Hacá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.

Hacá ou Hakka (chinês simplificado: 客家; chinês tradicional: 客家: Hakka: Hak5 Ga1; PīnyīnKèjiā) é um grupo etnolinguístico, de etnia Han, que existe em várias regiões de China continental (especialmente em Fuquiém, Ainão, Jiangxi e província de Cantão), Hong Kong (É um dos povos indígenas), Taiwan e noutros países, principalmente no sudeste asiático, incluindo Malásia, Indonésia,  Timor, Tailândia, Filipinas.

Uma mulher Hakka usando o chapéu Hakka
Tulou (土樓/ 土楼), uma espécie arquitetura de Hakka em Fuquiém.


Língua Hakka[editar | editar código-fonte]

Pessoas Hacá tem sua própria língua, é chamado língua hakka ou língua hacá, (chinês simplificado: 客家语/ 客家话; chinês tradicional: 客家語/ 客家話; Hakka: Hak5 Ga1 Ngi1/ Hak5 Ga1 Va4; PīnyīnKèjiā Yǔ/ Kèjiā Huà). Ela varia de Língua mandarim e Cantonês. Hakka é uma das línguas indígenas em Hong Kong.

Ainda que os chineses prefiram falar de dialetos (方言, fāngyán) ao referir-se às variedades do chinês falado, a inteligibilidade mútua entre estes é praticamente nula pelo que muitos linguistas consideram o chinês uma família de línguas, e não uma língua única.

Um mapa mostra a dispersão de língua hakka.