Idade do Ferro pré-romana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cópia da Manta de Gerum, encontrada na Suécia, datada de 400-200 a.C.

A Idade do Ferro pré-romana (em sueco: Förromersk järnålder) é um período arqueológico da Escandinávia decorrido aproximadamente nos anos 500-1 a.C..[1] O período – também chamado de Idade do Ferro céltica – marca o início da Idade do Ferro na Escandinávia, sucedendo à Idade do Bronze e precedendo a Idade do Ferro romana. A dominância dos Celtas na Europa Continental atingiu a vida dos países nórdicos, influenciados pela Cultura de La Tène. O clima tornou-se mais frio e húmido, obrigando as populações locais a fazer modificações no seu modo de vida. A criação de gado teve um avanço tecnológico e os objetos de ferro substituem os objetos de bronze. Nos campos funerários aparecem com maior frequência vestígios de cremação.[2]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Melin, Jan; Johansson, Alf; Hedenborg, Susanna (2006). «Forntiden». Sveriges Historia. Koncentrerad uppslagsbok, fakta, årtal, kartor, tabeller (em sueco). Estocolmo: Prisma. ISBN 9789151846668 
Precedido por
Idade do Bronze
Idade do Ferro pré-romana
500–1 a.C.
Sucedido por
Idade do Ferro romana