Ilha de Man

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Isle of Man
Ellan Vannin

Ilha de Man
Bandeira
Brasão de armas
Bandeira Brasão de armas
Lema: Latim: Quocunque Jeceris Stabit
Inglês: Whithersoever you throw it, it will stand
Português: Para onde quer que o atires, ele vai ficar
Hino nacional: inglês: O Land of Our Birth
Manês: Arrane Ashoonagh dy Vannin
Português: Ó Terra do Nosso Nascimento
Hino real: God Save The Queen
Em português: Deus Salve a Rainha

Localização da Ilha de Man

Localização
Capital Douglas (também a maior cidade)
Língua oficial Inglês e Manês
Governo Dependência da Coroa Britânica
Monarquia Constitucional
Democracia Parlamentar
 - Lorde de Mann Isabel II do Reino Unido
 - Vice-Governador Adam Wood
 - Ministro-Chefe James Anthony Brown
 - Senhorio de Man incorporado na Coroa Britânica 1765 
Área  
 - Total 572 km² 
 - Água (%) 0
População  
  80 085 hab. (194.º)
 - Densidade 140 hab./km² 
PIB (base PPC) Estimativa de 2003
 - Total US$ 2,113 mil milhões* (162.º)
 - Per capita US$ 35000 (11/12.º)
Moeda Libra esterlina (GBP)
Fuso horário WET (UTC0)
 - Verão (DST) WEST (UTC+1)
Cód. Internet .im
Cód. telef. +44

Mapa da Ilha de Man

A Ilha de Man (Isle of Man, em inglês; Mannin, em manês[1] [2] ) é uma dependência da Coroa do Reino Unido, que inclui a ilha principal, do mesmo nome, e algumas ilhotas adjacentes, no Mar da Irlanda. A capital é Douglas (Doolish). The Tynwald Day (Manx: Laa Tinvaal) é o Dia Nacional da Ilha de Man, o 5 de Julho.

História[editar | editar código-fonte]

Os vikings estabeleceram-se na Ilha de Man no final do século VII. O Reino nórdico de Mann e Ilhas Hébridas foi criado por Godred Crovan em 1079. Esse reino foi separado em 1164 em Reino das Hébridas e Reino de Mann, sob domínio norueguês[3] . Em 1266, pelo Tratado de Perth, o rei Magnus VI da Noruega cedeu as ilhas à Escócia. A Ilha de Man passou para controle inglês no século XIV e para a Coroa Britânica em 1765[4] .

Geografia[editar | editar código-fonte]

Mapa da Ilha de Man.

A Ilha de Man faz parte do conjunto geográfico das Ilhas Britânicas, que é um arquipélago do noroeste da Europa. Situa-se no meio do Mar da Irlanda, aproximadamente equidistante da Inglaterra (leste), da Escócia (norte) e da Irlanda do Norte (oeste). Tem cerca de 48 km de comprimento e entre 13 e 24 km de largura, com uma área de 572 km²[5] .

As duas áreas montanhosas são divididas por um vale central. O extremo norte da ilha é excepcionalmente plano. O ponto mais alto, o Snaefell, localiza-se na zona norte e atinge os 621 m.

O clima é temperado marítimo, com verões frescos e invernos suaves. A precipitação anual, abundante, varia entre 1900 mm no Snaefell e os 800 mm noutras áreas.

A população é de 80 058 habitantes (censo interino de 2006), o que dá uma densidade de 140 pessoas por km². Menos de metade (47,6%) da população actual nasceu na ilha.

Estatuto e Política[editar | editar código-fonte]

Tal como Jersey e Guernsey, a Ilha de Man não faz formalmente parte do Reino Unido nem integra a União Europeia. Não tem representação parlamentar nem no Reino Unido nem na UE.

A Ilha de Man é uma dependência directa da Coroa Britânica. O Chefe de Estado é a rainha Elizabeth II, (Isabel II em português europeu) a qual detém o título de Senhor de Mann (Lord of Mann). O representante da coroa na ilha é o Lieutenant Governor. A defesa e as relações externas são da responsabilidade do governo do Reino Unido[6] .

A Ilha de Man goza de auto-governo e tem um parlamento autónomo (Tynwald). O Tynwald foi fundado no ano 979 e é considerado o mais antigo parlamento em funcionamento contínuo no mundo. A maioria dos membros do Tynwald são independentes; dois pertencem ao Manx Labour Party e três à Alliance for Progressive Government. Existe uma organização extraparlamentar, o Mec Vannin ("Filhos de Man"), que pretende a alteração do estatuto da ilha e o estabelecimento de uma república soberana independente.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Um vale com o Snaefell ao fundo.

A cultura da Ilha de Man é fortemente influenciada pelas suas origens célticas e nórdicas. Tem uma língua própria, manx ou manês, que é co-oficial com o inglês.

A ilha é uma das nações célticas modernas e está integrada na Liga Céltica.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Os integrantes dos Bee Gees nasceram na Ilha de Man.
  • O ciclista Mark Cavendish nasceu na Ilha de Man
  • O ex-piloto de Fórmula 1 e Formula Indy, o britânico Nigel Mansell, residiu por 11 anos na ilha. Foi também membro de uma espécie de força policial local.
  • O símbolo da Ilha de Man é o triskelion (ou triskele, do grego τρισκελής, "três pernas"), semelhante à trinacria da Sicília.
  • O Manx é uma raça de gato sem cauda, originário desta ilha.
  • O site PokerStars é hospedado nesta ilha.
  • Nas ruas da ilha é realizada anualmente um dos maiores eventos do motociclismo mundial, o TT da Ilha de Man.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kinvig, R. H.. The Isle of Man: A Social, Cultural and Political History. 3rd ed. [S.l.]: Liverpool University Press, 1975. p. 18. ISBN 0-85323-391-8
  2. Kneale, Victor. Celtic Culture: A Historical Encyclopedia. [S.l.]: ABC-CLIO, 2006. p. 676.
  3. Magnus 3 Olavsson Berrføtt – Norsk biografisk leksikon. Snl.no. Retrieved on 29 July 2013.
  4. Isle of Man Government website
  5. Bradley, Richard. The prehistory of Britain and Ireland. [S.l.]: Cambridge University Press, 2007. p. 8. ISBN 0-521-84811-3
  6. HMS Ramsey. Royal Navy (2009). Página visitada em 11 September 2011.