Jack Churchill

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
John Malcolm Thorpe Fleming "Jack" ChurchillCombatente Militar
Conhecido(a) por Mad Jack
Nascimento 16 de setembro de 1906
Colombo, Ceilão britânico
Morte 8 de março de 1996 (89 anos)
Surrey, Reino Unido
Nacionalidade britânico
Serviço militar
Serviço Flag of the British Army.svg Exército Britânico
País  Reino Unido
Anos de serviço 1926–1936
1939–1959
Patente Tenente-Coronel
Conflitos Segunda Guerra Mundial

Jack Churchill, nascido John Malcolm Thorpe Fleming Churchill (Colombo, 16 de setembro de 1906Surrey, 8 de março de 1996), foi um militar britânico, duplamente condecorado com a Ordem de Serviços Distintos,[1] que lutou na Segunda Guerra Mundial utilizando arco longo e uma espada do tipo claymore.

Apelidado de "Fighting Jack Churchill" e "Mad Jack", era conhecido pela sua máxima: "Qualquer oficial que vá entrar em combate sem a sua espada está inapropriadamente trajado".[2]

Foi o único soldado britânico a abater um inimigo durante a Segunda Guerra apenas com arco e flecha.[3][4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jack nasceu em Colombo, no Ceilão britânico, em 1906.[5] Era filho de Alec Fleming Churchill (1876–1961) e Elinor Elizabeth. Alec vinha de uma família que trabalhava há muito tempo para o serviço público do Ceilão na época da colonização britânica.[6] Logo após seu nascimento, a família retornou para Dormansland, em Surrey, onde nasceu seu irmão mais novo, o cavaleiro da Ordem do Império Britânico e general de brigada Thomas Bell Lindsay Churchill (1907–1990).[5]

Em 1910, a família Churchill se mudou para Hong Kong, onde Alec foi indicado como diretor de obras públicas, tendo trabalhado também no conselho municipal. O terceiro filho, Robert Alec Farquhar Churchill (tenente da Marinha Real) nasceu na cidade, em 1911. A família voltou para a Inglaterra em 1917.[5][7][2]

Churchill estudou no King William's College, na Ilha de Man, Churchill formando-se na Real Academia Militar de Sandhurst em 1926, servindo na Birmânia com o Regimento de Manchester. Ele saiu do exército em 1936 e trabalhou como um editor de jornal. Usou seus talentos de arqueiro e tocador de gaita de foles para desempenhar um pequeno papel no filme The Thief of Bagdad.[5][7]

Segunda Guerra Mundial[editar | editar código-fonte]

Jack Churchill (à direita) liderando um exercício de treinamento, empunhando espada.

Churchill deu continuidade à sua delegação depois da invasão da Polônia. Em maio de 1940 Churchill e sua unidade, o Regimento de Manchester, emboscaram uma patrulha alemã em L'Epinette, França. Churchill deu o sinal do ataque atirando no sargento inimigo com uma flecha, tornando-se o único soldado britânico a matar um inimigo com um arco e flecha na segunda guerra mundial.[3] Depois de lutar na Batalha de Dunkirk, ele se ofereceu como voluntário aos Commandos.[8][9]

Churchill era o segundo no comando do Commando número 3 na Operação Archery, uma invasão em uma fortificação alemã em Vågsøy, Noruega em 27 de dezembro de 1941.[10] Quando as rampas do primeiro barco desceram, Churchill saltou para frente de sua posição tocando "March of the Cameron Men"[11] na sua gaita de foles, logo antes de atirar uma granada e ir para a batalha. Pelas ações que executou em Dunquerque e em Vågsøy, Churchill recebeu a barra e Cruz Militar.[9]

Em julho de 1943, como um oficial de comando, ele liderou 2 Commando desde seus pontos de desembarque na Catania, na Sicília com a sua espada escocesa de marca pendurada em sua cintura, um arco longo e flechas em volta de seu pescoço e, claro, sua gaita de foles debaixo de seus braços.[9] Liderando 2 Commandos, Churchill foi ordenado à capturar um ponto de observação alemão fora da cidade de La Molina, controlando uma passagem que levava à praia de Salerno. Ele liderou o ataque por 2 e 41 Commandos, infiltrou-se na cidade e capturou o posto, levando 42 prisioneiros incluindo um esquadrão de morteiros. Churchill levou os homens e prisioneiros de volta pela passagem, com os feridos sendo carregados em carrinhos empurrados pelos prisioneiros alemães. Ele comentou que era "uma imagem das guerras napoleônicas."[12] Ele recebeu a Ordem de Serviços Distintos por liderar essa ação em Salerno.[5][9]

Família[editar | editar código-fonte]

Churchill se casou com Rosamund Margaret Denny, filha de Sir Maurice Edward Denny e neta de Sir Archibald Denny, em 8 de março de 1941.[13] O casal teve dois filhos, Malcolm John Leslie Churchill, nascido em 11 de novembro de 1942, e Rodney Alistair Gladstone Churchill, nascido em 4 de julho de 1947.[13]

Morte[editar | editar código-fonte]

Churchill morreu em 8 de março de 1996, aos 89 anos, no condado de Surrey.[14] Em março de 2014, o Royal Norwegian Explorers Club publicou um livro sobre Churchill, nomeando-o como um dos maiores aventureiros de todos os tempos.[15]

Referências

  1. «Supplement to The London Gazette». London Gazette. 18 de julho de 1944. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  2. a b Ian Drury (ed.). «The amazing story of Mad Jack». Daily Mail. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  3. a b Young, Peter (1969). Commando. [S.l.]: Ballantine Books 
  4. «Lieutenant-Colonel Jack Churchill». Telegraph. Consultado em 7 de abril de 2013 
  5. a b c d e Thomas B. Churchill (ed.). «The Churchill Chronicles» (PDF). Deddington History. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  6. «John Fleming Churchill (1829 - 1894)». WikiTree. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  7. a b «Fighting Jack Churchill survived a wartime odyssey beyond compare». WWII History Magazine. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  8. Robert Barr Smith (ed.). «Fighting Jack Churchill Survived A Wartime Odyssey Beyond Compare». Consultado em 9 de novembro de 2019 
  9. a b c d «Jack Churchill: Um soldado medieval na Segunda Guerra». Aventuras na História. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  10. Parker p.41
  11. BBC: Great Raids of World War II, Season 1, Episode 6: Arctic Commando Assault
  12. Parker pp.136–137
  13. a b «Person Page 35768». The Peerage. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  14. «Lieutenant-Colonel Jack Churchill». Telegraph. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  15. Allister Thomas (ed.). «Scots sword-wielding WWII hero honoured by book». The Scotsman. Consultado em 13 de novembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jack Churchill