígado e contraria as orientações médicas de evitar álcool e outras drogas. Por isso, seu órgão se deteriora rapidamente e ele precisa sempre procurar pessoas que possam ter seus fígados tomados para que ele continue vivo; como possui um tipo sanguíneo raro, ele submete todos os novos ocupantes de El Pueblito a um exame de sangue para descobrir quem poderá ser a próxima vítima. O garoto é a única pessoa compatível, e por isso ele é protegido. O Gringo então promete que irá manter o garoto seguro e matar Javi.

Enquanto isso, o Gringo atrai a atenção de um funcionário da embaixada estadunidense (Peter Gerety), que facilmente o identifica como um criminoso de carreira. Despreocupados, o Gringo e o garoto trabalham para derrubar Javi ao mesmo tempo em que o Gringo se aproxima da mãe do garoto. Eventualmente, o Gringo ganha a confiança de Javi ao salvar seu irmão, Caracas (Jesús Ochoa) e falar sobre o dinheiro roubado por Vasquez e Romero. Capangas a mando do líder criminal Frank (Peter Stormare) já localizaram Vasquez e Romero e os torturam para descobrir a localização de uma quantia adicional de US$ 2 milhões, que se somaria à fortuna roubada pelo Gringo e seu comparsa. Os homens de Javi invadem o local e matam todos, enfurecendo Frank. Com a ajuda do funcionário da embaixada, Frank envia assassinos para El Pueblito para eliminar Javi e o Gringo, que conseguem eliminar seus inimigos em um intenso tiroteio.

O conflito faz com que as autoridades mexicanas planejem uma invasão ao local. Javi então contrata o Gringo para matar Frank e marca a cirurgia de transplante de fígado. Nos Estados Unidos, o Gringo consegue marcar um encontro entre ele, Frank e o magnata dos transportes de carga marítimos Warren Kaufmann (Bob Gunton) e assassina ambos. Enquanto isso, Javi e seus homens torturam a mãe do garoto para que ela revele seu paradeiro, até que o garoto surge e tenta se matar a facadas diante dos homens para que Javi não sobreviva. Contudo, seu plano fracassa e ele é mantido vivo.

De volta a El Pueblito, o Gringo encurrala o funcionário da embaixada e descobre que a operação de transplante está para acontecer em meio à invasão. Roubando as credenciais do funcionário, o Gringo consegue se infiltrar na invasão e chega a tempo de impedir o transplante e salvar a mãe do garoto. De posse do dinheiro, o trio foge disfarçado numa ambulância.

Num Epílogo, o Gringo conseguiu recuperar os outros US$ 2 milhões e é visto em uma casa de praia com o garoto e sua mãe, com quem começa um relacionamento.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

O roteiro foi escrito por Mel Gibson[5] e dirigido por Adrian Grunberg,[6] que trabalhou como diretor primeiro-assistente com Mel em Apocalypto. O filme foi produzido por Mel, Bruce Davey e Stacy Perskie.[7] Os produtores executivos incluíram Mark Gooder, Vicki Christianson, Ann Ruark e Len Blavatnik.[8] As filmagens começaram em março de 2010 em San Diego, Brownsville e Veracruz, México.[9] A maior parte das filmagens aconteceu na prisão Ignacio Allende.[10] Benoît Debie foi o cinematógrafo no filme.[11]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme estreou nos cinemas em Israel em março de 2012 e depois chegou a 22 outros países ao longo dos seis meses seguintes.[1] No Reino Unido, o filme foi lançado com seu nome original How I Spent My Summer Vacation. Em julho daquele ano, o filme havia arrecadado US$ 4,5 milhões.[3]

A estreia do filme nos Estados Unidos coincidiu com uma turnê de Mel Gibson por dez cidades no mesmo dia. Ele se apresentou na filial de Austin da rede de cinemas Alamo Drafthouse Cinema juntamente a Kevin Hernandez e o diretor Adrian Grunberg em 18 de abril de 2012.[12] As outras nove cidades exibiram o filme e receberam transmissões via satélite diretamente de Austin. O filme não foi lançado convencionalmente nos cinemas estadunidenses, sendo então disponibilizado em serviços de vídeo sob demanda (VoD na sigla original em inglês) do país.[2][8][13][14] No evento em Austin, Mel falou sobre o lançamento em VoD: "Estamos em uma era diferente. Muitas pessoas só gostam de ver coisas em suas casas... Eu acho que é o futuro."[15] A fox lançou filme em Disco blu-ray nos Estados Unidos 17 de julho de 2012.[16]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Get the Gringo recebeu críticas geralmente positivas. No Rotten Tomatoes, 81% dos 52 críticos fieram resenhas positivas; a média de pontuação é de 6,3/10.[4]

