Tuyo (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tuyo
Fotografia de divulgação para o 1º Volume do Double Album "Chegamos Sozinhos Em Casa". Em sentido horário, Lilian Soares (Direita), Jean Machado (Esquerda) & Layane Soares (Centro). Por Juh Almeida.
Informação geral
Origem Curitiba, Paraná
País  Brasil
Gênero(s) folk-pop, música ambiente
Período em atividade 2016 - atualmente
Gravadora(s) Independente
Integrantes Lilian Soares (Lio)
Layane Soares (Lay)
Jean Machado

Tuyo é um grupo musical brasileiro de afrofuturismo, folk-pop e música ambiente (considerado por algumas camadas de seu público como 'folk futurista') fundado no ano de 2016, na cidade de Curitiba, Paraná, como cisão do também grupo musical brasileiro Simonami (2009 - 2017) e formado desde o início por Lilian Soares (Lio), Layane Soares (Lay) & Jean Machado.

História[editar | editar código-fonte]

O nome Tuyo é frequentemente descrito por Lilian Soares (Lio) nas apresentações ao vivo do grupo como "de vocês" e, também, como uma junção das palavras "você" e "eu" na língua castelhana (espanhol) - "tuyo", "tu" & "yo", respectivamente. A Tuyo, que nasceu como cisão da Simonami (também fundada na cidade de Curitiba (PR), com produções fonográficas datadas de 2009 a 2017), trabalha com uma miscelânea de elementos sintéticos (teclados sintetizadores e programações percussivas) mesclados ao folk e ao soul (com uso esparso de violões e lacônico de guitarras e contrabaixos elétricos). Suas composições são marcadas pela intimidade e pela subjetividade, conduzidas em diversas reflexões sobre a liquidez e a precariedade das emoções e das conexões humanas, assim como a melancolia da vida adulta e a condição de "não-lugar" (ou "não-pertencimento", em especial como três musicistas pretos da Região Sul trabalhando com elementos sonoros dominados por musicistas brancos) - explicada pelos próprios membros do grupo em sua biografia no Spotify[1].

Seu primeiro registro fonográfico oficial foi um Pot-Pourri produzido pelos integrantes da Hai Studio (RROOMM desde Janeiro de 2020) e publicado em 28 de Setembro de 2017 com as músicas "Solamento" & "Amadurece & Apodrece" (que tornaram-se, respectivamente, a terceira e a quarta faixa de seu 1º Extended Player (EP), "Pra Doer" - ambas com execução rítmica diferente de sua primeira gravação[2]), que alcançou a marca de 8 milhões de visualizações no YouTube e viabilizou a reverberação de seus trabalhos posteriores.

Em 9 de Novembro de 2018, "Pra Curar", seu primeiro álbum de estúdio, é publicado[3] e prontamente avaliado como um dos melhores álbuns musicais do ano de 2018 pelos críticos musicais dos portais Minuto Indie (5º - [4]), Hits Perdidos (6º - [5]) & Tenho Mais Discos Que Amigos (2º - [6]). "Vidaloca" foi a primeira faixa a receber videoclipe (pelo canal Couple of Things), sendo sucedida por "Eu Não Te Conheço", "Terminal", "Sem Querer" & "Eu Sou Dragão" (produzidos com recursos próprios do trio).

Em 27 de maio de 2021, pouco após a promoção das faixas "Sem Mentir" (publicada em 23 de Julho de 2020) & "Sonho da Lay" (publicada em 27 de Outubro de 2020 com a participação do rapper Luccas Carlos), é publicado o 1º Volume do álbum duplo Chegamos Sozinhos em Casa, posteriormente indicado à premiação do Grammy Latino de Melhor Álbum De Pop Contemporâneo Em Língua Portuguesa (2020/2021). O 2º Volume foi publicado no dia 22 de Julho de 2021. [7][8]

O trio já trabalhou em parcerias com Baco Exu Do Blues, Lucas Silveira[9] (Fresno), Rael, Terno Rei, Drik Barbosa & Lenine e também já foi eleito pelo The New York Times como destaque do Festival SXSW 2021[10].

Em 2021, o trio compôs e produziu em parceria com Xan (ex-membra do Simonami) o single "Eu Nasci Ali", publicado no dia 20 de Agosto de 2021 em decorrência da trilha sonora do filme Valentina, produzido e publicado pela Netflix - sendo selecionado, indicado ou agraciado por pelo menos 15 premiações nacionais e internacionais[11].

