Conepatus semistriatus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Jaritataca)
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaJaritataca
Conepatus semistriatus.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Mephitidae
Género: Conepatus
Espécie: C. semistriatus
Nome binomial
Conepatus semistriatus
Boddaert, 1785

A jaritataca (Conepatus semistriatus), também com os nomes populares de jaritacaca, jeritataca, jaguaritaca, jaguacacaca, iritataca, maratataca, maritafede, jitira, jeratitaca, jaratataca, jacarambeva, gambá e cangambá,[1] é um pequeno mamífero carnívoro da família Mephitidae. Pode ser encontrada desde o sul do México até a região centro-sul da América do Sul. No Brasil, ocorre da região Nordeste ao estado do Paraná. É comum nos cerrados, campos e caatinga. Tem, como arma de defesa, a secreção de um líquido de odor bastante desagradável, que é produzido por uma glândula anal.[2]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Jaratacaca" deriva do tupi antigo îaratakaka. "Jaritataca" deriva do tupi antigo îaritataka.[3]

Descrição[editar | editar código-fonte]

São animais pequenos, com cerca de 40 cm de corpo e 20 cm de cauda, pesando cerca de 1,6 quilograma. Têm a coloração preta ou marrom-escura, com duas listas brancas que correm por cima do dorso da cabeça à cauda. São onívoros, alimentando-se principalmente de insetos, pequenos vertebrados e frutos. São animais solitários, unindo-se ao sexo oposto apenas durante o período de reprodução. A gestação dura cerca de 60 dias, podendo nascer de 4 a 5 filhotes. A jaritataca se alimenta de cobras, sendo imune ao seu veneno.[4]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Conepatus semistriatus
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Conepatus semistriatus

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 984.
  2. NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigoː a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 161,162,165.
  3. NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigoː a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 161,162.
  4. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 984.
  • Cuarón, A.D., Reid, F. & Helgen, K. (2008). Conepatus semistriatus. 2008 Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas IUCN. IUCN 2008. Consultado o dia 21 de setembro de 2009.
  • Louise H. Emmons and Francois Feer, 1997 - Neotropical Rainforest Mammals, A Field Guide.
  • Reis, Nélio; Peracchi, Adriano; Wagner, Pedro; Lima, Isaac (Eds). Mamíferos do Brasil. Londrina: Universidade Federal de Londrina, 2006
Ícone de esboço Este artigo sobre carnívoros, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.