Grob G 520

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
G 520
Avião
Descrição
Tipo / Missão Aeronave de reconhecimento de alta altitude
País de origem  Alemanha
Fabricante Grob Aircraft
Quantidade produzida 6 unidade(s)
Primeiro voo em 24 de junho de 1987 (30 anos)
Introduzido em 1991
Tripulação 1
Passageiros 1 passageiro(s)
Carga útil 1 145 kg (2 520 lb)
Especificações (Modelo: G 520NG)
Dimensões
Comprimento 13,82 m (45,3 ft)
Envergadura 33 m (108 ft)
Altura 5,66 m (18,6 ft)
Área das asas 39,67  (427 ft²)
Alongamento 27.5
Peso(s)
Peso vazio 3 300 kg (7 280 lb)
Peso máx. de decolagem 4 700 kg (10 400 lb)
Propulsão
Motor(es) 1x Pratt & Whitney Canada PT6A-67
Potência (por motor) 750 hp (559 kW)
Performance
Velocidade máxima 283 km/h (153 kn)
Alcance (MTOW) 3 670 km (2 280 mi)
Teto máximo 13 716 m (45 000 ft)
Notas
Fonte[1]

O Grob G 520 é um avião turboélice de longa autonomia para voos em alta altitude de reconhecimento e vigilância, produzido pela Grob Aircraft, com capacidade de decolar e pousar de pistas curtas e aprovação para operações sob condição de formação de gelo e IMC. Desenvolvido e certificado em 1991, o Grob G 520 é um dois maiores aviões tripulados do mundo construídos inteiramente de materiais compósitos e mantém vários recordes mundiais. Sua produção foi retomada em 2014.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

G 520 em 1991

O Grob G 520 ‘EGRETT’ (da anterior Grob/E-Systems/AlliedSignal Egrett – seu nome é derivado das três companhias envolvidas em seu projeto: E-Systems, Grob Aircraft, and Garrett,[2], tendo esta última mudando seu nome posteriormente para AlliedSignal) é um avião de vigilância desenvolvido na Alemanha durante a década de 1980 através de uma parceria internacional. A intenção era de cumprir com requisitos da Força Aérea Alemã e Força Aérea dos Estados Unidos para uma aeronave de vigilância de longa autonomia e alta altitude para verificação e monitoramento ambiental. Conhecido como "LAPAS" (em alemão: Luftgestütztes, abstandsfähiges Primär-Aufklärungssystem, português: sistema de reconhecimento primário de longa distância aerotransportado) na Alemanha e "Guardião Sênior" (em inglês: Senior Guardian) nos Estados Unidos. Inicialmente, os Estados Unidos tentaram utilizar a aeronave Lockheed TR-1 (U-2) para esta tarefa, mas sem sucesso, buscaram uma nova aeronave.

Visão frontal do Grob G 520

A primeira aeronave designada D-450 EGRETT I voou pela primeira vez em 1987, e em Setembro do ano seguinte bateu o recorde de altitude de sua classe, atingindo 16.329,35 m (53.573,96 ft). Duas aeronaves de pré-produção seguiram em 1989 e 1990, designadas D-500 EGRETT II e então finalizou com a denominação G 520 em 1991. Estas últimas aeronaves eram de propriedade da E-Systems e da Grob respectivamente, e era usado na promoção de sua aeronave: a E-Systems com vários pacotes de sensores e a Grob (renomeando para Strato 1) para vender a aeronave para autoridades civis como uma plataforma de gerenciamento de recursos.

Grob G 520T VH-ARA após o pouso na Alemanha

Em 1992, a Luftwaffe solicitou a compra de nove EGRETT II, para serem incorporados com o treinador de dois assentos G 520T e um dos demonstradores.[3] Entretanto, em Fevereiro de 1993, antes de toda a produção ser iniciada, todo o programa foi cancelado[3] quando a Europa Oriental deixou de ser vista como uma ameaça. A versão de treinamento com dois assentos G 520T foi finalizada e vendida para a Airborne Research Australia em Adelaide. Em 2014, a Grob Aircraft comprou novamente o G 520T e o trouxe de volta à Alemanha.[4] A aeronave repintada foi apresenda ao público durante o Show Aéreo Internacional de Farnborough de 2014, simultaneamente como um relançamento da produção do G 520T.[5]

A de 2014 o G 520 detém vários recordes mundiais. Esta aeronave estabeleceu três recordes mundiais de altitude, tempo de subida e autonomia de voo em 1988. Além disso, foi a primeira aeronave produzida de materiais compósitos projetada espeficamente para pesquisas na estratosfera e atingindo a altitude de 53.573,96 pés (16.329,35 meters).[6]

  • Tempo de subida para 15.000 metros: 40 minutos e 47 segundos[7]
  • Altitude em voo horizontal: 16.238,55 metros (53.276,09 pés)[8]
  • Altitude sem carga: 16.329,35 metros (53.573,96 pés)[9]

Projeto[editar | editar código-fonte]

G 520T durante testes em solo

O G 520 é um monoplano convencional de asa média construído completamente de materiais compósitos com um alongamento (asa) extremamente alto. A potência é fornecida por um único turboélice Honeywell TPE 331-14F e uma hélice tetrapá Hartzell, e vem equipado com trem de pouso triciclo, cujo trem principal recolhe em uma carenagens sob a asa. O conceito de baia de cargas flexível do G 520 pode acomodar sistemas de missão múltipla para aplicações civis e militares, com 12 compartimentos que podem acomodar até 850 kg de equipamentos, tornando o G 520 uma plataforma multi-tarefa ideal para uma ampla gama de missões. A cabine de pilotagem do G 520T fornece espaço para um piloto e um operador de sensores, além de equipamentos que precisam ser posicionados dentro da cabine pressurizada. O painel de instrumentos pode ser opcionalmente equipado com um sistema digital IDU-680 EFIS da Genesys Aerosystems.

Variantes[editar | editar código-fonte]

G 520T[editar | editar código-fonte]

O G 520T é uma versão de dois assentos do G 520. Inicialmente planejado para treinamento e demonstração, o único construído foi comprado pela Grob Aircraft em 2014 e transferido para a Alemanha em Junho do mesmo ano. A produção do G 520T foi retomada em 2014.

G 520NG[editar | editar código-fonte]

O G 520NG será a versão atualizada do G 520T. De acordo com afirmações da empresa durante o Show de Farnborough de 2014, as entregas iniciariam em 2016.[5]

Histórico operacional[editar | editar código-fonte]

 Austrália
Airborne Research Australia
 Alemanha
Luftwaffe

Referências[editar | editar código-fonte]

Notas
Bibliografia
  • Lambert, Mark (1993). Jane's All The Worlds Aircraft 1993-94. Coudsdon, Reino Unido: Janes's Data Division. ISBN 0-7106-1066-1 
  • Taylor, Michael J. H. (1989). Jane's Encyclopedia of Aviation. Londres, Reino Unido: Studio Editions. p. 924 
  • Taylor, Michael (1996). Brassey's World Aircraft & Systems Directory 1996/97. Londres, Reino Unido: Brassey's. ISBN 1-85753-198-1 
  • World Aircraft Information Files. Londres, Reino Unido: Bright Star Publishing. pp. Arquivo 895, página 14 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Grob G 520