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Lilian Soares (Lio) - voz (2016 -)
  • Layane Soares (Lay) - voz, violão, guitarra (2016 -)
  • Jean Machado - voz, violão, contrabaixo elétrico, sintetizadores, programações (2016 -)

Discografia e apresentações[editar | editar código-fonte]

Singles:[editar | editar código-fonte]

  • "Solamento / Amadurece & Apodrece" - 2017
  • "Baile Raro" (C/ Kel) - 2018
  • "Conselho Do Bom-Senso / Calor, Sol & Sal" (C/ Bruna Mendez) - 2018
  • "Solamento" (Lucas Estrela Remix) - 2019
  • "Nosotros" (C/ Bruna Mendez) (Espanhol) - 2019
  • "Acústico" (Double) - 2019
  • "Lara" (C/ Biltre) - 2019
  • "Sem Querer (Ao Vivo No Estúdio MangoLab)" - 2019
  • "Terminal (Ao Vivo No Estúdio MangoLab)" - 2019
  • "Fióti + Tuyo (Sessions)" (Double) - 2019
  • "Vidaloca" (Boss In Drama Remix) - 2019
  • "Fiebre" (C/ Kel) (Espanhol) - 2019
  • "Eu Não Te Conheço" - 2019
  • "Aware" (C/ Ecologyk, Oshun) (Inglês/Português) - 2020
  • "Quando For Falar De Amor" (C/ Fióti) - 2020
  • "Eu Te Avisei" (C/ Terno Rei) - 2020
  • "Sem Mentir" - 2020
  • "Sonho Da Lay" (C/ Luccas Carlos) - 2020
  • "Mi Casa, Su Casa" (C/ Korede Bello, RDD, Mavins) - 2021
  • "Toda Vez Que Eu Chego Em Casa" (C/ Jonathan Ferr) - 2021
  • "Iguais" (VlwFlw Remix) (C/ Siamese) - 2021
  • "Do Lado De Dentro" - 2021
  • "Eu Nasci Ali" (C/ Xan) - 2021
  • "Cara De Doce" (C/ Leonardo Marques, Dinho Almeida) - 2021

Extended plays (EP'S):[editar | editar código-fonte]

  • Pra Doer - 2017
  • Pra Doer (Remix) - 2019

Álbuns (estúdio):[editar | editar código-fonte]

  • Pra Curar - 2018
  • Pra Curar (Remix) - 2019
  • Chegamos Sozinhos em Casa, Volume 1 - 2021
  • Chegamos Sozinhos em Casa, Volume 2 - 2021

Álbuns (ao vivo):[editar | editar código-fonte]

  • Tuyo No Estúdio Showlivre - 2017
  • Fragmentos I - 2021

Festivais:[editar | editar código-fonte]

  • Polifonia (Rio de Janeiro) - 2019 / 2021
  • Rec-Beat (Pernambuco) - 2019
  • CoMA (Distrito Federal) - 2019
  • DoSol (Rio Grande do Norte) - 2019
  • Radioca (Bahia) - 2019
  • Se Rasgum (Par[a) - 2020
  • South by Southwest (SXSW) (EUA) - 2021
  • Bananada (Goiás) - 2021
  • MIMO (Rio de Janeiro) - 2021

Prêmios & indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Álbum / Música Resultado
2021 Grammy Latino (2020/2021) Melhor Álbum De Pop Contemporâneo Em Língua Portuguesa[12] "Chegamos Sozinhos Em Casa, Vol. 1" Indicado
2021 Prêmio Multishow De Música Brasileira (2021) Canção Do Ano[13] "Sonho Da Lay" (C/ Luccas Carlos) Indicado

Referências

  1. «Tuyo». Spotify. Consultado em 18 de dezembro de 2021 
  2. «A alma da Tuyo em 'Pra Doer'». A Escotilha. 6 de dezembro de 2017. Consultado em 11 de novembro de 2021 
  3. «Grupo paranaense Tuyo canta frustrações em disco de estreia». Terra. Consultado em 21 de maio de 2021 
  4. Minutoindie, Por (18 de dezembro de 2018). «Os 25 melhores discos nacionais de 2018, por Minuto Indie.». Minuto Indie. Consultado em 18 de dezembro de 2021 
  5. «Os 50 Melhores Álbuns Nacionais de 2018». Hits Perdidos. 20 de dezembro de 2018. Consultado em 18 de dezembro de 2021 
  6. Aiex, Tony (13 de dezembro de 2018). «Os 50 melhores discos nacionais de 2018». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 18 de dezembro de 2021 
  7. Curitiba, Prefeitura de. «Banda curitibana Tuyo é indicada ao Grammy Latino». www.curitiba.pr.gov.br. Consultado em 18 de dezembro de 2021 
  8. «Banda Tuyo revela mentirinhas do passado ao Papelpop neste 1º de abril». PAPELPOP. 1 de abril de 2021. Consultado em 21 de maio de 2021 
  9. Tolentino, Ana Júlia (7 de janeiro de 2020). «Batida perfeita: Fresno lança clipe de "Cada Acidente" com a Tuyo; assista». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 21 de maio de 2021 
  10. «Conheça a banda brasileira que foi eleita pelo New York Times como destaque do SXSW 2021 – Glamurama». Conheça a banda brasileira que foi eleita pelo New York Times como destaque do SXSW 2021 – Glamurama. 24 de março de 2021. Consultado em 21 de maio de 2021 
  11. «VALENTINA - longa-metragem com Thiessa Woinbackk, Guta Stresser, Rômulo Braga». VALENTINA. Consultado em 18 de dezembro de 2021 
  12. «Banda Tuyo comenta sobre indicação ao Grammy Latino: 'Estamos no processo de entender, aceitar e comemorar'». G1 
  13. «Tuyo é indicada na categoria "Canção do Ano" no Prêmio Multishow». MusicDrops