Infecção cutânea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

As infecções cutâneas ou infecções da pele podem ser causadas por vírus, bactérias, fungos ou pequenos animais. Muitas espécies bacterianas colonizam a pele como flora normal. Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes são uma flora pouco frequente, mas são as causas mais comuns das infecções cutâneas bacterianas. Os fatores predisponentes para a infecção incluem lesões da pele, doenças de pele preexistentes, má higiene e, raramente, imunidade baixa do hospedeiro.[1]

Não confundir com dermatite/eczema, que é inflamação da pele por qualquer causa, mas geralmente não é infecciosa.

Viral[editar | editar código-fonte]

Exantema maculopapular viral

As infecções virais incluem[2]:

Bacteriana[editar | editar código-fonte]

Antrax cutâneo

As enfermidades bacterianas incluem[3]:

  • Erisipela: infecção superficial geralmente causada por Streptococcus sp. fácil de tratar.
  • Celulite bacteriana: infecção subcutânea geralmente causada por Streptococcus sp. ou Staphylococcus sp. que causa inflamação muito parecida com outras doenças.
  • Fasciíte necrosante: infecção profunda geralmente causada por Streptococcus sp. muito agressiva e perigosa. Gera uma gangrena que precisa ser removida cirurgicamente antes que se espalhe.
  • Impetigo: O impetigo é uma infecção superficial geralmente causada por S. aureus e ocasionalmente por Streptococcus pyogenes.
  • Foliculite: é uma infecção superficial dos folículos pilosos caracterizados por pápulas e pústulas eritematosas.
  • Furúnculos: é uma infecção profunda do folículo capilar caracterizada por nódulos inflamatórios purulentos.
  • Escarlatina: Causa exantema maculopapular similar aos exantemas virais.
  • Nocardiose cutânea: Infecção restrita à América do sul causada pelo Nocardia brasiliensis Pode causar abscessos cutâneos ou subcutâneos, ulcerações, granulomas, celulite, pústulas e deformações.
  • Antrax cutâneo: Causado pelo famoso Bacillus anthracis, geralmente associada ao contato com pelos de animais, mas é pouco perigosa.
  • Lepra: Ainda existe em poucos países subdesenvolvidos, como no Brasil e Índia. Causa perda de sensibilidade a dor nas extremidades, manchas e endurecimento da pele e pode ser deformante.
  • Peste: Causada pelo Yersinia pestis é transmitida pela pulga dos roedores. Caracterizada por bolhas negras. Ainda mata centenas de pessoas.
  • Sífilis: As duas primeiras fases da doença são cutâneas e os sintomas desaparecem sem tratamento parecendo que está curada, mas a terceira fase é sistêmica e pode deformar ossos e lesionar o cérebro.

Fungos[editar | editar código-fonte]

Tinea barbae

As micoses superficiais são muito comuns e geralmente são apenas um problema estético. Os fungos geralmente crescem em ambientes quentes e úmidos. O uso de roupas suadas ou molhadas é um fator de risco para infecções cutâneas. Uma ruptura ou corte na pele pode permitir que as bactérias entrem nas camadas mais profundas da pele e causem micetomas, muito mais problemáticos. As micoses superficiais incluem:

  • Dermatofitoses (Tinhas): Micoses superficiais associados a umidade e calor, causados principalmente por Microsporum, Trichophyton ou Epidermophyton. Também podem infectar as unhas.
  • Tinea versicolor: Causado pelo Malassezia furfur é uma mancha descolorada ou escura em pessoas bronzeadas.
  • Candidíase: Forma placas brancas não aderentes na boca, língua e faringe. Na vagina e pênis causa vermelhidão, coceira, corrimento e descamação. É transmitida por contato direto. Pode causar infecções em outros órgãos em imunodeprimidos e desnutridos.

Parasitas animais[editar | editar código-fonte]

Dermatite serpetinosa, conhecida como bicho-geográfico por desenhar mapas na pele.

As infecções parasitárias da pele incluem:

  • Pediculose: piolhos são comuns em crianças em idade escolar.
  • Percevejo: mais comum em ambientes rurais e em camas de hospedagens baratas, causam coceira e vermelhidão.
  • Pulga: pode transmitir pesteque também é uma infecção da pele.
  • Carrapato: pode transmitir borreliose, que também é uma infecção da pele.
  • Escabiose: mais conhecida como sarna, associada a má higiene e pobreza.
  • Dermatite serpiginosa: Causada pelo contato direto com areia ou terra contaminada com fezes de animais com Ancylostoma.
  • Miíase: Larvas de mosca depositadas na pele que comem as partes podres.

Referências