Haquitia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Haquitia
Outros nomes:Haketia, Haquitia
Falado em:  Marrocos,  Venezuela,  Israel,  Brasil
Região: Norte de África
Total de falantes:
Família: Línguas indo-europeias
 itálicas
  românicas
   românicas ocidentais
    galo-ibéricas
     ibero-românicas
      ladino
       Haquitia
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

Haquitia (em ladino: haketia; em hebraico: חכיתייה) é um dialeto derivado do ladino (judeu-espanhol) vernacular, que, por sua vez, é uma língua judaico-românica derivada do castelhano do século XVI . Era o dialeto dos judeus sefarditas do norte do Marrocos (o chamado Marrocos Espanhol) e usado pelos megorachim (judeus de origem ibérica) instalados no norte de Marrocos. Tem uma grande influência do judeu-árabe e do tarifit.[1]

A origem do nome provém da palavra árabe hakà, حكى, que significa "dizer, falar".[2] [3]

A língua está relacionada com o tetuani, outra variante do judeu-espanhol falada na cidade de Oran, Argélia. A memória da língua conserva-se atualmente sobretudo na Venezuela e em Israel, para onde migrou uma grande parte das comunidades judias do Marrocos Espanhol. Ainda é falada - embora muito pouco e principalmente por pessoas idosas - no Norte do Brasil, em cidades como Belém, Manaus, Santarém, Cametá, dentre outras cidades às margens do rio Amazonas, onde se encontram descendentes desses judeus que imigraram a partir do século XIX. Nesses locais, a haquitia sobrevive principalmente em algumas expressões intercaladas no discurso cotidiano.[4][5]

Carta em haketia (Tânger, 1832).

Referências

  1. Más, Paloma Díaz (1992). Sephardim: The jews from Spain (em inglês) 2 ed. Chicago: University of Chicago. p. 87. ISBN 0226144836 
  2. Discurso de Yaakov Bentolila: «Haketía: El Djudeo-Espagnol de la Afrika del Nord» (em espanhol). Consultado em 14 de junho de 2016 
  3. Pelos meandros da hakitía[ligação inativa]. Por Álvaro Cunha. Travessias nº 01.
  4. Bentes, Abraham Ramiro (1981). Os sefardim e a h̲akitía. [S.l.: s.n.] p. 70-73 
  5. Haquetia. Por Yacob Nahon. Portal Amazonia Judaica

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.