Huitzilihuitl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Huitzilíhuitl)
Ir para: navegação, pesquisa
Huitzilihuitl
Huitzilihuitl no Códice Tovar.
Tenochtitlan Glyph ZP.svg
Tlatoani de Tenochtitlan
13911417
predecessor Acamapichtli
sucessor Chimalpopoca
Esposa Ayauhcihuatl
Esposas Secundárias Cacamacihuatl , Miahuaxihuitl , Miyahuaxochtzin
Casa Dinastia Imperial Asteca
Nome completo
wit͡siˈliʔwit͡ɬ
Nascimento 1379
Tenochtitlan
Morte 1391 (44 anos)
Tenochtitlan
Pai Acamapichtli
Mãe Tezcatlan Miyahuatzin


Huitzilihuitl (náuatle/nauatle : wit͡siˈliʔwit͡ɬ ; português: Penas de Colibri, 1379 - 1417) foi o segundo tlatoani de Tenochtitlan, reinou de 1391 a 1417 [1].

Vida[editar | editar código-fonte]

Huitzilíhuitl nasceu em Tenochtitlan, e era filho de Acamapichtli, primeiro tlatoani dos mexicas, e da rainha Tezcatlan Miyahuatzin, e tinha um meio-irmão chamado Itzcoatl. Seu avô materno era Acacitli. Com apenas 16 anos de idade seu pai morreu, Huitzilihuitl foi então eleito pelos chefes das principais famílias, pelos guerreiros e pelos sacerdotes da cidade para substituí-lo. Naquela época, os astecas eram subordinados a cidade-estado tepaneca de Azcapotzalco.

Huitzilíhuitl, se tornou um bom político e continuou a linha de política de seu pai, sempre buscando alianças com os seus vizinhos através de casamentos entre as linhagens reais [1]. Ele fundou o Tlatocan (Conselho Real) constituído por quatro eleitores permanentes para aconselhar o novo rei, em sua inexperiência, no início de cada reinado [2].

Gastou uma energia considerável na construção de estruturas em Tenochtitlan especialmente templos, estabeleceu leis e melhorou as práticas religiosas. Soube fazer com que a população visse claramente a ligação entre as divindades e seu governo divinamente sancionado [3].

Huitzilíhuitl se casou com Ayauhcihuatl, filha de Tezozómoc, o poderoso tlatoani de Azcapotzalco, e obteve uma redução dos pagamentos de tributo , que se tornou simbólico [1]. Com ela teve seu filho primogênito Chimalpopoca que iria lhe suceder como terceiro tlatoani. Após a morte de Ayaucíhuatl, Huitzilíhuitl casou pela segunda vez, com Miahuaxihuitl neta de Tezozómoc [3]. Esta lhe deu Moctezuma I, que também subiu ao trono como o quinto tlatoani dos astecas [1].

Durante seu reinado, a indústria de tecelagem cresceu. Essa industria fornecia panos de algodão, não só para Tenochtitlan, mas também para Azcapotzalco e Cuerhavaca. Os mexicas já não precisavam se vestir com as grossas fibras de sisal , tendo a disposição o tecido de algodão macio e tingido.

Em 1409, o governante de Texcoco, Techotlala, morreu e o trono passou para seu filho Ixtlilxóchitl I. Nos anos seguintes, as relações entre Ixtlilxóchitl e Tezozómoc de Azcapotzalco se deterioraram, iniciando uma guerra aberta em 1416 [3].

Apesar de ter dado sua filha Matlalchihuatzin em casamento a Ixtlilxóchitl, Huitzilíhuitl se aliou a seu sogro na guerra contra Texcoco. Ajudou na conquista e saque das cidades de Tultitlan, Cuauhtitlan, Chalco, Tollantzingo, Xaltocan , Otompa e Acolman. Isso ajudou a ter uma maior visibilidade entre os nobres das cidades estados da região além de poder contar os espólios dessas conquistas [3].

Huitzilíhuitl morreu, pouco antes do fim da guerra entre Azcapotzalco e Texcoco. Seu sucessor, Chimalpopoca, continuou a apoiar Tezozómoc e Azcapotzalco [3].




Precedido por
Acamapichtli
Tenochtitlan Glyph ZP.svg Tlatoani de Tenochtitlan
13911417
Sucedido por
Chimalpopoca


Referências

  1. a b c d Dirk R. Van Tuerenhout The Aztecs : New Perspectives (em inglês) ABC-CLIO, 2005 p. 40 ISBN 9781576079218
  2. Jerónimo Hernández Vaca El estado en México , 1521-2005 (em espanhol) Plaza y Valdes, 2005 p. 23 ISBN 9789707224216
  3. a b c d e Frances Berdan, Patricia Rieff Anawalt, The Essential Codex Mendoza (em inglês) University of California Press, 1997 p. 10 ISBN 9780520204546