Hateen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo.
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hateen
Hateen.jpg
Hateen na gravação do videoclipe de "Não Existe Adeus" em 2008.
Informação geral
Origem São Paulo, SP
País Brasil Flag of Brazil.svg
Gênero(s) Hardcore melódico[1]
Punk rock[1][1][2]
Emocore
Período em atividade 1994 — atualmente
Gravadora(s) Arsenal Music
Independente
Hearts Bleed Blue/Deckdisc
Afiliação(ões) CPM 22
Street Bulldogs
V.O.W.E.
magüeRbeS
Integrantes Rodrigo Koala
Fábio Sonrisal
Leon Sérvulo
Thiago Carvalho
Ex-integrantes Cesinha Santisteban
Japinha
Fábio Xim
Fernando Sanches
Boris Fratogianni

Fabrizio Martinelli
Karacol
Página oficial Site Oficial

Hateen é uma banda brasileira de hardcore melódico fundada na Zona Leste de São Paulo em 1994 por Rodrigo Koala, Japinha e Cesinha Santisteban.

O Hateen tem sete álbuns gravados ao todo, os quatro primeiros com todas as músicas em inglês. A partir do quinto álbum, Procedimentos de Emergência, lançado em 2006, passaram a incluir no repertório músicas em português, influenciados pelo sucesso das composições feitas pelo vocalista Rodrigo Koala para a banda CPM 22.

História[editar | editar código-fonte]

O Hateen gravou a sua primeira fita demo, chamada "Blind Youth", e seu álbum de estreia, Hydrophobia, em 1994. Em 1998 com a entrada do Boris Fratogianni (guitarra), lançaram o EP Feeling Like Nick, e no final de 1999 gravam o segundo álbum, Dear Life, que saiu no início de 2000. Alguns meses após o lançamento do álbum, Fernando Sanches (Dance of Days, Small Talk, Againe, Van Damien, CPM 22) assume o baixo no lugar de Cezinha Santisteban.

No natal de 2001, gravam a música "Teenage X-Mas Song" que foi incluída no CD de natal do Hangar 110, tradicional casa de shows de rock de São Paulo, onde em 2002 gravariam o álbum ao vivo More Live Than Dead. O quarto álbum, Loved, foi lançado em janeiro de 2004.

Em 2006, o Hateen parte para uma nova fase com a inclusão de composições em português e o lançamento de um novo álbum, Procedimentos de Emergência que foi lançado em abril pela Arsenal Music, com distribuição Universal Music e com a produção de Rick Bonadio. O primeiro single, "1997", dominou as rádios de pop rock em todo o país e o videoclipe, com direção de Mauricio Eça, Tony Tiger e Fabrizio Martinelli, bateu o 1º lugar do Top 20 Brasil da MTV Brasil, principal parada de videoclipes do país. O segundo single do álbum foi a música "Quem Já Perdeu Um Sonho Aqui", música que fez a banda ganhar diversos prêmios como "Banda/Artista Revelação" do Video Music Brasil 2006.

Em 2007, sem Japinha e Fernando Sanches[3], Rodrigo Koala e Cia aceitam o convite da MTV Brasil e participam do projeto MTV ao Vivo - 5 Bandas de Rock, ao lado das bandas Fresno, Moptop, Forfun e NX Zero. Deste projeto, a banda lançou a single, "Minha Melhor Invenção", música foi bem executada nas rádios e em emissoras musicais de todo o Brasil.

Nos últimos anos, a banda se desligou da grande mídia e dedicou-se a produção e criação de um álbum previsto para o final de 2009. Depois do sucesso "Não Existe Adeus", o guitarrista Fabrizio Martinelli anuncia deixar a banda, justo quando o Hateen estava prestes a entrar em estúdio. Uma de suas explicações devida a sua saída da banda é que nos últimos três anos o Hateen não esteve muito presente na mídia, além do guitarrista estar trabalhando como diretor de especiais musicais da MTV Brasil como Acústico MTV, MTV Ao Vivo, MTV Apresenta e garante que sua saída não está relacionada a brigas e desavenças.

