Ian Borges

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ian Borges
campeão mundial sub-19
Voleibol
Nome completo Ian Borges
Apelido Cuco
Modalidade Voleibol de praia
Nascimento 16 de dezembro de 1986 (31 anos)
Petrópolis, RJ
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 81 kg Altura: 1,82 m
Clube Brasil Vôlei de Praia
Medalhas
Competidor do  Brasil
Campeonato Mundial de Voleibol de Praia Sub-19
Ouro Xylokastro 2002 Dupla
Prata Pattaya 2003 Dupla

Ian Borges (Petrópolis, 16 de dezembro de 1986) é um ex-voleibolista indoor brasileiro e que atuou vôlei de praia, através desta modalidade foi medalhista na categoria infanto-juvenil obtendo uma medalha de ouro e outra de prata, em edições do Campeonato Mundial de Vôlei de Praia nos anos de 2002 e 2003, respectivamente[1].Foi campeão do Campeonato Europeu na categoria sub-21 em 2004 e campeão da Etapa do Equador do Circuito Sul-Americano de 2006[2].

Ian Borges

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ian sempre teve contato com as práticas desportivas, desde os tempos de escola jogava futebol , futevôlei com os amigos, mas o vôlei sempre foi sua paixão.Iniciou a praticar aos nove anos por influência do pai, Álvaro, ex-voleibolista; frequentou as escolinhas da praia e em curto prazo de tempo passou para o vôlei indoor se tornando um atleta federado.Ian defendeu clubes como Canto do Rio, Fluminense e Niterói Vôlei Clube. Por ter iniciado na praia de Icaraí, em Niterói, não aguentou ficar muito tempo longe das areias, com apenas 14 anos de idade tentava conciliar seus trabalhos na quadra e na praia e com estatura de 1,81m, percebeu ter maior facilidade para jogar na areia, já que para quadra sua altura é considerada baixa para os padrões internacionais[2].

Em 2002 foi eleito o Príncipe da Praia no Brasil[2].Em 2002 formou dupla com Pedro Salgado para disputar o Campeonato Mundial Sub-18 sediado na Grécia, onde conquistou conquistando sua primeira medalha em competições internacionais e com este mesmo parceiro ficou com a medalha de prata no mundial na referida categoria realizado na Tailândia em 2003[1][3] e para coroar sua ótima atuação foi eleito o melhor jogador do mundial[2]

No Brasil sagrou-se tricampeão brasileiro de vôlei de praia na categoria sub-18 nos anos 2002, na sub-19 nos anos de 2003 e 2004, nos dois últimos anos fazendo dupla com Pedro Solberg[2].Representando o Vasco da Gama ao lado de Philippe Perdigão disputaram o Euro Beach, na categoria sub-18 do Campeonato Europeu de Vôlei de Praia realizado na cidade de Binic na França[4].

Em 2004 conquistou a medalha de ouro no Campeonato Europeu de Vôlei de Praia Sub-21 na França e foi eleito o Melhor Jogador da competição[2].Ainda em 2005 pelo Circuito Mundial, seus melhores resultados foram dois bronzes um na Etapa Satélite em Turku na Finlândia e outro no Challenger de Cagliari na Itália jogando com Ian Borges e com este obteve um décimo sétimo lugar no Challenger de Rimini na Itália[1]. Jogando ao lado Oscar Brandão ficou na quinta posição no Campeonato Mundial de Vôlei de Praia Sub-21 de 2005 cuja sede foi em Portugal[1].Conquistou conquistou o título da etapa de Esmeraldas , Equador, válida pelo Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia, na ocasião atuou ao lado de Rhooney Ferramenta[2][5][6][7][8][9].

Ao lado de Wallace Ramos disputaram os Jogos da Lusofonia em Macau no ano de 2006, mas não avançaram nas quartas de final, sendo derrotados pela dupla brasileira: Giuliano e Billy, cujo placar foi 2 sets a 1 ( 20/22, 21/17 e 15/11); eles tiveram uma nova chance na repescagem, mas sofreram mais uma derrota , desta vez para dupla portuguesa Pedro Rosas e José Pedrosa por 2 sets a 1 (24/22, 18/21 e 14/16)[10].

