Jamie Lidell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jamie Lidell
Jamie Lidell em 2006.
Informação geral
Nascimento 18 de setembro de 1973 (43 anos)
Nacionalidade britânico
Gênero(s) Soul, funk, música eletrônica, música experimental
Ocupação(ões) Músico
Gravadora(s) Warp Records
Afiliação(ões) Super Collider, André Vida

Jamie Lidell (nascido Jamie Lidderdale[1] Huntingdon 18 de setembro de 1973) é um músico e cantor de Soul britânico.[2][3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em 18 de Setembro de 1973, em Huntingdon, Cambridgeshire, Reino Unido, Lidell é conhecido por compor trilhas sonoras feitas com a sua voz em um microfone e executar a percussão e melodia como uma sequencial. Em seguida, enquanto sua voz é aumentada ele canta as músicas inspiradamente. Este exercício propõe energia para performances ao vivo. Lidell tornou-se famoso principalmente por sua diversidade de gênero-exploração.[4] Ele integrava a banda Super Colider junto a Cristian Vogel.[5]

Após o lançamento de seu álbum de 2008, Jim, Lidell comentou:[6]

Eu quero que esse álbum seja sobre música em si, acho que todo músico pensa assim. Mas, eu penso que, inevitavelmente, o trabalho musical acaba se tornando algo sobre personalidade, que é o dá origem à música, então, as pessoas geralmente querem um trabalho que abrange música e personalidade, mas que não perde a essência. Quanto melhor sai o trabalho, mais as pessoas querem saber porque saiu bem (...)

Sua canção Multiply foi usada na série Grey's Anatomy. Outra música sua, A Little Bit More, foi destaque em uma série de comerciais para o varejista estadunidense Target. Ele colabora frequentemente com músicos canadenses, como Chilly Gonzales, Leslie Feist e Mocky. Ele também colaborou recentemente com o dueto eletrônico britânico Simian Mobile para a canção Off The Map.[3]

No início de 2009, o álbum Jim ficou na oitava posição anual do Independent Music Awards, na categoria "Melhor Álbum Pop/Rock". Ainda em 2009, Lidell contribuiu em um cover da música da banda Grizzly Bear, Little Brother, e teve um cover de sua música A Little Bit More feito por Tim Exile.[2]

Em 2010, Lidell disse que iria lançar um novo álbum: "Compass", que contou com contribuições do músico Beck.[3] O álbum foi lançado em Maio de 2010. A faixa-título, "Compass", foi utilizada no game da Rockstar, Red Dead Redemption.[7]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

EPs[editar | editar código-fonte]

  • 1997 - Freekin' The Frame EP

Referências

  1. HOERBURGER, Rob (10 de novembro de 2010). «Can a Nerd Have Soul?» (em inglês). The New York Times. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  2. a b COMARATTA, LEN (26 de março de 2013). «Interview: Jamie Lidell» (em inglês). Consequence of Sound. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  3. a b c Lanre Bakare (13 de outubro de 2016). «Jamie Lidell: 'I'm glad I didn't lock myself into being this crazy electronic dude'» (em inglês). The Guardian. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  4. HOROWITZ, Steven J. (10 de setembro de 2016). «Jamie Lidell Is About to Release the Best Record of His Career» (em inglês). Vogue. Consultado em 8 de janeiro de 2017 
  5. MURRAY, Robin (7 de outubro de 2016). «In Conversation: Jamie Lidell» (em inglês). Clash Magazine. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  6. Dimitri Nasrallah (23 de janeiro de 2008). «Jamie Lidell Gets Personal» (em inglês). Exclaim!. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  7. GARRETT, Filipe (20 de outubro de 2016). «Lista traz elementos que não podem faltar em Red Dead Redemption 2». TechTudo. Globo.com. Consultado em 7 de janeiro de 2017