Com a saída de Fabrizio, Sonrisal assume o posto de guitarrista e entra Karacol como novo baixista. A banda voltou a chamar a atenção na mídia com a participação de um chat no portal R7, esclarecendo dúvidas sobre boatos da saída da banda da gravadora Arsenal Music, sendo que na página na internet da gravadora, o Hateen não está no casting de artistas do selo. Além disso, eles garantiram que um novo álbum, com o título provisório de O Segundo Sexto, seria lançado até o fim de 2011. No chat a banda esclareceu sobre a saída de Fabrizio, "O Fabrizio já não estava feliz com a banda estar meio em baixa, trabalhando demais, muito tempo sem lançar nada e como ele já tinha um projeto em andamento, preferiu sair. Desejamos toda a sorte pra ele também. A banda é bem legal." E acrecentou dizendo sobre como a banda se sente com as trocas de integrantes, "É importante dizer, todo mundo que tem banda sabe, que toda troca de integrante por mais que pareça uma perda, é uma renovação muito grande de energia."[4]

Após o lançamento da versão demo de "Um Pouco Mais de Tempo", Karacol se despediu da banda e dos fãs no final de 2010. Com sua saída, entra em seu lugar o baixista Leon Sérvulo, e em novembro de 2010 é oficializada a saída da banda da gravadora Arsenal Music, e a banda vota a trabalhar de maneira Independente.

Após cinco anos sem lançar um álbum e depois da constante troca de integrantes, em agosto de 2011 se iniciaram as gravações do novo álbum, agora com o título de Obrigado Tempestade, que foi gravado em poucas semanas e produzido por Lampadinha. Logo após o fim das gravações do álbum, o baterista Xim deixa a banda e é substituido por Japinha, também baterista do CPM 22, que volta a tocar no Hateen depois de cinco anos de ausência. No dia 8 de novembro de 2011 foi lançado o primeiro single do novo álbum, a faixa-título "Obrigado Tempestade". O álbum foi lançado dia 11 de novembro de 2011.

Em 2014, Japinha sai novamente da banda e entra o baterista Thiago Carvalho. Em junho de 2016 lançam o álbum Não Vai Mais Ter Tristeza Aqui, em parceria com a Hearts Bleed Blue e distribuição da Deckdisc nas plataformas digitais[5].

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Formação atual
  • Rodrigo Koala Vocal, Guitarra (1994 — atualmente)
  • Fábio Sonrisal Guitarra, Vocais (Baixo: 2006 — 2009; Guitarra: 2009 — atualmente)
  • Thiago Carvalho Bateria (2014 atualmente)
  • Leon Sérvulo Baixo (2010 — atualmente)
Ex-integrantes
  • Cesinha Santisteban Vocal, Baixo (1994 — 2000)
  • Fernando Sanches Baixo (2000 — 2006)[3]
  • Boris Fratogianni Guitarra, Vocais
  • André Abreu Baixo
  • Fabrizio Martinelli Guitarra
  • Karacol Baixo (2009 — 2010)
  • Fábio Xim Bateria (2006 — 2011)
  • Japinha Bateria (1994 — 2006) (2011 — 2014)
Músicos de apoio
  • Sato Baixo
  • Pedrinho Bateria
  • Mauricio Takara Bateria, Guitarra, Moog, Teclado

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de Estúdio[editar | editar código-fonte]

Álbuns Ao Vivo[editar | editar código-fonte]

EPs[editar | editar código-fonte]

  • 1994 - Blind Youth
  • 1998 - Feeling Like Nick

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

  • Free Violence
  • Education
  • Danger Drive
  • A New Way to Die
  • 1997
  • Quem Já Perdeu Um Sonho Aqui?
  • Minha Melhor Invenção
  • Não Existe Adeus
  • Obrigado Tempestade
  • Depois que Todos Vão Embora
  • Você não Pode Desistir
  • Passa o Tempo

Referências

  1. a b c «Entrevista: Koala fala sobre a nova fase do Hateen». !ObaOba. Consultado em 24 de março de 2010 
  2. «Entrevista - Hateen - agosto/2006». DropMusic. Consultado em 24 de março de 2010 
  3. a b «Hateen - Mudança na formação». Jovem Pan 2 FM. Consultado em 3 de outubro de 2010 
  4. a b «Bate Papo com Hateen». R7. 17 de junho de 2010. Consultado em 23 de outubro de 2010 
  5. «Hateen comenta cada uma das faixas do seu novo disco, "Não Vai Mais Ter Tristeza Aqui" - TMDQA!». Tenho Mais Discos Que Amigos!. 17 de junho de 2016. Consultado em 19 de junho de 2016 
  6. "Obrigado Tempestade" O Novo Disco do Hateen

Ligações externas[editar | editar código-fonte]