Guitar Days

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guitar Days - An Unlikely Story of Brazilian Music
Guitar Days
Brasil
2019 •  86 min 
Direção Caio Augusto Braga
Produção Caio Augusto Braga
Roteiro Caio Augusto Braga
Elenco Maria Angélica, Pin Ups, Second Come, Killing Chainsaw, Mickey Junkies, Garage Fuzz, PELVs, The Cigarettes, Low Dream, Wry, brincando de deus, Kid Vinil, Fabio Massari, Alex Antunes, Alexandre Matias, Marcel Plasse, Rodrigo Lariú, Thurston Moore, Mark Gardener, Stephen Lawrie, Everett True
Gênero documentário
Lançamento 2019
Idioma português

inglês

[www.guitardays.com.br Site oficial]

Guitar Days - An Unlikely Story of Brazilian Music é um documentário escrito, produzido e dirigido por Caio Augusto Braga[1]. Lançado em 2019, no Brasil, no Festival Internacional In-Edit[2], o filme retrata a história dos precursores do indie rock brasileiro[3], as guitar bands, e o panorama atual do cenário musical alternativo no país[4][5].

Sinopse[editar | editar código-fonte]

"Uma nova geração de bandas de rock decide desafiar o status quo e mergulhar em um novo gênero musical não muito brasileiro, transformando permanentemente o cenário independente nacional com suas guitarras barulhentas, letras em inglês e performances vigorosas. Cantar em inglês já não era uma opção, mesmo se isso significasse ser renegado pela grande mídia para sempre. Elas são as guitar bands."

Produção[editar | editar código-fonte]

O documentário foi produzido sem patrocínio ou leis de incentivo[6]. Para levantar fundos para a produção e finalização do filme, foram realizados shows em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte em um financiamento coletivo[7][8]. Apesar do financiamento não ter atingido o valor previsto, os shows foram mantidos e o público pode rever, depois de 18 anos, o retorno do Killing Chainsaw, além das apresentações de Second Come, Mickey Junkies, The Cigarettes, Valv, entre outros[9].

Após os shows do crowdfunding, o diretor Caio Augusto Braga embarca para Inglaterra para entrevistar membros de bandas que influenciaram o movimento guitar, como Thurston Moore (Sonic Youth), Mark Gardener (Ride), Stephen Lawrie (The Telescopes), além do jornalista britânico, descobridor do grunge, Everett True.

Em 2018 o Pin Ups grava sua primeira música inédita em anos para a coletânea Guitar Days, lançada em 2019 pelo selo Midsummer Madness Records[10].

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Organização Categoria Indicação Resultado
2018 Festival Premios Latino del Cine y la Música - Espanha Melhor documentário Guitar Days Venceu
2018 Festival Premios Latino del Cine y la Música - Espanha Melhor direção Caio Augusto Braga Venceu
2019 Indie Nuts Festival - Alemanha Melhor documentário Guitar Days Venceu


Coletânea Guitar Days - Midsummer Madness[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2019, o selo Midsummer Madness Records lança a coletânea, física e digital[11], de músicas de bandas que participaram do movimento guitar, ou que seguem seu caminho nos dias de hoje[12].

O line-up foi escolhido pelo diretor Caio Augusto Braga, e traz as seguintes bandas e músicas:

  • Loomer - Lack;
  • Adriano Cintra - The Big Deserter;
  • Twinpine(s) - Waning;
  • The Cigarettes - Never Know Why;
  • Pin Ups - First Time;
  • The Concept - Sad Walk;
  • Justine Never Knew The Rules - Polar Bear (Hibernation Song);
  • Câmera - Soirée Chez Moi;
  • Valv - New Ground;
  • The John Candy - Scrappy Christmas;
  • Wry - Life is Like a Dream;
  • PELVs - Take Mine;
  • The Biggs - Breech Delivery;
  • Mudhill - Sand of Sorrow;
  • Lava Divers - Hash & Weed;
  • Mickey Junkies - Big Bad Wolves;
  • Second Come - Infatuated Love;
  • Hateen - Ocean of Rain;
  • MQN - I Can't Get Higher;
  • Maria Angélica Não Mora Mais Aqui - Alemanha. Digital:
  • Fish Magic - Hymn;
  • Old Magic Pallas - Enchanted;
  • Shed - Luxury;
  • Loyal Gun - Better Than Before;
  • Garage Fuzz - Daylight;
  • Travelling Wave - Drivin' Searching;
  • Winter Waves - Red Birds.


Links Externos[editar | editar código-fonte]

http://guitardays.com.br

Referências

  1. Line, A TARDE On. «Doc resgata cenário alternativo do rock nacional». Portal A TARDE 
  2. «Guitar Days - An Unlikely Story of Brazilian Music». www.in-edit-brasil.com (em espanhol). Consultado em 8 de janeiro de 2020 
  3. Ellin, Gabriela (17 de junho de 2019). «Guitar Days: filme sobre origens do Indie Rock brasileiro é exibido no país». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 8 de janeiro de 2020 
  4. «Guitar Days: "Vou fazer o que eu quiser" - Trabalho Sujo». Trabalho Sujo. 19 de abril de 2016 
  5. «"Guitar Days": filme retrata o cenário da música underground no Brasil - Cifra Club News» 
  6. «Veja o primeiro teaser de Guitar Days, documentário sobre o rock indie brasileiro | Pipoca Moderna». Pipoca Moderna. 27 de fevereiro de 2016 
  7. Entretenimento, Portal Uai (22 de março de 2016). «Documentário 'Guitar days' traz a improvável história de música brasileira». Portal Uai Entretenimento 
  8. «midsummer madness » Killing Chainsaw de volta para shows do documentário Guitar Days». mmrecords.com.br. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  9. «Grupos dos anos 1990 que cantavam em inglês são festejados em discos, docs e shows». O Globo. 16 de dezembro de 2016 
  10. «ENTREVISTA ESPECIAL: Pin Ups ~ São Paulo da garoa». 29 de abril de 2018 
  11. «midsummer madness » Coletânea do Guitar Days sai em CD e digital». Consultado em 8 de janeiro de 2020 
  12. «VA: Guitar Days – An Unlikely Story of Brazilian Music (2019)». PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS. 26 de setembro de 2019. Consultado em 8 de janeiro de 2020