Homero Homem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Homero Homem
Nome completo Homero Homem de Siqueira Cavalcanti
Nascimento 5 de janeiro de 1921 (96 anos)
Canguaretama
Morte 1991 (70 anos)
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Escritor
Principais trabalhos Menino de asas

Homero Homem de Siqueira Cavalcanti (Canguaretama, 5 de Janeiro de 19211991) foi um escritor brasileiro.

Nasceu no Engenho Catu, de propriedade de seu pai.

Pelo número de edições dos seus livros constata-se que Homero Homem é o mais lido de todos os ficcionistas norte-rio-grandenses. Outra constatação não menos importante: é o único com livro traduzido ("Gente delle Rocas", tradução italiana de "Cabra das Rocas", por Laura Draghi e Danuza Garcez Ourique - Editora Giunti Marzocco. Florença, 1977).

Entre os poetas modernos brasileiros, Homero Homem pode ser definido como neo-romântico, pós-Geração 45.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Tempo de Amor (Livraria Francisco Alves Editora SA, Rio de Janeiro, 1960 - 2ª edição, 1973);
  • Carliteana Carioca (Editora Leitura, 1965 - Obs: os contos deste livro foram incluídos na segunda edição de "Tempo de Amor");
  • Cabra das Rocas (primeira edição, pela Tempo Brasileiro, Rio, 1966 e as 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª pela Editora Ática, São Paulo);
  • Menino de Asas (Gráfica Record Editora, Rio, 1968; 22ª ed., Editora Ática, São Paulo, 1989);
  • O Excepcional-Flor que Nasceu com uma Pétala de Mais (Editora Expressão e Cultura, Rio de janeiro, 1973);
  • O Goleador (Cia. Editora Americana, Rio, 1974);
  • O Moço da Camisa 10 (Livraria José Olympio Editora, Rio, 1978);
  • Pelejas de Amor, crônicas e narrativas jovens, com mini poemas de abertura (Editora de Orientação Cultural, Rio, 1978);
  • Mundo do Silêncio Verde, novela de ficção científica para jovens (Prêmio Escritor do Mar e Prêmio Nacional de Literatura) (Editora Nórdica, Rio, 1981);

Na área de estudos sociais, um pequeno livro sobre sua terra natal:

  • Rio Grande do Norte (Bloch Editores, Rio, 1978).

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências