Jean-Pierre Bemba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean-Pierre Bemba, 2006

Jean-Pierre Bemba Gombo (nascido em 4 de novembro de 1962) [1] é um político da República Democrática do Congo. Foi um dos quatro vice-presidentes do Governo de Transição da República Democrática do Congo de 17 de julho de 2003 a dezembro de 2006. Bemba também lidera o Movimento de Libertação do Congo (MLC), um grupo rebelde que se tornou partido político. Recebeu o segundo maior número de votos na eleição presidencial de 2006. Em janeiro de 2007, foi eleito para o Senado.

Ele foi preso perto de Bruxelas em 24 de maio de 2008 com base num mandado de detenção emitido pelo Tribunal Penal Internacional. [2] Apesar de ter sido originalmente denunciado por três acusações de crimes contra a humanidade e cinco acusações de crimes de guerra, [3] em outubro 2010, o TPI reduziu o processo para duas acusações de crimes contra a humanidade e três acusações de crimes de guerra. [4] Em 21 de março de 2016, ele foi condenado por essas acusações. [5]

Referências