Grêmio Recreativo Guamaense Arco-Íris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Sociedade Recreativa Cultural e Carnavalesca Arco-Íris é uma escola de samba da cidade de Belém do Pará, no estado brasileiro do Pará.

Foi campeã do carnaval paraense em 1983, 1986, 1987 e 1989.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1982 foi fundada por Mário Couto Filho no bairro do Guamá. Nascendo através de alto investimento em uma estrutura de potência e integrando o grupo principal, disposta a acabar com a supremacia da escola Rancho Não Posso Me Amofiná. [1][2]

A agremiação contou ainda com o apoio de dois nomes de proa da Beija-Flor de Nilópolis (do RJ): o carnavalesco Joãozinho Trinta e diretor de harmonia Laíla.[3]

Referências

  1. Alfredo Oliveira (2006). «Carnaval Paraense». Fragmentos de Belém. Consultado em 02 de fevereiro de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. José do Espirito Santo Dias Junior (2009). «Cultura Popular no Guamá - Um estudo sobre o boi bumbá e outras práticas culturais em um bairro de periferia de Belém» (PDF). Fragmentos de Belém. Consultado em 02 de fevereiro de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)[ligação inativa]
  3. Programa de Pós-Graduação em Letras da UFPA (2013). «Livro de estudos linguísticos II - Fronteiras linguísticas e literárias na America Latina» (PDF). IV Congresso Internacional de Estudos Linguísticos e Literários na Amazônia - CIELLA. ISBN 978-85-67747-01-9. Consultado em 02 de fevereiro de 2016. Arquivado do original (PDF) em 13 de abril de 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre carnaval, integrado ao Projeto Carnaval é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.