Hasheket Shenish'ar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Israel "Hasheket Shenish'ar"
Festival Eurovisão da Canção 2005
País
Artista(s)
Línguas
Compositor(es)
Pini Aharonbayev
Letrista(s)
Ben Green
Performance das finais
Resultado da semifinal
Pontos da semifinal
158
Resultado da final
Pontos da final
154
◄ "Leha'amin" (2004)   
"Together We Are One" (2006) ►

Hasheket Shenish'ar (em alfabeto hebraico: (השקט שנשאר‎), em português. "O silêncio que permaneceu") foi a canção que representou Israel no Festival Eurovisão da Canção 2005 que teve lugar em Kiev, capital da Ucrânia, em 21 de maio desse ano.


A referida canção foi interpretada em hebraico e em inglês por Shiri Maimon. Na final foi a décima-primeira canção a ser interpretada na noite do festival, a seguir à canção da Espanha "Brujería", cantada por Beth e antes da canção da Sérvia e Montenegro "Zauvijek moja", interpretada por No Name. Terminou a competição em 4.º lugar (entre 24 participantes),) tendo recebido um total de 154 pontos.

Autores[editar | editar código-fonte]

AUTORES
Letrista: Pini Aharonbayev
Compositor: Ben Green

Letra[editar | editar código-fonte]

A canção é uma power ballad, com Maimon a dizer que seu amante foi infiel e sua decisão é deixá-lo. Ela parece insegura sobre o que fazer a seguir e reflete sobre "o silêncio que permanece".

Outras versões[editar | editar código-fonte]

Outras versões da cantora
* "Hasheket shenish'ar" (em hebraico)
* "Time to say goodbye" (em inglês)


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal da Música


Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.