Giuseppe Puglisi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Beato Giuseppe Puglisi
Presbítero da Igreja Católica
Presbítero de Palermo
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Palermo
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 2 de julho de 1960
por Dom Ernesto Cardeal Ruffini
Santificação
Beatificação 25 de maio de 2013
Palermo
por Dom Paolo Cardeal Romeo, em nome do Papa Francisco
Veneração por Igreja Católica
Festa litúrgica 21 de outubro
Atribuições Batina
Dados pessoais
Nascimento Palermo
15 de setembro de 1937
Morte Palermo
15 de setembro de 1993 (56 anos)
Nacionalidade Italiano
Sepultado Catedral de Palermo
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Giuseppe Puglisi mais conhecido como don Pino Puglisi (don com n em língua italiana é sinónimo de padre, e Pino quer dizer Zezinho em gíria) (Palermo, 15 de setembro de 1937 - Palermo, 15 de setembro de 1993) foi um sacerdote italiano, assassinado pela máfia pelo seu trabalho de prevenção contra a delinquência e a droga com os jovens.

Em 25 de Maio de 2013 foi proclamado bem-aventurado e beatificado pelo Papa Francisco pelo seu compromisso ao Evangelho no uso dessa luta. A cerimónia em Palermo, no parque Foro Italico, foi presidida pelo arcebispo dom Paolo Romeo, e a carta de beatificação foi lida para dom Salvatore De Giorgi, delegado do papa.

Túmulo de Giuseppe Puglisi na Catedral de Palermo.

Foi o primeiro mártir da Igreja Católica por causa da Cosa Nostra.[1]

Foi uma das personagens usadas pelo produtor italiano Roberto Faenza no seu filme "A Luce del Sole", de 2005, mas que segundo consta não era uma personagem amarga e isolada conforme foi aí retratado.[2]

Referências