Jikulumessu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Jikulumessu
Jikulumessu (BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Duração ± 45 min.
País de origem  Angola
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) SEMBA COMUNICAÇÃO
Elenco Eric Santos
Yaritssa Resende
Celso Roberto
Tema de abertura "Meu negócio" por Manda Chuva e Fogo de Deus
Exibição
Transmissão original 20 de outubro de 2014- 10 de maio de 2015
Cronologia
Programas relacionados Windeck

Jikulumessu: Abre o Olho é uma telenovela angolana produzida pela Semba Comunicação e estirou em Angola à 20 de Outubro de 2014 a 10 de Maio de 2015, com um total de 175 capítulos, às 21 horas.

No Brasil, foi exibida pela TV Brasil de 25 de maio de 2017 a 9 de novembro de 2017 , no horário das 20:30.[1]

Esta produção angolana internacionalmente premiada já foi também transmitida em toda África com traduções para as línguas inglesa e francesa através de canais como Canal + e Africa Magic , bem como transmissões em França e seus territórios através dos canais da France Telévisions . [2]. [3] [4]

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Tudo começa em 1998, com Joel Kapala, de 17 anos. O jovem dá entrada num dos colégios mais conceituados de Luanda de forma a completar os estudos pré-universitários, o que provocará conflitos entre a família Kapala, tendo o rapaz de seu lado a mãe, Laura Kapala, e como opositor, o pai, Ivo Kapala (dono de uma oficina de automóveis).

No colégio, Joel, é vitima de bullying, levando o jovem a jurar que um dia se irá vingar. Este será o mote para uma história que envolverá ódio, amor e traição.[5]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Prémio Categoria Resultado
2015 Seoul International Drama Awards Melhor Série Dramática Aumento
2015 Emmy Internacional Melhor Telenovela Indicado
2017 FESPACO Melhor Série de Televisão em Africa [6] Indicado [7]
2017 Écrans noirs Melhor Série de TV [8] Indicado

Elenco[9][editar | editar código-fonte]

Exibição Internacional[editar | editar código-fonte]

País Emissora Título
 Angola TPA Internacional Jikulumessu - Abre O Olho
 Portugal RTP 1 Abre O Olho (26 de maio de 2015) segunda a sexta porém exibida inicialmente de terça a sexta[10]
 Brasil TV Brasil Jikulumessu
 França A+ Jikulumessu
Nigéria Africa Magic Jikulumessu
  • Uma produção Semba Comunicação*

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Tânia Burity confirmou a sua presença nesta novela, em entrevista a uma revista, revelando que a sua personagem era prostituta. Contudo, a Semba, produtora da novela, desmentiu a participação da veterana atriz.[11][12]
  • A TPA decidiu suspender a novela durante uma semana, devido à exibição de um beijo homossexual. Esta televisão estatal alegou "problemas técnicos" pela suspensão da novela , mas ficou subentendido que a suspensão teve como base a pressão ou até mesmo retaliação política política de alguns membros mais conservadores no governo angolano e alguns grupos religiosos. A telenovela voltou a ser exibida uma semana mais tarde após varias petições do publico via redes sociais e contacto directo a estação questionado o porquê da suspensão da novela.
  • Em seu primeiro episódio a novela recebeu várias críticas devido a pouca qualidade técnica. Suslov Marcelino, da página Fama News, fez a seguinte observação na coluna Mundo da TV: "‬Jikulumessu inferior a ‪Windeck‬ em todos aspectos. Com imagens de principiante, interpretação dos atores novatos e veteranos foi de lastimar. Salva-se apenas ‪Celso Roberto‬ que conseguiu convencer. A música de abertura foi um equívoco colocar na novela, e toda trilha. A abertura da novela parece um trabalho de principiante. O casal protagonista não convenceu, e não teve química alguma.

Numa novela a estréia tem que ser surpreendente no caso teve longe disso, em todos os aspectos algo que ‪#‎Jikulumessu‬ esteve longe. Os incontáveis clichês pairavam o primeiro capítulo."

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]