Hiponatremia isotônica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Hiponatremia isotônica é uma forma de hiponatremia com mOsm medidos entre 280 e 295. Ela pode ser associada com pseudohiponatremia (quando há níveis sanguíneos altos de lipídios ou proteínas) ou com infusão isotônica de glicose ou manitol.[1]

Pseudohiponatremia[editar | editar código-fonte]

Algumas condições que interferem com os testes laboratoriais da concentração de sódio sérico (como níveis sanguíneos extraordinariamente altos de lipídios ou proteínas) podem levar a uma medição incorretamente baixa de sódio. Isso é chamado de pseudohiponatremia.[2][3] A pseudohiponatremia é distinta de uma hiponatremia verdadeira dilucional que pode ser causada por uma desvio osmótico de água das células para a corrente sanguínea após grandes infusões de manitol ou imunoglobulina intravenosa.

É associada mais frequentemente com a hiperlipidemia do que com níveis aumentados de proteína.[4]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Gottschlich, Michele M.; Matarese, Laura E. (2003). Contemporary nutrition support practice: a clinical guide (Philadelphia: Saunders). p. 130. ISBN 0-7216-9357-1. 
  2. Weisberg LS (1989). «Pseudohyponatremia: a reappraisal». Am. J. Med. [S.l.: s.n.] 86 (3): 315–8. doi:10.1016/0002-9343(89)90302-1. PMID 2645773. 
  3. Nguyen MK, Ornekian V, Butch AW, Kurtz I (2007). «A new method for determining plasma water content: application in pseudohyponatremia». Am. J. Physiol. Renal Physiol. [S.l.: s.n.] 292 (5): F1652–6. doi:10.1152/ajprenal.00493.2006. PMID 17299138. 
  4. Garibaldi BT, Cameron SJ, Choi M (2008). «Pseudohyponatremia in a patient with HIV and hepatitis C coinfection». J Gen Intern Med [S.l.: s.n.] 23 (2): 202–5. doi:10.1007/s11606-007-0446-3. PMID 17994269.