Intempol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Intempol (Polícia Internacional do Tempo) é o projeto de um universo compartilhado de ficção científica, a respeito de uma polícia temporal com características brasileiras. Surgiu em 1998, com o conto Eu Matei Paolo Rossi, de Octavio Aragão, publicado na antologia Outras Copas, Outros Mundos (editora Ano-Luz). Em 2000, foi publicado o livro INTEMPOL: Uma antologia de contos sobre viagens no tempo, com contos de Octavio Aragão, Lúcio Manfredi, Jorge Nunes, Osmarco Valladão, Carlos Orsi Martinho, Paulo Elache, Fábio Fernandes e Gerson Lodi-Ribeiro.

Em 2002 foi aberto portal na Internet onde se podem ler contos, experimentos em histórias em quadrinhos, entrevistas com escritores estrangeiros de Ficção Científica e Terror desconhecidos no Brasil e notícias variadas sobre o Projeto e outros tópicos relacionados.

Em 2005 foi foi publicado pela editora Comic Store, o primeiro álbum em quadrinhos baseado em um conto da série, The Long Yesterday, de Osmarco Valladão, com ilustrações de Manoel Magalhães. Um suplemento para o RPG, Mini-GURPS foi anunciado pela Devir e logo depois para Opera, porém nenhuma das duas tentativas chegaram a ser publicadas.[1]


Em 2006, The Long Yesterday concorreu ao Prêmio HQ Mix, como melhor álbum especial, e seus autores foram incluídos nas categorias Melhor Roteirista e Melhor Artista Revelação. Ainda em 2006, a revista Wizard Brasil #31 publica uma história ambientada em Intempol produzida pela dupla[2] .

Em 2012 foi publicado pela Editora Draco a graphic novel intitulada Para Tudo Se Acabar na Quarta-Feira, com roteiro de Octavio Aragão e arte de Manoel Ricardo.[3]

Em 2013, pela mesma editora o romance de Octavio Aragão nesta ambientação, Reis de Todos os Mundos Possíveis, foi lançado a Bienal do Livro do Rio de Janeiro[4].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]