Steve Sailer da Taki's Magazine considerou o filme "eficiente, engraçado, rápido e bem divertido", destacando que o filme "está bem acima da média de 2012 e recapitula espirituosamente a carreira de Mel."[17] Para Philip French , do The Guardian, Mel "volta aqui a fazer o que ele faz melhor, interpretar um forasteiro engraçado psicopata e de pensamento afiado".[18] Tom Huddleston da Time Out de Londres deu ao filme 3 estrelas de 5 e o considerou "soberbamente construído, energicamente escrito, e absurdamente divertido" apesar de ter notado esteriótipos e brutalidades racistas.[19] Todd McCarthy do The Hollywood Reporter comparou o filme a filmes de exploração dos anos 1970, como Bring Me the Head of Alfredo Garcia, de Sam Peckinpah.[8] Peter Debruge, do Variety, também comparou Get the Gringo a filmes de Sam e afirmou que o filme é o mostruário ideal para o diretorAdrian Grunberg.[20]

Referências

  1. a b c «HOW I SPENT MY SUMMER VACATION». bbfc.co.uk. 18 de março de 2012. Consultado em 10 de maio de 2012. Arquivado do original em 28 de abril de 2012 
  2. a b «Mel Gibson's 'Get the Gringo' – Coming Straight to DirecTV VDO». Deadline.com. 31 de janeiro de 2012. Consultado em 3 de maio de 2012 
  3. a b «Get the Gringo». Box Office Mojo. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  4. a b «Get the Gringo». Rotten Tomatoes. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  5. «Details on How I Spent My Summer Vacation, Mel Gibson's Other New Film | /Film». Slashfilm.com. 15 de dezembro de 2009. Consultado em 8 de dezembro de 2011 
  6. «How I Spent My Summer Vacation». Screen Daily. 13 de abril de 2012. Consultado em 16 de abril de 2012 
  7. «Mel Gibson Set to Star In 'How I Spent My Summer Vacation'». FirstShowing.net. 15 de dezembro de 2009. Consultado em 8 de dezembro de 2011 
  8. a b c «Get the Gringo: Film Review». The Hollywood Reporter. 20 de abril de 2012. Consultado em 23 de abril de 2012 
  9. «Mel Gibson Takes A Summer Vacation». Screen Rant. Consultado em 8 de dezembro de 2011 
  10. «Icon Goes All In For Mel Gibson's How I Spent My Summer Vacation». CinemaBlend.com. 15 de fevereiro de 2010. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  11. Elizabeth Day (5 de junho de 2012). «Mel Gibson: saint and sinner». The Guardian. Consultado em 8 de dezembro de 2011 
  12. Villalpando, Nicole. Newsmakers: Entertainment (column). Austin American-Statesman, 18 de abril de 2012, p. D-02.
  13. «Get The Gringo Trailer Online». empireonline.com. 31 de janeiro de 2012. Consultado em 3 de maio de 2012 
  14. «GET THE GRINGO Starring Mel Gibson to Be Released Straight to Video-On-Demand». Collider.com. 31 de janeiro de 2012. Consultado em 3 de maio de 2012 
  15. Horn, John. Mel Gibson's 'Get the Gringo' has a one-night theatrical run. Los Angeles Times, 19 de abril de 2012.
  16. «Get the Gringo». Blu-ray.com 
  17. Sailer, Steve (17 de outubro de 2012). «Post-Apocalypto». Taki's Magazine. Consultado em 26 de outubro de 2012 
  18. French, Philip (12 de maio de 2012). «How I Spent My Summer Vacation – review». The Guardian. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  19. Hiddleston, Tom (8 de maio de 2012). «How I Spent My Summer Vacation». Time Out Londres. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  20. Debruge, Peter (20 de abril de 2012). «Review: Get the Gringo». Variety. Consultado em 29 de outubro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]