Em 2008 disputou o Campeonato Mundial Universitário de Hamburgo na Alemanha, cuja qualificação para esta competição deu-se no Campeonato Brasileiro Universitário de Vôlei de Praia ocorrido em janeiro do mesmo ano[2][11].Ian foi convidado para fazer parte da comissão de atletas da competição, fato inédito para um atleta Brasileiro.No mundial jogou ao lado de Rhooney, no Grupo C, com apenas uma derrota avançaram para próxima fase perdendo para dupla chinesa e terminaram então na décima sétima posição após derrota para dupla espanhola Garcia & Marco Arroyo por 2x0 (16-21, 18-21)[2][12][13].

Após se formar em Publicidade e Propaganda em 2008, na ESPM-RJ, e fazer um mestrado em Gestão de Recursos Humanos Internacionais na Panthéon-Assas em 2010, em Paris, Ian teve 12 anos de carreira corporativa em multinacionais, sendo seu último cargo Diretor de Marketing Digital e Comunicação na L’Oréal.[2][14].

Atualmente ele atua como Lifestyle Strategist, Empreendedor e Nômade Digital, tendo visitado mais de 60 países e 500 cidades pelo mundo.

Hoje ele ajuda jovens profissionais e empreendedores a hackearem seu lifestyle para viver com mais sentido e liberdade. Ele facilita essas transformações através do coaching, mentoring e life hacking.

Além disso, ao lado do empresário Ricardo Semler, também é Co-fundador da LeadWise e sócio da Semco Style Institute, duas startups com o objetivo de “MAKE WORK AWESOME”, que ajudam líderes a criar organizações mais humanas, positivas, colaborativas e eficazes, através de práticas de gestão mais horizontais e participativas.

Ele facilita essas transformações através de um novo modelo  de consultoria, promovendo experiências de aprendizado presencial/online e oferecendo ferramentas práticas para a gestão da mudança organizacional.

Títulos e resultados[editar | editar código-fonte]

Premiações individuais[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d FIVB-Federação Internacional de Voleibol. «Player´s Data Base- Ian Borges» (em inglês). Consultado em 25 de dezembro de 2013. 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s Portal ESPM. «Para Todos- Pelas areias do mundo». Consultado em 25 de dezembro de 2013. 
  3. «THAILAND, 2003 FIVB Men's World Championships U-18, presented by Swatch-Pattaya, August 27-31-Main Draw Ranking». FIVB (em inglês). Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  4. Casaca (30 de junho de 2003). «Dupla Vascaína de Vôlei de Praia busca título na Europa». Consultado em 25 de dezembro de 2013. 
  5. a b CSV (31 de julho de 2006). «Brasil, Ecuador y Uruguay en el podio masculino del Campeonato Sudamericano de Voleibol de playa» (em espanhol). Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  6. Todo Voley (10 de agosto de 2006). «Sudamericano de Beach Volley en Ecuador». Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  7. El Universo (4 de agosto de 2006). «Subtítulo en volei de arena para Ecuador». Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  8. Feva.org.ar (2 de agosto de 2006). «SUDAMERICANO DE BEACH VOLLEY EN ECUADOR: BRASIL, CAMPEÓN EN AMBAS RAMAS» (em espanhol). Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  9. La Hora (1 de agosto de 2006). «La segunda parada será en Bogotá» (em espanhol). Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  10. Time Brasil (14 de outubro de 2006). «BRASIL CLASSIFICA TRÊS DUPLAS PARA AS SEMIFINAIS DO VÔLEI DE PRAIA EM MACAU». Consultado em 25 de dezembro de 2013. 
  11. CBDU (8 de janeiro de 2008). «Campeonato Brasileiro de Vôlei de Praia Universitário será no Guarujá». Consultado em 25 de dezembro de 2013. 
  12. FISU. «World-University Championship Beach volleyball 2008» (PDF) (em inglêss). Consultado em 25 de dezembro de 2013. 
  13. CBDU (2 de julho de 2008). «4ºCampeonato mundial de volei de praia Universitário Hamburgo Alemanha». Consultado em 25 de dezembro de 2013. 
  14. Linked In. «Profile Ian Borges-Linkedin» (em inglês). Consultado em 25 de dezembro de 2013.