Tízoc

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tizoc
Tizoc no Códice Telleriano-Remensis
Tenochtitlan Glyph ZP.svg
Huey Tlatoani
1481 - 1486
predecessor Axayácatl
sucessor Ahuitzotl
Casa Real Dinastia Imperial Asteca
Nome completo
tisosiˈkat͡sin
Nascimento 1436
Tenochtitlan
Morte 1486 (50 anos)
Tenochtitlan
Pai Tezozomoc
Mãe Atotoztli II


Tīzoc Chālchiuhtlatona (náuatle/nauatle : aːʃaːˈjakat͡ɬ  ; português: O Sangrado [1], 14361486), também conhecido como Tizocic
(náuatle/nauatle : tiˈsosik ) ou Tizocicatzin (náuatle/nauatle : tisosiˈkat͡sin ), foi o sétimo tlatoani de Tenochtitlan, reinou de 1481 a 1486

Vida[editar | editar código-fonte]

Tizoc foi segundo filho de Tezozomoc (filho de Itzcóatl) e de Atotoztli II (filha de Moctezuma Ilhuicamina), sucessor de seu irmão Axayácatl, era especialmente dedicado a construção e teve um escasso êxito na expansão militar, seu reinado relativamente curto (1481-1486) [2].

Sua primeira campanha, o ataque à cidade de Meztitlan, foi uma derrota, apesar das catorze campanhas militares lançadas, não conseguiu aumentar os domínios da Tríplice Aliança Asteca. Teve que dedicar todo tempo para gerenciar as áreas conquistadas, que para conquistar novas cidades. Como por exemplo enfrentar a revolta de Tollocan.

Além disso, Tizoc precisava garantir as conquistas de Veracruz e Oaxaca. Ordenou a construção de um monólito conhecido como A Pedra de Tizoc que rememorava as conquistas de Tamapachco [3] e Miquitlan em território huasteca, Atezcahuacan em Puebla, ou Otlappan em Guerrero. No entanto, alguns historiadores atribuem muitas destas conquistas a seus antecessores [2].

Tizoc ordenou a reconstrução do Templo Mayor de Tenochtitlan [4] tarefa concluída por Ahuitzotl em 1487, além disso desenvolveu o primeiro sistema de correio da Aliança.

Tizoc foi o primeiro a tentar colocar o estilo de vida asteca e os avanços da civilização aos povos subjugados, mas em poucos anos, vendo devido aos custos do projeto, ficou inviável, pois teria que aumentar mais os tributos aumentando o clima de revolta.

Tizoc morreu em 1486, embora ainda esteja pouco claro a forma como ocorreu. Algumas fontes sugerem que foi envenenado, conspiração de membros de sua própria corte e de Techotlalatzin e Maxtla, senhores Iztapalapa e Chalco respectivamente. Outros afirmam que ele caiu vitima de uma doença [2] [4] [5] .

Após sua morte, o Conselho se reuniu imediatamente para eleger seu irmão mais novo Ahuizotl (1486-1502) [2].




Precedido por
Axayácatl
Tenochtitlan Glyph ZP.svg Tlatoani de Tenochtitlan
1481 - 1486
Sucedido por
Ahuitzotl
Precedido por
Axayácatl
Tenochtitlan Glyph ZP.svg Huey Tlatoani
1481 - 1486
Sucedido por
Ahuitzotl
Precedido por
Axayácatl
Tlacochcalcatl.jpg Tlacochcalcatl
14691481
Sucedido por
Ahuitzotl

Referências

  1. Susan D. Gillespie, Los reyes aztecas: la construcción del gobierno en la historia mexica (em espanhol) Siglo XXI, 1993 p. 51 ISBN 9789682318740
  2. a b c d Glaoria Delgado, Historia de Mexico], Volume 1 (em espanhol) Pearson Educación, 2006 pp. 213 ISBN 9789702607977
  3. Gordon Frederick Ekholm,, Excavations at Tampico and Panuco in the Huasteca, Mexico (em inglês) American Museum of Natural History, 1944 p. 40
  4. a b José Miguel Carrillo de Albornoz, Moctezuma II, El semidiós destronado (em inglês) Leer-e, 2013 pp. 1445-1447 ISBN 9788415370536
  5. Susan D. Gillespie, Los reyes aztecas p. 60